• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2014.tde-04112014-104813
Documento
Autor
Nome completo
Taynã Ishii dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Florindo, Alex Antonio (Presidente)
Brigagão, Jacqueline Isaac Machado
Salvador, Emanuel Péricles
Título em português
Estilo de vida e práticas profissionais para a promoção da atividade física em Agentes Comunitários de Saúde
Palavras-chave em português
Agentes Comunitários de Saúde
Atividade Física
Estilo de Vida
Prática Profissional
Resumo em português
Introdução: Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) são profissionais importantes na promoção da atividade física (AF) no Sistema Único de Saúde. No entanto, poucos estudos têm investigado indicadores de saúde relacionados ao estilo de vida e práticas profissionais de ACS na promoção da AF. Objetivo: Descrever indicadores de estilo de vida de ACS e verificar a associação destes com práticas profissionais para a promoção da AF. Método: Foi realizado estudo transversal em 2011 com 30 ACS que atuavam em uma unidade básica de saúde (UBS) no distrito de Ermelino Matarazzo, zona leste da cidade São Paulo. Foram avaliadas a prática de AF (questionário e pedômetro), a qualidade da alimentação (questionário), medidas antropométricas (peso, estatura e perímetro da cintura), aptidão física (força, flexibilidade e aptidão cardiorrespiratória) e pressão arterial. As práticas profissionais para a promoção da AF foram investigadas por meio de duas questões: 1) Se os ACS recomendavam AF para os usuários da UBS há pelo menos seis meses: 2) Se os ACS lideravam ou participavam de grupos de AF oferecidos para usuários da UBS. Foram realizadas análises descritivas e análises de diferenças de médias por meio do teste t de Student para amostras independentes para verificar se existiam diferenças nas variáveis de estilo de vida segundo as práticas profissionais. Todas as análises foram realizadas no software SPSS (versão 1 por cento .0). Resultados: Todos os ACS eram do sexo feminino e a maioria tinha até 39 anos de idade, escolaridade até o ensino médio completo e trabalhava a menos de cinco anos na UBS. A maioria das ACS não praticava pelo menos 1 por cento 0 minutos de AF no lazer, não atingiu a recomendação de pelo menos 10 mil passos diários de caminhada e não tinha qualidade da alimentação considerada como boa. Metade das profissionais estava com excesso de peso, obesidade abdominal e escore de aptidão física ruim ou regular. Sobre as práticas profissionais, por cento 1,9% relataram recomendar AF para os usuários a pelo menos seis meses e por cento 3,6% relataram liderar ou participar de grupos de AF para usuários. As ACS que recomendavam AF para os usuários tiveram maior média de passos diários de caminhada (p=0,039) em comparação com as que não recomendavam. Conclusão: Indicadores de saúde relacionados ao estilo de vida estavam inadequados neste grupo de profissionais. Os ACS que recomendavam AF para os usuários praticaram mais caminhada, o que mostrou que as ppráticas profissionais tiveram associação com a prática de AF nestes profissionais.
Título em inglês
Lifestyle and physical activity promotion practices among Community Health Workers
Palavras-chave em inglês
Community Health Workers
Lifestyle
Physical Activity
Professional Practice
Resumo em inglês
Introduction: The Community Health Workers (CHWs) are important professionals to promote physical activity (PA) within the Brazilian Unified Health Service. However, few studies have investigated lifestyle-related health indicators and professional practices associated with PA promotion among CHWs. Objective: To describe CHWs lifestyle indicators and verify the association between these indicators and professional practices related with PA promotion. Method: A crosssectional study was performed in 2011 with 30 CHWs who were working in a primary healthcare unit (PHU) located in the Ermelino Matarazzo district, East zone of Sao Paulo city. Were assessed PA practice (questionnaire and pedometer), diet quality (questionnaire), anthropometric measurements (weight, height, and waist circumference), physical fitness (strength, flexibility, and cardiorespiratory fitness), and blood pressure. Professional practices related to PA promotion were investigated using two questions: 1) Whether the CHWs used to recommend PA for PHU users to at least six months: 2) Whether the CHWs used to lead or attend PA groups offered for the PHU users. Descriptive analyses and Student's t test for independent samples, to verify difference of means, were performed to determine whether differences in lifestyle variables existed according to professional practices. All analyzes were performed using the SPSS software (version 1 per cent .0). Results: All CHWs were female and most were up to 39 years old, completed the high school, and were working in the PHU for less than five years. Most CHWs did not practice 1 per cent 0 minutes/week or more of PA in their leisure time, did not reach the recommendation of at least 10,000 daily steps, and did not have a good diet quality. Half of all professionals were overweight, with abdominal obesity, and with fair or poor physical fitness scores. About professional practices, per cent 1.9% reported recommending PA for PHU users for at least six months and per cent 3.6% reported to lead or attend PA groups for the PHU users. CHWs that recommended PA for the PHU users had higher average daily steps (p = 0.039) than those that not recommended. Conclusion: Lifestyle-related health indicators were inadequate in this group of professionals. CHWs that recommended PA for the PHU users also practiced more walking, what showed professional practices were associated with PA practice among these professionals.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.