• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2012.tde-10092012-105011
Documento
Autor
Nome completo
Denise Yoshie Niy
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Cuenca, Angela Maria Belloni (Presidente)
Schneck, Camilla Alexsandra
Torloni, Maria Regina
Título em português
Discurso sobre episiotomia nos livros populares sobre gravidez e parto comercializados no Brasil
Palavras-chave em português
Bibliografia como Assunto
Educação em Saúde
Episiotomia
Parto
Resumo em português
Resumo Introdução: Desde meados da década de 1980 existem evidências científicas sólidas para que a episiotomia não seja praticada de modo rotineiro, porém, ela continua sendo amplamente realizada, no Brasil inclusive. A alfabetização em saúde compreende a capacidade de buscar informações e convertê-las em ações. Os livros para gestantes comercializados no país podem ou não contribuir para a alfabetização em saúde da mulher no que se refere à episiotomia. Objetivo: Descrever o conteúdo relativo à episiotomia de livros sobre gravidez e parto disponíveis no Brasil e analisar seus possíveis efeitos de sentido. Métodos: Foram selecionados 11 livros sobre gravidez publicados no Brasil a partir de buscas em lojas virtuais. Todo o conteúdo sobre episiotomia foi destacado para leitura. Conforme aporte teórico de Patrick Charaudeau, esse conteúdo foi descrito quanto a identificação e qualificação da episiotomia, qualificação de seus riscos e benefícios e qualificação das alternativas à episiotomia. Resultados: Apenas quatro livros mencionam a episiotomia, que é identificada também como corte, incisão, procedimento, intervenção, entre outros termos. De modo geral, a episiotomia é qualificada quanto ao que ela supostamente evita, a lesão perineal, que seria também um dos seus principais benefícios, segundo as obras analisadas, o que não condiz com as evidências científicas. Os riscos da episiotomia, quando abordados, são minimizados e os métodos de proteção do períneo raramente são expostos. Os livros analisados refletem o atual panorama da assistência ao parto no Brasil, em que a episiotomia ou é um procedimento invisível ou tem seus efeitos adversos minimizados ou mesmo ignorados. Conclusão: O discurso das obras está descolado das evidências científicas no que se refere à episiotomia. Os textos analisados reforçam a posição do médico como detentor do conhecimento e não contribuem para a alfabetização em saúde da mulher.
Título em inglês
Discourse about episiotomy in popular pregnancy and childbirth books sold in Brazil
Palavras-chave em inglês
Bibliography as Topic
Episiotomy
Health Education
Parturition
Resumo em inglês
Abstract Introduction: Since the mid-1980s, there has been sound scientific evidence showing that episiotomy should not be used on a routine basis, even though its use largely persists to this day, including in Brazil. Health literacy means the ability to search for information and convert it into action. Childbirth and pregnancy books sold in Brazil may or may not help improve womens health literacy regarding episiotomy. Objective: To describe the content of books about pregnancy and childbirth which are available in Brazil, mainly as far as episiotomy is concerned, and to analyze their possible meaning effects. Methods: Eleven childbirth books published in Brazil were selected from online stores. All the content related to episiotomy was highlighted for further reading. As proposed by Patrick Charaudeau, the texts highlighted were described as to identification and qualification of episiotomy, qualification of episiotomy risks and benefits and qualification of alternative methods. Results: Only four books mention episiotomy, and it is also referred to as cut, incision, procedure, intervention, among other designations. Altogether, episiotomy is qualified as to what it is supposed to prevent, perineal tear. According to the literature analyzed, the prevention of perineal tear would be one of the main benefits from episiotomy, which does not match the evidence. Whenever mentioned, risks of episiotomy are understated and the protection of the perineum through alternative methods is stated scarcely. The books analyzed reflect the current state of Brazils childbirth practices, where episiotomy is either invisible or has its side effects either understated or disregarded. Conclusion: The books discourse regarding episiotomy is not supported by scientific evidence. The texts analyzed reinforce the physicians authority as knowledge keeper and do not help improve womens health literacy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DeniseYoshie.pdf (605.08 Kbytes)
Data de Publicação
2012-09-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.