• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2016.tde-29022016-134536
Documento
Autor
Nome completo
Camila Aparecida Borges
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Villar, Betzabeth Slater (Presidente)
Aznar, Luis Alberto Moreno
Conde, Wolney Lisbôa
Levy, Renata Bertazzi
Rinaldi, Ana Elisa Madalena
Título em português
Padrões alimentares praticados por adolescentes: influência de fatores socioeconômicos e relação com o estado nutricional
Palavras-chave em português
Adolescente
Análise Fatorial
Análise Multivariada
Fatores Socioeconômicos
Obesidade
Padrões Alimentares
Sobrepeso
Resumo em português
Introdução: A caracterização dos padrões alimentares dos adolescentes permite analisar os efeitos da dieta como um todo sobre a saúde. Objetivos: Identificar na literatura científica as múltiplas soluções adotadas nas técnicas multivariadas para obtenção de padrões alimentares; Analisar a relação entre os principais padrões alimentares praticados por adolescentes brasileiros com o excesso de peso e obesidade e Analisar a influência de fatores socioeconômicos sobre os principais padrões alimentares praticados por um grupo multiétnico de adolescentes. Métodos: Esta tese foi composta de três artigos. O primeiro corresponde a uma revisão da literatura sobre padrões alimentares estimados por diferentes técnicas multivariadas. Para os demais artigos duas bases de dados foram utilizadas: a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) de 2008 09 e o estudo Healthy Lifestyle in Europe by Nutrition in Adolescence (HELENA) conduzido em 2006-07. A análise fatorial exploratória foi utilizada para obtenção dos padrões alimentares. O segundo artigo utilizou modelo de regressão logística para verificar a associação entre os escores dos padrões alimentares e o excesso de peso e obesidade ajustado para variáveis socioeconômicas. O terceiro artigo utilizou o modelo de regressão linear para avaliar a associação entre indicadores de renda e escolaridade e os escores dos padrões alimentares. Resultados: Na revisão da literatura foi verificado grande heterogeneidade na escolha dos critérios adotados durante as múltiplas etapas das técnicas multivariadas. No segundo manuscrito, foi verificado que quanto maior a adesão ao Padrão Lanches e ao Padrão Snacks maior a chance de estar com excesso de peso e obesidade. No terceiro manuscrito, 10 padrões alimentares foram identificados entre adolescentes de áreas urbanas no Brasil e Europa. Entre os adolescentes brasileiros, maiores níveis socioeconômicos e educacionais da pessoa de referência do domicílio foram associados positivamente com o padrão composto por queijo, cereais matinais, frutas e sucos de fruta, leite e derivados. Entre os adolescentes europeus, maiores níveis socioeconômicos e maior educação das mães foram positivamente associados ao padrão composto por bebidas lácteas, cereais matinais; leite e derivados, manteiga e margarina, além disso, maiores níveis socioeconômicos também foram negativamente associados com o padrão composto por óleos vegetais, nozes, sementes, pão, carnes, leguminosas, hortaliças e tubérculos, ovos e os maiores níveis de de educação materna foram associados negativamente com o padrão composto por pão; carne; bebidas açúcaradas e salgadinhos. Conclusão: Os achados mostraram a elevada prática de padrões alimentares baseados em alimentos com altas concentrações de gorduras e açúcares os quais estão sendo responsáveis pelo aumento no excesso de peso e obesidade entre os adolescentes brasileiros. No geral, os adolescentes que possuíram maior renda ou bens materiais e maior nível de escolaridade do adulto responsável praticaram padrões alimentares um pouco mais saudáveis. No entanto, no Brasil a maior escolaridade da pessoa de referência do domicílio por si só não está diretamente associada a melhores práticas alimentares entre os adolescentes, o contrário do que acontece na Europa. Sendo assim, o maior acesso à renda e a maior escolaridade dos responsáveis desempenham um papel importante na adoção de padrões alimentares mais saudáveis entre os adolescentes.
Título em inglês
Dietary patterns practiced by adolescents: influence of socioeconomic factors and relation with nutritional status
Palavras-chave em inglês
Adolescent
Dietary Pattern
Factor Analysis
Multivariate Analysis
Obesity
Overweight
Socioeconomic Factors
Statistical
Resumo em inglês
Introduction: The characterization of the dietary patterns practiced by adolescents allows analyzing the effects of diet as a whole on health outcomes. Objectives: To identify in the scientific literature the multiple solutions adopted in the multivariate techniques to obtain dietary patterns; To analyze the relationship between major dietary patterns practiced by Brazilian adolescents with overweight and obesity and To analyze the influence of socioeconomic factors on major dietary patterns practiced by a multiethnic group of adolescents. Methods: This thesis was composed of three manuscripts. The first manuscript was a literature review about dietary patterns estimated by different multivariate techniques. For the others manuscripts two databases were used: The Brazilian Household Budget Survey (HBS) conducted in 2008 09 and The Healthy Lifestyle in Europe by Nutrition in Adolescence (HELENA) conducted in 2006-07. Exploratory factor analysis was used to obtain dietary patterns. The second manuscript used logistic regression model to assess the association between the dietary patterns scores and overweight adjusted for socioeconomic variables. The third manuscript used linear regression to assess the association between socioeconomic indicators and dietary patterns scores. Results: A literature review showed a great diversity in the choice of criteria used during the multiple steps of multivariate techniques. The second manuscript showed that higher adherence to Sandwiches Pattern and Snacks Pattern the higher chance of being overweight among Brazilian adolescents. In the third article, 10 dietary patterns were identified among adolescents in urban areas. Among Brazilian adolescents, higher socioeconomic and educational levels of the household reference person were associated with the pattern 4 (composed of cheese, breakfast cereals, fruits and fruit juices, dairy products). Among European adolescents, higher socioeconomic levels and increased education of mothers were positively associated with pattern 2 (composed of dairy drinks, cereals, dairy products, butter and margarine), moreover, higher socioeconomic levels were also negatively associated with the pattern 6 (composed of vegetable oils, nuts, seeds, bread, meat, legumes, starchy roots, eggs) and the highest levels of maternal education were negatively associated with the pattern 5 (consisting of bread, meat, sugary drinks and snacks). Conclusion: The findings showed the high practice of dietary patterns based on foods with high concentrations of fats and sugars, which were responsible for the increase in overweight and obesity among Brazilian adolescents. In general, the study showed that adolescents who had higher socioeconomic status practiced healthier dietary patterns. However, in Brazil the highest education of the household reference person is not directly associated with better dietary practices among adolescents, in contrast with what happens in Europe. Thus, greater access to income and more education of mothers and caregivers have an important role in the adoption of healthier dietary patterns among adolescents.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-06-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.