• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2015.tde-08042015-103829
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Pereira Cruce
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Campos, Edemilson Antunes de (Presidente)
Feuerwerker, Laura Camargo Macruz
Melo, Lucas Pereira de
Título em português
Diabetes: práticas e sentidos de cuidado e autocuidado em fluxo no Sistema Único de Saúde (Sus)
Palavras-chave em português
Actantes
Cuidado e Autocuidado
Diabetes
Etnografia
Redes
Resumo em português
Problema de saúde pública de prevalência global, a diabetes está em franca expansão em todo planeta, vinculada ao contexto socioeconômico, às condições de urbanização e ao envelhecimento populacional. Estimativas da Organização Mundial da Saúde indicam que existem, atualmente, 387 milhões de pessoas vivendo com diabetes no mundo. Quarto colocado no ranking da International Diabetes Federation, o Brasil tem 11,6 milhões de adoecidos, 10% dos quais insulinodependentes. É nesse cenário epidêmico que se dá a construção de redes e sentidos de cuidado e autocuidado da diabetes baseados em práticas e conceitos elaborados por actantes os mais diversos, das políticas públicas brasileiras de saúde coletiva a profissionais de saúde e adoecidos crônicos. Assim, o objetivo deste trabalho é analisar como as redes e seus actantes humanos e não humanos (políticas públicas, rede de atenção à saúde, profissionais de saúde, pacientes, amigos e familiares, medicamentos, insumos e tecnologias) performam e são performados na produção de cuidado e autocuidado no cotidiano dos serviços especializados. Para tanto foi realizado um estudo etnográfico, por meio de observação participante e entrevistas semiestruturadas de profissionais de saúde e usuário de unidade de atenção secundária do município de São Bernardo do Campo, no ABCD paulista. O objetivo foi, assim, contribuir para o entendimento das relações entre atores os mais diversos a partir de produção de cuidado e autocuidado e, consequentemente, refletir sobre a saúde coletiva e os projetos terapêuticos mais próximos dos contextos culturais e das singularidades de adoecidos crônicos e profissionais de saúde.
Título em inglês
Diabetes: practices and senses of care and self-care in flow in the Public Health System (SUS)
Palavras-chave em inglês
Actants
Care and Self-Care
Diabetes
Ethnography
Networks
Resumo em inglês
Public health problem of global prevalence, diabetes is booming across the planet, linked to the socioeconomic context, conditions of urbanization and population aging. Estimates from the World Health Organization indicate that there are currently 387 million people living with diabetes worldwide. Fourth place in the ranking of the International Diabetes Federation, Brazil has 11.6 million sickened, 10% of which insulin dependent. It is in this epidemic scenario that gives the building of care and self-care networks and their senses of diabetes based on established practices and concepts of the most diverse actants, from Brazilian public health policy to health professionals and chronic ill. The objective of this study is to analyze the networks and their human and non-human actants (public policy, health care network, health professionals, patients, friends and family, medicines, supplies and technologies) enact and are enacted in the production of care and self-care in the routine of medical specialized services. The study is an ethnography using participant observation and semi-structured interviews of health professionals and users of public specialized medical care unit in São Bernardo do Campo, São Paulo ABCD. The aim was thus to contribute to the understanding of the relationships among the various actors from care and self-care production and consequently reflecting on public health and the therapeutic projects of chronic ill and health professionals on their cultural contexts and singularities.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.