• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Martinho Luemba
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Reis, Alberto Olavo Advincula (Presidente)
Gallo, Paulo Rogerio
Leone, Claudio
Moreira, Daniel Fuentes
Vasconcelos, Carlos Augusto Carvalho de
Título em português
Adaptação e validação discriminante do instrumento Mini Exame do Estado Mental (MEEM) para avaliação neuropsicológica em adultos angolanos com diagnóstico clínico de acidente vascular cerebral (AVC) e epilepsia
Palavras-chave em português
Avaliação Discriminante
AVC
Epilepsia
MEEM
Testes Clínicos
Resumo em português
Doenças como AVC e Epilepsia estão constantemente associadas à manifestação de comprometimentos cognitivos e demência, tendo como característica principal os déficits de memória. Atualmente,o instrumento Mini Exame do Estado Mental (MEEM) é o teste de rastreio de comprometimento cognitivo mais utilizado no mundo, individualmente ou como parte integrante em baterias de avaliação neuropsicológica. Devido afalta de instrumentos específicos pararastreiode comprometimento cognitivo de indivíduos com sintomas de demênciavítimas de AVC e/ou Epilepsia em Angola, África, fez se necessária aadaptação evalidação de instrumentos confiáveis.O presente estudoteve por objetivo a avaliação clínicada versão brasileira do instrumento MEEM adaptado por Brucki, para uso na população adulta de Angola.Trata-se de um estudo clínico comparado, envolvendo três populações. Foram incluídos neste estudo 85 indivíduos acometidos por AVC, 40 por Epilepsia e como grupo de comparação, 87 indivíduos de 20 a 65 anos de idade, supostamente saudáveis. A escolaridade mínima para inclusão do estudo foi definida em 4 anos de ensino formal. O presente estudo foi desenvolvido em parceria com o Serviço de Neurologia do Hospital Américo Boavida e com a Faculdade de Medicina da Universidade Agostinho Neto (FMUAN), ambos localizados ao norte da cidade de Luanda, capital de Angola, África.Toda a amostra foi submetida à coleta de dados sócio demográficos e avaliação neuropsicológica, através do instrumento MEEM. O instrumento consistiu no rastreio de comprometimento cognitivo, contemplando funções como orientação temporal e espacial, memória, cálculo, linguagem e capacidade construtivavisual.No presente estudo, encontramos dados que apontam um desempenho significativamente pior das funções cognitivas em pacientes acometidos por AVC quando comparados a pacientes com Epilepsia e grupo dossaudáveis. Esses achados confirmam a validade do instrumento MEEM, em função das características apresentadas pela doença, sendo possível discriminar com clareza os grupos AVC, Epilepsia e Controles Saudáveis. Os dados obtidos indicam uma boa qualidade da versão na língua portuguesa angolana, sendo a consistência interna da versão adaptada com ? de Cronbach = 0,736, semelhante aos dados de referência. Este estudo pioneiro preenche uma importante lacuna na produção de conhecimento em Angola, abrindo um leque de possibilidades para outros trabalhos científicos no país, facilitando a aplicação dos resultados tanto na área acadêmica-científica, quanto na clínica. É necessário aos profissionais de saúde que se apropriem de mais conhecimentos, para que possam propor intervenções adequadas, que auxiliam nos direitos de saúde e bem-estarda população angolana.
Título em inglês
Adaptation and discriminant validation of the instrument Mini Mental State Examination (MMSE) for neuropsychological assessment in Angolan adults with a clinical diagnosis of stroke (CVA) and epilepsy
Palavras-chave em inglês
Clinical Tests
Discriminant Assessment
Epilepsy
MMSE
Stroke
Resumo em inglês
Diseases such as stroke and epilepsy are constantly associated with the manifestation of cognitive impairment and dementia, having as main feature the memory deficits (Caramelli & Castro, 2005). Currently, the instrument Mini Mental State Examination (MMSE) is the screening test of cognitive impairment most used in the world, individually or as an integrated part in neuropsychological assessment battery (Melo & Barbosa, 2015). Due to the lack of specific instruments for screening cognitive impairment of individuals with dementia symptoms victims of stroke and / or epilepsy in Angola, Africa, it was necessary to adapt and validate reliable instruments. The presentestudy had as objective the clinical evaluationof the brazilian version of the MMSE instrument adapted by Brucki et al. (2003), for use in the adult population of Angola, Africa. It is a comparative clinical study involving three populations. This studyincluded 85 individuals affected by stroke, 40 by Epilepsy, and as a comparison group, 87 individuals, 20 to 65 years of age, who were supposed to be healthy. The minimum schooling for inclusion of the study was defined in 4 years of formal education. Thepresent study was developed in partnership with the Neurology Service of the Américo Boavida Hospital and the Faculty of Medicine of the Agostinho Neto University (FMUAN), both located north of the city of Luanda, the capital of Angola, Africa. All the sample was submitted to the collection of sociodemographic data and neuropsychological evaluation, through the MMSE instrument. The instrument consisted in the screening of cognitive impairment, including functions such as temporal and spatial orientation, memory, calculus, language and visual constructive capacity.In the presente study, we found data that indicate a significantly worse performance of cognitive functions in patients with stroke when compared to patients with epilepsy and healthy group. These findings confirm the validity of theinstrument MMSE in, due to the characteristics of the disease, being possible to discriminate with clarity the groups Stroke, Epilepsy and Healthy Controls. The data obtained indicate a good quality of the Angolan Portuguese language version, being the internal consistency of the adapted versionwhit the Cronbach's alpha = 0.736, similar to the reference data.This pioneering study fills animportant gap in knowledge production in Angola, opening up a range of possibilities for other scientific papers in the country, facilitating the application of the results both in the academic and scientific area, as at the clinic. It is necessary that health professional take ownership of more knowledge, so that they can propose appropriate interventions that assist in health and welfare rights of the Angolan population.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.