• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2007.tde-14112007-091409
Documento
Autor
Nome completo
Miriam Lopes da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Matte, Maria Helena (Presidente)
Baldassi, Lucia
Pinto, Ana Maria de Souza
Título em português
Pesquisa de Aeromonas spp., Vibrio spp. e da qualidade sanitária de peixes comercializados na cidade de São Paulo
Palavras-chave em português
Aeromonas
DTAs
Peixe
Saúde Pública
Vibrio
Vigilância sanitária
Resumo em português
Práticas nutricionais saudáveis e a globalização cultural popularizaram o consumo de pratos à base de peixe cru, anteriormente restritos aos países orientais. Estimativas mostram que doenças de origem alimentar causam aproximadamente 76 milhões de casos, 325 mil hospitalizações e 5 mil mortes a cada ano, somente nos Estados Unidos. Casos com etiologia desconhecida somam 62 milhões, com 265 mil hospitalizações e 3.200 mortes. O objetivo deste estudo foi investigar a presença de Escherichia coli, Salmonella spp. e Staphylococcus aureus e cepas potencialmente patogênicas de Aeromonas spp. e Vibrio spp. em peixes comercializados em feiras livres da cidade de São Paulo, Brasil. Vinte amostras de peixes, de diferentes espécies, foram adquiridas em feiras livres e analisadas utilizando metodologia convencional para investigação de patógenos em alimentos. Altos níveis de contaminação fecal foram detectados em 25% das amostras. Staphylococcus aureus foi isolado em 10% das amostras, entretanto em valores abaixo do permitido pela legislação brasileira. Todas as amostras estavam negativas para Salmonella spp. V. parahaemolyticus não foi isolado, 30% das amostras foram positivas para outras espécies de Vibrio, inclusive Vibrio cholerae não-O1/não-O139. Aeromonas spp. , incluindo A. hydrophila foi isolada em 50% das amostras de peixe. O isolamento de Vibrio cholerae não-O1/não-O139 e Aeromonas hydrophila, assim como Staphylococcus aureus e Escherichia coli, sugere que peixes comercializados em feiras livres da cidade de São Paulo podem representar um risco para os consumidores e ser um importante veículo de transmissão de espécies enteropatogênicas.
Título em inglês
Investigation of Aeromonas and Vibrio species and sanitary quality in fish commercialized in São Paulo City
Palavras-chave em inglês
Aeromonas
Fish
Foodborne diseases
Public health
Sanitary surveillance
Vibrio
Resumo em inglês
Healthier nutritional lifestyles and cultural globalization have popularized the consumption of raw fish dishes that were previously restricted to oriental countries. Estimates indicate that food-borne diseases cause approximately 76 million illnesses, 325,000 hospitalizations and 5,000 deaths each year in the United States alone. Cases with unknown etiology account for 62 million illnesses, 265,000 hospitalizations and 3,200 deaths. The purpose of this study was to investigate the presence of Escherichia coli, Salmonella spp., Staphylococcus aureus and potentially pathogenic strains of Aeromonas spp. and Vibrio spp. in fish commercialized at the retail level in the markets of São Paulo City, Brazil. Twenty fish of different species were analysed for foodborne pathogens using conventional methodologies. High levels of faecal contamination were detected in 25% of fish samples. Staphylococcus aureus was isolated from 10% of samples; however, in each case this was below the limits established by Brazilian legislation. All samples were negative for Salmonella and 30% tested positive for others Vibrio spp., including Vibrio cholerae non-O1/non-O139. Vibrio parahaemolyticus was not found in this study. Aeromonas spp., including A. hydrophila, were isolated in 50% of fish samples. The isolation of Vibrio cholerae non-O1/non-O139 and Aeromonas hydrophila as well as Staphylococcus aureus and Escherichia coli suggests that fish commercialized in São Paulo City may represent a health risk to consumers and be an important vehicle for transmission of these enteropathogenic species.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-01-28
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • SILVA, ML, et al. OCCURRENCE OF PATHOGENIC MICROORGANISMS IN FISH SOLD IN SÃO PAULO, BRAZIL [doi:10.1111/j.1745-4565.2009.00192.x]. Journal of Food Safety [online], 2010, vol. 30, p. 94-110.
  • SILVA, ML, MATTÉ, GR, e MATTE, M. H. Aspectos sanitários da comercialização de pescado em feiras livres da cidade de São Paulo, SP/Brasil. Revista do Instituto Adolfo Lutz, 2008, vol. 67, p. 208-214.
  • SILVA, ML, et al. Avaliacão Sanitária de Peixes Comercializados em Feiras Livres da Cidade de São Paulo. In XXIX Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária, São Paulo, 2002. Anais do XXIX Congresso Brasileiro de Medicina Veterinária., 2002. Resumo.
  • SILVA, ML, et al. Isolamento de Vibrio cholerae e Aeromonas spp em amostras de peixes comercializados em feiras-livres da cidade de São Paulo. In XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia, Florianópolis SC, 2003. XXII Congresso Brasileiro de Microbiologia Programa., 2003. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.