• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2015.tde-13102015-132015
Documento
Autor
Nome completo
Ana Paula do Vale Bechara
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Vasconcellos, Maria da Penha Costa (Presidente)
Alvarenga, Marle dos Santos
Garcia, Rosa Wanda Diez
Spada, Patricia Vieira
Título em português
Vivências alimentares e sentimentos de mães de filhos obesos: relação entre duas gerações
Palavras-chave em português
Família Obesogênica
Mães de Filhos Obesos
Nutrição
Obesidade
Obesidade Infantil
Resumo em português
A obesidade, ou o corpo obeso, é uma condição que vem atingindo a adultos e a crianças, análises sobre esta realidade merecem ser investigadas na perspectiva das emoções. Sabe-se que a alimentação é um fenômeno complexo, possuindo múltiplos determinantes. Com relação ao fator psicológico, sabe-se que suas bases estão relacionadas à figura materna e que alterações no desenvolvimento da criança relacionadas a esta são um dos fatores etiológicos de problemas alimentares, como o da obesidade. Este estudo teve como objetivo compreender as vivências relacionadas à alimentação de mães de filhos obesos com as suas próprias mães e a forma como esta relação pode influenciar no cuidado com a alimentação de seus filhos. A abordagem é qualitativa, utilizando a entrevista compreensiva como abordagem empírica. Foram entrevistadas doze mães, com filhos crianças ou adolescentes que tiverem o diagnóstico de obesidade. Observou-se que a alimentação, dentro do contexto de vida contemporâneo, traz o paradoxo do excesso de objetos disponíveis ao consumo, de novos produtos a todo tempo no mercado, acompanhado de relações vazias e da falta de laços. A obesidade traz a questão do vazio e do alimento como um objeto preenchedor do mesmo. A pesquisa em questão apontou para a existência de processos identitários entre mães e filhos, havendo questões mal resolvidas das mães projetadas em suas relações com seus filhos com obesidade, mediadas pelo ato de alimentar. Outros fatores como crenças sócio- culturais e relacionadas ao gênero também estariam exercendo influência sobre os comportamentos maternos frente a alimentação de seus filhos.
Título em inglês
Mothers of obese children feeding experiences and feelings: relationship between two generations
Palavras-chave em inglês
Childhood Obesity
Mothers of Obese Children
Nutrition
Obesity
Obesogenic Family
Resumo em inglês
The obesity, or the obese body, is a condition that is affecting adults and children, analysis of this reality deserve to be investigated from the emotions perspective. Its known that feeding is a complex phenomenon, with multiple determinants. About the psychological factors, its known that theyre linked to the maternal figure and changes in the children development related to this are one of the etiological factors of eating problems such as obesity. This study aimed to understand the mothers of obese children feeding experiences, with their own mothers, and how this relationship can influence the feeding care with their children. The research is qualitative, using the comprehensive interview as empirical approach. Twelve mothers of children or teenagers, diagnosed with obesity, were interviewed. It was observed that food, at the context of contemporary life, brings the paradox of the excess objects available for consumption, new products all the time on the market, accompanied by shallow relationships and lack of ties. Obesity raises the question of emptiness and food as a filler object. This research pointed to the existence of identity processes between mothers and obese children, involving unresolved mothers issues projected in their relationships with their children, mediated by the feeding practice. Other factors such as socio-cultural and gender beliefs were also influencing maternal feeding behaviors with their children.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.