• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2014.tde-04062014-133916
Documento
Autor
Nome completo
Paulo de Figueiredo Garcia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Gallo, Paulo Rogerio (Presidente)
Monteiro, Carlos Bandeira de Mello
Resende, Maria Bernadete Dutra de
Título em português
Aderência de crianças e adolescentes que vivem com deficiências físicas em relação a personagem virtual com deficiência física
Palavras-chave em português
Autoestima
Educação Infantil
Pessoas com Deficiência
Tecnologia Assistiva
Terapia de Exposição à Realidade Virtual
Resumo em português
Segundo dados oficiais, há no Brasil 45 milhões de pessoas com alguma deficiência, o que corresponde a 23,5 por cento da população, este número tem crescido devido a diversos fatores, entre eles ao aumento da morbidade que acarretam deficiências motoras e cognitivas. À luz deste quadro abordam-se as possibilidades de recursos e serviços desenvolvidos para proporcionar ou aumentar habilidades funcionais de indivíduos com deficiência, com o objetivo de promover a vida independente e a inclusão, definidos como Tecnologia Assistiva. Espera-se que estes novos aplicativos contribuam na desestigmatização da deficiência no âmbito da sociedade, contribuindo para que a coletividade perceba o deficiente em toda sua potencialidade. Objetivo: analisar a aderência de crianças e adolescentes com deficiências físicas em relação a personagem virtual com deficiência física. Método: trata-se de um estudo transversal aninhado ao desenvolvimento e utilização de um aplicativo na forma de jogo eletrônico a ser instalado em plataforma IOS para telefones celulares. População: 29 crianças e adolescentes entre seis e dezoito anos de idade, cadeirantes devido a lesões dos sistemas músculo-esquelético, portadores da Distrofia Muscular de Duchenne (DMD), que possuam cognição para a compreensão e capacidade motora para a utilização do aplicativo, em seguimento no Ambulatório de Distrofia Muscular do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Coleta de dados: o aplicativo desenvolvido prevê a exposição aleatória de 3 avatares como personagens principais do jogo, sendo a disposição dos personagens em tela, personagem escolhido, tempo de decisão, número de escolhas e tempo de permanência no jogo automaticamente registrados pelo programa. Paralelamente às informações coletadas automaticamente, cada criança, junto ao cuidador responde a 2 formulários (antes e depois) com informações sócio-demográficas, clínicas e sobre suas impressões sobre o jogo. Análise dos dados: médias e medianas dos dados são apresentados em tabelas simples de frequência e analisados segundo técnicas estatísticas para dados contínuos e categóricos. O nível de significância alfa foi definido como <= 0,05 e o poder do teste em 20 por cento . Aspectos éticos: este projeto de pesquisa foi submetido e aprovado no Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. Resultados: pelos achados da presente dissertação a escolha do avatar cadeirante é mais frequente que a dos demais avatares disponíveis para seleção, com 43,5 por cento das escolhas nos 269 processos de seleção analisados; é também o mais frequentemente escolhido quando analisado pelo critério de maior número de escolhas por participante (44,8 por cento das escolhas frente a 17,2 por cento do avatar motociclista e 13,8 por cento do avatar ciclista); e o com maior frequência de escolha quando os indivíduos participantes foram agrupados por condições sociais e demográficas. Conclusões: 1) existe aderência de crianças e adolescentes que vivem com deficiências físicas em relação ao personagem virtual com deficiência física; 2) indivíduos com deficiência física não rejeitam aplicativos computacionais onde esteja presente um personagem com deficiência física; 3) a opção do avatar cadeirante como personagem principal do aplicativo é superior a dos demais avatares; 4) a visão do avatar com deficiência física distancia-se de ser compreendida como elemento indutor de tristeza.
Título em inglês
Adherence of children and adolescents living with disabilities regarding to an avatar with physical disabilities
Palavras-chave em inglês
Assistive Technology
Early Childhood Education
People with Disabilities
Self Esteem
Therapy Exposure to Virtual Reality
Resumo em inglês
According to official data, in Brazil 45 million people live with disabilities, which corresponds to 23.5 per cent of the population, this number has grown due to several factors, including the increased morbidity that cause motor and cognitive disabilities. This framework address the possibilities of resources and services designed to provide or enhance functional abilities of individuals with disabilities in order to promote independent living and inclusion, defined as Assistive Technology. Expected that new applications can contribute to the end of stigmatization of disability within society, contributing for the community perceives all potentials existing in people with disabilities. Objective: To analyze the adherence of children and adolescents with physical disabilities regarding to an avatar with physical disabilities. Method: it is a cross-sectional study with a development and use of an application f electronic game to be installed on iOS platform for mobile phones. Population: 29 children and adolescents between six and eighteen years old, wheelchair due the muscular systems injuries, patients with Duchenne Muscular Dystrophy (DMD), with cognition for understanding and motor ability to use the application, supported at Muscular Dystrophy Ambulatory of Hospital das Clinicas da Universidade de São Paulo. Data collection: the developed application provides random display of 3 avatars as main characters of the game, the chosen avatar, the decision time and the number of choices was automatically recorded. Before and after the game, each participant answer questions about socio-demographic, clinical, and game impressions. Data analysis: mean and median of the data are presented in simple frequency tables and analyzed using statistical techniques for continuous and categorical data. The level of significance was set at alpha <= 0.05 and power of the test by 20 per cent . Ethical considerations: This research project was approved in the School of Public Health, University of São Paulo Research Ethics Committee. Results: Of the findings of this dissertation, the choice of a wheelchair avatar was more frequent than the other avatars available for selection, with 43.5 per cent of 269 analyzed selection processes, it is also the most often chosen, when analyzed by the of most choices per participant (44.8 per cent compared with 17 per cent of the biker avatar and 13.8 per cent of cyclist avatar choices), and it's was more frequently choice, when participants were grouped by many social and demographic conditions. Conclusions: 1) there is adherence of children and adolescents living with disabilities regarding to an avatar with physical disabilities, 2) children and adolescents with physical disabilities do not reject computing applications where is present an avatar with physical disabilities., 3) The option for wheelchair avatar for main character of the application was bigger as the other avatars; 4) the vision of avatar with physical disabilities was not understood as an inductive of sadness element.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PauloGarcia.pdf (1.71 Mbytes)
Data de Publicação
2014-06-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.