• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2013.tde-21102013-163922
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Ferreira Avelino
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Fisberg, Regina Mara (Presidente)
Bueno, Milena Baptista
Marchioni, Dirce Maria Lobo
Título em português
Sub-relato da ingestão energética em residentes do município de São Paulo
Palavras-chave em português
Análise fatorial
Ingestão energética
Obesidade
Sub-relato
Resumo em português
O consumo de alimentos é frequentemente avaliado em estudos sobre a etiologia de doenças crônicas não-transmissíveis. A maioria desses estudos nutricionais utiliza métodos que dependem de auto-relato e são susceptíveis a potenciais erros. Um desses principais vieses é o sub-relato da ingestão energética, o qual consiste no relato de energia implausivelmente inferior às quantidades mínimas necessárias à manutenção do peso corporal do indivíduo. Objetivos: Identificar a prevalência e os fatores associados ao sub-relato e analisar os padrões dietéticos de indivíduos sub-relatores e não sub-relatores da ingestão energética. Métodos: Foram utilizados dados do estudo transversal de base populacional ISA - Capital 2008, de indivíduos com 20 anos ou mais, de ambos os sexos. A ingestão energética foi avaliada pela média de dois recordatórios de 24 horas coletados em dias não consecutivos. O gasto energético total foi calculado por equação preditiva, considerando sub-relatores indivíduos com ingestão energética inferior a 1 ou 2 desvios-padrão (DP) da razão ingestão energética/gasto energético total predito. A análise de regressão múltipla foi utilizada para identificar os fatores associados à subnotificação e a análise fatorial por componentes principais foi utilizada para identificar os padrões alimentares. Resultados: A prevalência de sub-relatores da ingestão energética utilizando o ponto de corte de 2 DP foi de 15,1 por cento e com 1 DP, 60, 9 8 por cento. Indivíduos com excesso de peso e insatisfeitos com o peso corporal apresentaram maior chance de serem sub-relatores quando comparados aos indivíduos sem excesso de peso e aos satisfeitos com peso corporal, respectivamente. A média de IMC entre indivíduos sub-relatores mostrou-se significativamente superior à de não sub-relatores, contraditoriamente, a média da ingestão energética foi estatisticamente inferior. Em cada grupo, foram identificados três padrões principais não semelhantes. Não houve diferença entre os grupos no consumo de carboidratos, mas a proporção de gorduras e proteínas foi maior no grupo de sub- relatores. Conclusão: É necessário o estudo de métodos que sejam viáveis de serem aplicados em estudos de base populacional e isso se torna mais relevante quando a população tem elevada prevalência excesso de peso, pois o mesmo associa-se tanto à maior ocorrência de doenças crônicas não-transmissíveis quanto à maior chance de sub-relato
Título em inglês
Underreporting of energy intake among residents of Sao Paulo
Palavras-chave em inglês
Energy intake
Factor analysis
Obesity
Underreporting
Resumo em inglês
The consumption of food is often evaluated in studies on the etiology of chronic diseases. Most of these nutritional studies use methods that rely on self- report and are subject to potential errors. One such bias is the major underreporting of energy intake, which consists of the report implausibly energy less than the minimum necessary to maintain the individual's body weight. Objectives: To identify the prevalence and factors associated with underreporting and analyze dietary patterns of underreporters and non- underreporters of energy intake. Methods: We used data from a cross-sectional population-based ISA - Capital 2008, individuals aged 20 or more, of both sexes. Energy intake was assessed by averaging two 24-hour recalls collected on nonconsecutive days. Total energy expenditure was calculated by the predictive equation, considering underreporters if energy intake less than 1 or 2 standard deviations (SD) of the ratio energy intake / predict energy expenditure. A multiple regression analysis was used to identify factors associated with underreporting and principal components factor analysis was used to identify dietary patterns. Results: The prevalence of underreporters of energy intake using the cutoff of 2 SD was 15.1 per cent and using 2 SD was 60.8 per cent. Individuals who are overweight and dissatisfied with body weight were more likely to be underreport when compared to individuals without overweight and satisfied with body weight, respectively. The mean BMI among individuals underreporters was significantly 11 higher than that of non-sub-rapporteurs, contradictorily, the average energy intake was significantly lower. In each group, identified three main patterns are not similar. There was no difference between groups in carbohydrate intake, but the proportion of fat and protein was higher in the group of underreporters. Conclusion: It is necessary to study methods that are feasible to be applied in population-based studies and this becomes more relevant when the population has a high prevalence of overweight, because it is associated with both a higher incidence of chronic non- transmitted as a higher likelihood of underreporting
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GabrielaAvelino.pdf (2.45 Mbytes)
Data de Publicação
2013-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.