• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2019.tde-01112018-105613
Documento
Autor
Nome completo
Raphael Akira Siqueira Ishibashi
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Conceição, Gleice Margarete de Souza (Presidente)
Curado, Maria Paula
Latorre, Maria do Rosario Dias de Oliveira
Oliveira, Max Moura de
Título em português
Análise da incidência dos linfomas no município de São Paulo, 1997 a 2012
Palavras-chave em português
Incidência
Linfomas
Linfomas de Hodgkin
Linfomas não Hodgkin
Modelo Idade-Período-Coorte
Modelo Linear Generalizado
Tendência
Resumo em português
Introdução: Os linfomas abrangem um grupo heterogêneo de neoplasias originadas no sistema linfático, diferentes quanto à sua histologia, prognóstico e epidemiologia, embora possa haver grande número de aspectos clínicos comuns. De acordo com sua morfologia, dividem-se dois grupos: os linfomas Hodgkin (LH) e os linfomas não-Hodgkin (LNH). Objetivo: Avaliar a tendência temporal da incidência de linfomas no período de 1997 a 2012, identificando a influência de fatores como o sexo, a idade, o período e a coorte e nascimento. Metodologia: Trata-se de um estudo ecológico. Foram obtidas, do Registro de Câncer de Base Populacional de São Paulo (RCBP-SP), informações sobre todos os casos novos de linfomas no Município de São Paulo, diagnosticados no período de 1997 a 2012. Informações sobre o número de habitantes do Município foram obtidas online através do site do Departamento de Informática do SUS. Para avaliar a tendência da incidência de linfomas no decorrer do período, segundo sexo e faixa etária, foram ajustados modelos lineares generalizados (MLG). Para avaliar a influência da idade, do período de diagnóstico e das coortes de nascimento na tendência da incidência dos linfomas, foi utilizado o modelo idade-período-coorte (IPC). Resultados e conclusões: Dos 18.037 casos analisados, 20,5% eram do tipo LH e 79,5% do tipo LNH. Entre os casos de LH, 52,6% eram homens e 70,0% tinham entre 20 e 39 anos. A taxa de incidência de LH padronizada por idade, por 100 mil habitantes, variou de 5,0 em 1997 para 4,0 em 2012, entretanto, não foi detectada nenhuma tendência significativa na incidência ao longo do tempo (p>0,05). O risco de desenvolver LH foi maior no sexo masculino do que no feminino apenas na faixa etária de 0 a 14 anos (p<0,001), nas demais, o risco foi semelhante para ambos os sexos (p>0,05). O risco de desenvolver LH segundo a faixa etária apresentou um padrão etário bimodal. No sexo feminino, os maiores riscos ocorreram nas faixas de 20 a 39 e de 65 anos e mais e, no masculino, nas faixas de 15 a 19 e de 65 anos e mais. O modelo IPC apontou uma influência da coorte de nascimento na incidência de LH em mulheres: para aquelas nascidas antes de 1960, quanto mais antiga a coorte, maior o risco de LH; para as nascidas após 1960, o risco relativo permaneceu estável. Entre os casos de LNH, 51,6% eram homens e 77,4% tinham mais de 40 anos. A taxa de incidência de LNH padronizada por idade, por 100 mil habitantes, passou de 22,6 em 1997 para 17,0 em 2012. Foi detectada uma tendência de decréscimo na incidência de LNH de 1,7% ao ano em todas as faixas etárias, em ambos os sexos (p<0,001). O risco de desenvolver LNH aumentou continuamente com o avançar da idade, em ambos os sexos. O modelo IPC não detectou efeitos de período. Para os homens, as coortes mais velhas apresentam maior risco e, as mais jovens, menor risco. Para as mulheres nascidas antes de 1960 o comportamento foi semelhante ao dos homens, para as nascidas após 1960, o risco relativo permaneceu estável.
Título em inglês
Analysis of the incidence of lymphomas in the city of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Age-Period-Cohort
Hodgkin's Lymphomas
Incidence
Lymphomas
Non-Hodgkin's Lymphomas
Trend
Resumo em inglês
Introduction: Lymphomas comprise a heterogeneous group of neoplasias originating in the lymphatic system, different in their histology, prognosis and epidemiology, although there may be a large number of common clinical aspects. According to their morphology, two groups are divided: Hodgkin's lymphomas (HL) and non-Hodgkin's lymphomas (NHL). Objective: To evaluate the temporal trend of the incidence of lymphomas in the period from 1997 to 2012, identifying the influence of factors such as sex, age, period and cohort and birth. Methodology: This is an ecological study. Information about all new cases of lymphomas in the city of São Paulo, diagnosed in the period from 1997 to 2012, were obtained from the São Paulo Population Based Cancer Registry. Information on the number of inhabitants of the Municipality were obtained online through the website of the SUS Department of Informatics. To evaluate the trend of lymphoma incidence during the period, according to sex and age group, generalized linear models (GLM) were adjusted. The age-period-cohort (APC) model was used to evaluate the influence of age, diagnosis period and birth cohorts on the trend of lymphoma incidence. Results and conclusions: Of the 18,037 cases analyzed, 20.5% were HL type and 79.5% NHL type. Among the cases of HL, 52.6% were men and 70.0% were between 20 and 39 years old. The age-standardized incidence rate of HL per 100,000 population ranged from 5.0 in 1997 to 4.0 in 2012, however, no significant trend in incidence over time was detected (p> 0.05). The risk of developing HL was greater in males than in females only in the age group 0 to 14 years (p <0.001), in the others, the risk was similar for both sexes (p> 0.05). The risk of developing HL according to the age group presented a bimodal age pattern. In females, the highest risks occurred in the 20-39 and 65-year-olds, and in the male, in the 15-19 and 65 years and older ranges. The APC model pointed to an influence of the birth cohort on the incidence of HL in women: for those born before 1960, the older the cohort, the higher the risk of HL; for those born after 1960, the relative risk remained stable. Among the cases of NHL, 51.6% were men and 77.4% were over 40 years old. The age-standardized incidence rate of NHL per 100,000 population increased from 22.6 in 1997 to 17.0 in 2012. A trend of a decrease in the incidence of NHL of 1.7% per year was observed in all ranges in both sexes (p <0.001). The risk of developing NHL increased steadily with advancing age in both sexes. The APC model did not detect period effects. For men, older cohorts are at higher risk, and younger cohorts are at lower risk. For women born before 1960 the behavior was similar to that of men, for those born after 1960, the relative risk remained stable.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.