• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2014.tde-26012015-153730
Documento
Autor
Nome completo
Denise Eugenia Pereira Coelho
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Bógus, Claudia Maria (Presidente)
Ayres, Jose Ricardo de Carvalho Mesquita
Castro, Inês Rugani Ribeiro de
Título em português
Vivências do plantar e do comer: produção de sentidos em escolas com horta
Palavras-chave em português
Agricultura Urbana
Educação Alimentar e Nutricional
Pesquisa Qualitativa
Promoção da Saúde
Saúde Escolar
Resumo em português
Introdução: Diante do cenário social contemporâneo, que apresenta dilemas e contradições nos variados campos do conhecimento e âmbitos da vida, o desenvolvimento de ações educativas em saúde e alimentação passa pela ressignificação das práticas relacionadas ao cuidado. No campo da alimentação, é importante que as práticas educativas partam de uma compreensão da alimentação como um fato social e busquem resgatar o vínculo com o alimento e a natureza. A escola é um espaço destacado para desenvolver ações de Educação Alimentar e Nutricional (EAN). As hortas escolares podem ser uma importante estratégia pedagógica, participativa e significante, com possibilidades de articular as disciplinas curriculares e de produzir um aprendizado pelo contato direto com o alimento e a natureza. Tem-se como questão central deste trabalho: que sentidos a horta pedagógica pode produzir na relação com a comida e na relação com a escola? Objetivo: Compreender a produção de sentidos na alimentação, entre os educadores, decorrente do envolvimento com a horta na escola. Material e métodos: Pesquisa qualitativa, com base na hermenêutica filosófica, desenvolvida em três escolas municipais do município de Embu das Artes, situado na região metropolitana de São Paulo. Como procedimentos de coleta de dados foram feitas entrevistas em profundidade com professores, funcionários e diretores das escolas, envolvidos nas atividades desenvolvidas nas hortas escolares. Resultados e discussão: O desenvolvimento da horta nas escolas produziu sentidos que dizem respeito: ao aprendizado horizontal e trocas de experiências; ao contato, ou seja, que permite a vivência e não apenas conteúdos teóricos; ao cuidado, pelas experiências subjetivas e intersubjetivas; ao estreitamento de vínculos com a natureza, com as pessoas, com a comida. As hortas escolares são uma importante proposta pedagógica, pois abrem diversas possibilidades para se pensar a relação com a alimentação e a saúde na sociedade contemporânea.
Título em inglês
Experiences of growing and eating: senses production in schools with gardens
Palavras-chave em inglês
Food and Nutrition Education
Health Promotion
Qualitative Research
School Health
Urban Agriculture
Resumo em inglês
Introduction: Given the contemporary social scene, which presents dilemmas and contradictions in various fields of knowledge and aspects of life, the development of health and nutrition educational activities passes through redefinition of practices related to health care. In the field of nutrition, comprehension of food as a social fact and rebuilding bonds between food and nature are important perspectives for those educational practices. Schools can be privileged places for developing Food and Nutrition Education actions. School gardens can be an important educational strategy, as it can be participatory and meaningful for the persons involved, with possibilities to articulate curriculum subjects and to produce learning by direct contact with food and nature. The central issue of this thesis is: what senses school garden can produce for the involved persons relationship with food and for their relationship with the school dynamics? Objective: To understand the production of meanings related to food, among educators, due to their involvement with school gardens. Methods: A qualitative study, based on philosophical hermeneutics, was conducted in three public schools in the city of Embu das Artes, located in the metropolitan region of São Paulo. For data collecting, in-depth interviews were conducted with teachers, staff and the heads of school, involved in school garden activities. Results and discussion: Developing school gardens have produced senses related to: horizontal learning and exchange of experiences; practical learning, allowing experience of contact and not only theoretical content; building of health care, through subjective and intersubjective experiences; strengthening of bonds with nature, with people and with food. School gardens are an important pedagogical proposal, since it opens many possibilities to think the relationship with food and health in contemporary society.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.