• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Antonio Carlos de Azevedo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1979
Orientador
Banca examinadora
Tinoco, Aldo da Fonseca (Presidente)
Almeida, Eurivaldo Sampaio de
Juarez, Edmundo
Marcondes, Ruth Sandoval
Yunes, Joao
Título em português
Avaliação do impacto da operação de postos de saúde em pequenas comunidades rurais do norte do Estado de Goiás, Brasil
Palavras-chave em português
Avaliação de Impacto
Comunidades Rurais
Operação de Unidades de Saúde
Resumo em português
O autor estuda o impacto da operação de postos rurais com utilização de pessoal auxiliar de formação elementar, em três comunidades isoladas no interior do Estado de Goiás - Brasil. As comunidades tinham entre 120 e 352 habitantes e distavam entre 58 e 67 km da sede do município. Fo raro realizados inqueritos "antes" e "depois", com intervalo de 1 ano e seis meses entre ambos. Uma quarta comunidade serviu de testemunho, na qual, no entanto, somente foi possível realizar o inquérito "depois". O inquérito aplicado envolvia a coleta de dados referentes a informações sobre cada membro da família, habitação, saúde, trabalho e relações de vizinhança, e foi idealizado por pessoal com experiência no local, tendo em vista o uso de termos regionais e sua aplicação pelo auxiliar rural. As conclusões são no sentido da impossibilidade de se avaliarem indicadores tradicionais de saúde num grupo de comunidades tão pequenas; de que houve modificação no padrão declarado de utilização de serviços, com diminuição da procura de serviços na sede do município pelas gestantes e principalmente, por parte da população em geral; e de que houve diminuição da procura do sistema informal de saúde (curandeiros e rezadores). Os resultados com relação à vacinação foram modestos face a escassez de imunizantes na região à época do estudo. Houve aumento do grau de informação com relação à saúde nas três comunidades. Houve melhora da qualidade da habitação, principalmente devido à construção de privadas higiênicas (fossas secas). Além do incremento acentuado na formação de hortas domésticas houve modificações da vida comunitária não previstas no projeto, que foram: aparente diminuição dos hábitos de mascar e aspirar fumo, incremento na proporção de famílias possuidoras de rádio e, principalmente, aumento de sua utilização como meio de obter informações de fora da comunidade e ainda aumento da frequência das viagens. Se estas modificações puderem ser atribuídas de fato à presença do atendente rural, o que parece possível, estaremos diante de um processo de modernização da comunidade, desencadeado pela presença do posto rural. Não foram identificados efeitos negativos da operação do posto. Especialmente a duração do período de amamentação (mediana em torno de 6 meses) foi mantida. O modelo de investigação parece ser passível de ser aplicado em outros serviços rurais do interior do país a custos muito baixos. O trabalho contém ainda breve resenha histórica da utilização de pessoal auxiliar em atendimento primário de saúde, especialmente em áreas rurais.
Título em inglês
Evaluation of the impact of the operation of health posts in small rural communities in the north of the State of Goiás, Brazil
Palavras-chave em inglês
Impact Assessment
Operation of Health Stations
Rural Communities
Resumo em inglês
This paper describes the evaluation of the impact of health stations services on three isolated small villages in the Brasilian Amazon Region (State of Goiás). The communities, located 58 to 67 km from the town of Porto Nacional, by the Tocantins River, had between 120 and 352 inhabitants. A fourth village vas included in the study as a control group. A survey was performed "before" and "after" within a year and a half time span, but due to circumstancial reasons, it was only possible to conduct an "after" survey in the control community. The surveys were constituted of a questionnaire which gathered personal data of each family member, housing conditions, health patterns, working and neighborhood relations. They were designed by local experienced technicians, including regional language (idioms) and the feasibility of interview by tbe health aide. Conclusions are established in terms of evaluation impossibility of the traditional health indicators in tiny communities like the ones which were observed and in such a short time span. Clear changes were observed in the stated patterns of health services utilization, including a decrease in the town medical and public health services demand by pregnant women and mainly by the general population and a decrease of demand on the communities informal health system (healers, herbalists). The vaccination program showed modest results due to lack of the immunizants in the region at that period. In all three experimental communities, an increase in the health knowledge and housing quality scores was observed. The latter was related chiefly to the construction of privies. Besides an improvement also in the cultivation of backyard gardens, some unplanned effects upon the communities vere observed: (1) a descrease in proportion of adults chewing and sniffing tobacco, although the "modern" habit of smoking didn't suffer any modification (2) increase in radio set ownership and its utilization as a news-gathering device (instead of the "traditional" source - travelling neighbors) and (3) increase in the frequency of trips outside the community. lf, in fact, these modifications can be related to the presence of the rural bealth atation, as is seems probable. they could be identified as a "modernization pattern" of population practices under the action of the primary health worker. Although searched for undesirable results of the aides' action were not identified. Particularly the breast-feeding period was maintained or slightly increased. The author concludes recommending the convenience of the research model for utilization in similar situations because cf the survey's applicability by auxiliary personnel and its remarcably low cost. The paper includes also brief historieal and theoretical comments on auxiliary-health personnel utilization in primary health care delivery systems specially in rural areas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.