• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Lilia Bueno de Magalhães
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1992
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Maria de Lourdes (Presidente)
Derntl, Alice Moreira
Fonseca, Rosa Maria Godoy Serpa da
Ibañez, Nelson
Nogueira, Maria Jacyra de Campos
Título em português
A prática dos enfermeiros em postos de saúde municipais no Estado do Paraná, e sua relação com a formação profissional e as organizações dos serviços
Palavras-chave em português
Formação Profissional
Prática de Enfermagem
Resumo em português
A expansão do mercado para enfermeiras, em postos de saúde municipais, levou a uma pesquisa para caracterizar a prática desses profissionais em postos de saúde de 22 municípios do Estado do Paraná, e sua relação com a formação profissional e organização dos serviços. São descritos a carga horária e conteúdo das disciplinas de enfermagem de saúde pública, das 7 escolas de enfermagem do Estado, e a existência nas secretarias ou departamentos, de programas, atribuições dos enfermeiros e auxiliares de saúde, manual de normas e procedimentos. Foram entrevistados 117 enfermeiros. A população estudada apresentava como características: ter menos de 5 anos de formação (65,8 por cento ), trabalhar no municipio há menos de 2 anos (58,9 por cento ) e com uma carga horária contratual em maior proporção de 40 horas semanais (47,9 por cento ); o número de enfermeiros com formação específica na área era baixo: habilitação em saúde pública 16,3 por cento e especialização em saúde pública 28,0 por cento . Tinham sob sua supervisão em média 2.1 postos de saúde e 8.4 auxiliares de saÚde. A frequência maior entre as atividades administrativas foi a supervisão (76,0 por cento ); nas assistenciais o atendimento de enfermagem (83,7 por cento ) e nas educativas o treinamento de pessoal (50,4 por cento ). A atividade de pesquisa apresentou baixo percentual (4,2 por cento ). As reuniões em nível central foram as mais frequentes entre as extra-posto de saúde. Os fatores facilitadores do desempenho foram o relacionamento inter-equipe, o apoio institucional e a autonomia e entre os dificultadores a planta fisica, insuficiência de recursos humanos e capacitação insuficiente. Não participavam da programação 23,1 por cento e as atividades com a comunidade foi referida por 56,4 por cento dos entrevistados. Foi avaliado insuficiente o conteúdo teórico e prático da disciplina enfermagem de saúde pública e as sugestões foram para mudanças no conteúdo, carga horária, alocação e integração com outras disciplinas. Os egressos da escola de Enfermagem da Fundação Universidade de Cascavel (FECIVEL) foram os que apresentaram diferenças significativas entre as atividades desenvolvidas em relação às outras escolas. As atividades de supervisão e treinamento de pessoal apresentaram uma forte evidência de que a proporção dos enfermeiros, que desempenham estas atividades nos serviços organizados,é maior que nos serviços não organizados. As atividades com a comunidade e a participação na programação mostraram-se não associadas à organização, sugerindo que as variáveis selecionadas para compor o indicador serviço organizado, parecem ser inadequadas para esta associação.
Título em inglês
The practice of nurses at municipal health posts in the State of Paraná, and their relationship with professional training and service organizations São Paulo
Palavras-chave em inglês
Nursing Practice
Vocational Training
Resumo em inglês
This research was meant to verify the practice of professionals in health units of 22 municipalities in the state of Paraná. The amount of hours and subject matter content in the public health nursing courses of seven state schools, the availability of health programs in government departments, the duties of nurses and health assistants, and the manual of norms and procedures were checked and presented in this work. 117 nurses interviewed had the following characteristics: less than five years of graduation (65.8 per cent ), less than two years job experience in the municipality (58.9 per cent ), 40 hour weekly work (47.5 per cent ). The nurses with a specialized field of studies in public health (28.0 per cent ) had under their supervision an average of 2.1 health units and 8.4 health assistants. Supervision scored highest within administrative work (76.0 per cent ), nursing scored 83.7 per cent as an assisting work. Within the educational work, personnel training scored 50.4 per cent whereas the research work scored only 4.2 per cent . Among out-of-the-health unit activities, meetings were the most frequent. Facilitating factors of performance were inter-teams relationship, institutional support and autonomy. The impeding factors were the area plan, the lack of human resources and qualification. 39.3 per cent of the informants did not engage in any community program. The theoretical and practical content of the public health nursing càurse was considered insufficient by 33.2 per cent . Suggestions were given as to content, disciplines and amount of hours in the course. The nurses graduated in Faculdade de Educação, Ciências e Letras in the city of Cascavel (FECIVEL) presented significant differences as to their formation and professional practice compared to graduates from other schools. Nevertheless, similarities were found in terms of community participation by graduates from Universidade Federal do Paraná, participation in programs by those from Universidade Católica do Paraná and Centro de Estudos Superiores de Londrina (CESULON), and personnel training by those from Universidade Estadual de Londrina. The relation between practice and organized services also presented differences as to supervision and training. And activities with the community and participation in programs were seen as independent variables in the organization of health services.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.