• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2019.tde-03102018-082714
Documento
Autor
Nome completo
Noemi Iannone Tarcha
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Duarte, Yeda Aparecida de Oliveira (Presidente)
Figueiredo, Gerusa Maria
Sato, Ana Paula Sayuri
Silva, Roberto José Carvalho da
Título em português
Prevalência e fatores associados à infecção pelo Vírus da Hepatite B entre idosos do município de São Paulo, Brasil: estudo SABE
Palavras-chave em português
Fatores Associados
Hepatite B
Idoso
Saúde do Idoso
Resumo em português
Introdução: O número de idosos representa uma parcela crescente da população devido ao aumento da expectativa de vida. Na epidemiologia, há diferenças importantes, em relação aos casos de hepatites virais que acometem os idosos quando comparados à população mais jovem. A Hepatite B é um problema de saúde pública mundial e uma das principais causas de doença hepática avançada, como cirrose hepática e hepatocarcinoma. O risco de hepatocarcinoma entre pessoas infectadas pelo Vírus da Hepatite B é maior em homens com mais de 60 anos, expostos cronicamente ao vírus. Alguns estudos apontam que a probabilidade de cronificação e complicações são maiores nos idosos, sendo uma preocupação para a saúde pública. Nota-se, todavia, escassez de estudos sobre Hepatite B para este grupo etário, sendo o intuito deste trabalho acrescentar informações nesta direção. Objetivo: Verificar a prevalência e fatores associados à infecção pelo vírus da Hepatite B entre idosos. Métodos: Estudo transversal de base populacional, realizado por meio de entrevista domiciliar e exames laboratoriais. Trata-se de amostra representativa de idosos (60 anos ou mais) residentes no Município de São Paulo, Brasil, participantes do Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento, no ano de 2010. Resultados: No município de São Paulo, 14,7% (IC95%: 12,5-17,3%) dos idosos apresentaram diagnóstico positivo para infecção por Hepatite B. Na análise univariada, observou-se maior prevalência para Hepatite B no sexo masculino (19,8%), faixa etária entre 80 anos e mais (19,4%), sem companheiro (16,5%), residindo só (20,8%), com atividade sexual no último ano (19,8%). Na análise múltipla, observou-se que homens (OR= 1,60; IC95%: 1,01-2,52), indivíduos que indicaram morarem só (OR= 1,95; IC95%: 1,07-3,57) e pessoas idosas com relato de atividade sexual no último ano (OR= 1,76; IC95%: 1,05-2,94) apresentaram maior probabilidade de ter infecção pelo vírus da Hepatite B, em modelo controlado por idade e estado civil. Conclusão: A constatação desses fatores pode servir de base para a organização de ações educativas e a implementação de estratégias de prevenção da Hepatite B direcionadas para essa população.
Título em inglês
Prevalence and factors associated with Hepatitis B virus infection among the elderly in the city of São Paulo, Brazil: SABE study
Palavras-chave em inglês
Associated Factors
Elderly
Health of the Elderly
Hepatitis B
Resumo em inglês
Introduction: The elderly represent a growing portion of the population due to the increase in life expectancy. Epidemiologically, there are important differences between the cases of viral hepatitis in the elderly and those of the younger population. Hepatitis B is a public health concern in the whole world, and one of the major causes of severe liver disease, such as cirrhosis of the liver and hepatocellular carcinoma. The risk of hepatocellular carcinoma in the population infected by Hepatitis B virus is higher among men with more than 60 years of age, with chronic exposure to the virus. Some studies indicate that chronification and complications are more likely to occur in the elderly, making this a health care concern. However, there is a shortage of studies on Hepatitis B for this age group, and the purpose of this study is to add information in this direction. Objective: To verify the prevalence and associated factors of the Hepatitis B virus infection among the elderly. Methods: A cross-sectional population-based study, accomplished through home interviews and laboratorial blood tests. This is a representative sample of older adults residing in the city of São Paulo, Brazil, participants of the "Health, Well-Being and Aging" Survey, in the year of 2010. Results: In São Paulo, 14,7% (CI95%: 12,5-17,3%) of older adults showed positive diagnostic for Hepatitis B virus infection. In the univariate analysis, the highest prevalence of Hepatitis B was shown in the male population (19.8%), aged 80 or more years (19.4%), with no partner (16.5%), living alone (20.8%), reporting sexual intercourse in the last year (19.8%). In the multiple analysis, it was observed that men (OR = 1.60, 95% CI: 1.01-2.52), individuals living alone (OR = 1.95, 95% CI: 1.07-3.57) and elderly people that reported sexual activity in the last year (OR = 1.76, 95% CI: 1.05-2.94) were more likely to have Hepatitis B virus infection in a model controlled by age and marital status. Conclusion: The realization of these associations can ground the organization of educational practices and the implementation of strategies to prevent Hepatitis B virus -infection in this age group.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-04-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.