• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2017.tde-11052017-165548
Documento
Autor
Nome completo
Jéssica de Aragão Freire Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Bastos, Deborah Helena Markowicz (Presidente)
Balian, Simone de Carvalho
Cardoso, Ryzia de Cássia Vieira
Pinto, Uelinton Manoel
Título em português
Panorama das doenças transmitidas por alimentos no Brasil entre 2000 e 2015
Palavras-chave em português
Contaminação de Alimentos
Enfermidades Transmitidas por Alimentos
Surtos Alimentares
Resumo em português
Introdução: As doenças transmitidas por alimentos (DTA) constituem um grave problema de saúde pública a nível mundial. A Organização Mundial da Saúde estima que mais de um terço da população, incluindo a dos países desenvolvidos, é acometida por surtos de DTA anualmente, embora a maioria dos casos não seja notificada às autoridades sanitárias locais. Objetivo: Analisar a evolução das DTA nas diferentes regiões do Brasil entre 2000 e 2015. Metodologia: O presente estudo, de caráter descritivo, consistiu na análise de dados do Ministério da Saúde e de artigos científicos que tratam das DTA no contexto nacional, no período de janeiro de 2000 a dezembro de 2015. A primeira fase do estudo foi caracterizada pela coleta de dados sobre DTA disponíveis pelo Ministério da Saúde. Na segunda fase, foi realizado o levantamento e análise geral da produção científica brasileira nas seguintes bases de dados: LILACS, SciELO, Scopus, Web of Science, Pubmed e Embase. E na terceira fase do estudo foi traçado o panorama das DTA nas diferentes regiões do Brasil, relacionando os dados oficiais do Ministério da Saúde com os dados das pesquisas publicadas. Resultados: Entre 2000 e 2015 foram registrados no Ministério da Saúde 11.524 surtos de DTA com 219.909 doentes e 167 óbitos e publicados 50 artigos científicos sobre surtos de DTA no Brasil. Foi possível verificar que a região Sudeste apresentou maior prevalência no número de trabalhos publicados e de surtos de DTA. Na análise dos dados do MS observou-se que os alimentos mistos (12,4 por cento ) foram os mais envolvidos nos surtos, seguidos por aqueles preparados com ovos e produtos à base de ovos (8,7 por cento ); o agente etiológico não foi identificado em 57,8 por cento dos surtos e quando identificado, a Salmonella spp. foi o mais frequente (14,4 por cento ) e a maioria dos surtos ocorreram nas residências (36,6 por cento ). Considerando os dados dos artigos, a água foi o alimento que mais surtos de DTA causou (22 por cento ), o agente etiológico mais estudado foi a Salmonella spp. (22 por cento ) e as residências foram os locais mais envolvidos nos surtos (48 por cento ). Conclusões: Os dados obtidos indicam a necessidade de novas políticas públicas de incentivo a notificação dos surtos, bem como o desenvolvimento de programas de orientação e educação em boas práticas de manipulação de alimentos para a população e estabelecimentos produtores de alimentos
Título em inglês
Overview of foodborne diseases in Brazil from 2000 to 2015
Palavras-chave em inglês
Disease Outbreak
Food Contamination
Foodborne Disease
Resumo em inglês
Introduction: Foodborne disease is a significant public health problem worldwide. The World Health Organization estimates that more than a third of the world's population, including those living in developed countries, is affected by foodborne disease, although many cases are not reported to the local health authority. Purpose: This study aimed to evaluate the occurrence of foodborne disease around different regions of Brazil between 2000 and 2015. Methodology: This is a descriptive study, based on analysis of data from the Brazilian Ministry of Health and from scientific manuscripts regarding foodborne disease at a national level, occurred between January 2000 and December 2015. Data from both sources were evaluated and compared to map the panorama of foodborne disease outbreaks in Brazil. Results: In the period of 2000 to 2015, a total of 11,524 foodborne outbreaks were reported to the Brazilian Ministry of Health, involving 219,909 cases and 167 deaths. In the same period, 50 manuscripts dealing with this topic were published. The largest prevalence of foodborne outbreaks was observed in the Southeast region of Brazil. Based on data from the Brazilian Ministry of Health, mixed foods were the most involved in the outbreaks (12.4 per cent ), followed by those foods prepared with eggs and egg products (8.7 per cent ). In most of the cases, the etiologic agent was not identified (57.8 per cent ). Among those identified, Salmonella spp. was the most frequent (14.4 per cent ), while homes were the main site of occurrence (36,6 per cent ). Based on data from the manuscripts, water was the most involved in the outbreaks (22 per cent ), while Salmonella spp. was the most reported pathogen (22 per cent ) and homes the main site of occurrence (48 per cent ). Conclusion: Notification of foodborne disease outbreaks is one of the fundamental duties to facilitate public health action and needs to be encouraged
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.