• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2009.tde-09042009-102619
Documento
Autor
Nome completo
Jaqueline Caracas Barbosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Castro, Claudio Gastão Junqueira de (Presidente)
Almeida, Margarida Maria Mattos Brito de
Heukelbach, Jorg
Nemes, Maria Ines Baptistella
Oliveira, Maria Leide Wan Del Rey de
Título em português
Pós-alta em hanseníase no Ceará: olhares sobre políticas, rede de atenção à saúde, limitação funcional, de atividades e participação social das pessoas atingidas
Palavras-chave em português
Atividades Cotidianas
Ceará
Hanseníase
Hanseníase/reabilitação
Participação Social
Risco
Saúde do Portador de Deficiência ou Incapacidade
Resumo em português
Objetivo: Caracterizar a adequação das ações do programa de controle da hanseníase no momento do pós-alta nos municípios de Sobral e Fortaleza, Ceará, no plano de políticas públicas, organização da rede de atenção à saúde, limitação funcional e de atividades e participação social das pessoas atingidas. Metodologia: Pesquisa transversal descritiva realizada no período de agosto de 2006 a setembro de 2007. Incluiu 304 residentes afetados pela hanseníase dos dois municípios uma amostra de 10% dos que receberam alta entre 2003 e 2005. Além da construção do cenário técnico-político do pós-alta, foram realizados nos participantes exame físico dermatoneurológico, avaliação simplificada das funções neurais, caracterização sociodemográfica, caracterização da limitação de atividade e consciência de risco e caracterização da restrição à participação social. Resultados: A população era em sua maioria masculina, parda, com baixas condições socioeconômicas e com profissões/ocupações que ampliavam a vulnerabilidade para incapacidades físicas. Aqueles com marcante progressão do grau de incapacidade física eram, em sua maioria, multibacilares (87% em Sobral; 62,6% em Fortaleza). O acesso à atenção pós-alta foi frágil em relação a intervenções como cirurgias e atenção psicológica. Os estados reacionais contemplaram em grande parte a busca e oferta de atenção neste período. Aproximadamente 30% das pessoas em acompanhamento pós-alta tiveram necessidade de encaminhamentos adicionais. Esse acompanhamento não seguiu parâmetros de referência. Existiu baixa percepção de risco dos participantes (escore 0: 60,1% em Fortaleza; 56,5% em Sobral); não houve relação definida entre escala SALSA e idade ou EHF. A maioria não apresentou nenhuma restrição significativa à participação; aqueles com restrição configuravam-se principalmente no plano relativo aos aspectos do trabalho. Do ponto de vista técnico-político foram observados importantes avanços no país nas questões do pós-alta. Conclusões: Foram identificadas lacunas em termos da operacionalização da atenção às pessoas atingidas no momento do pós-alta em ambos os municípios. A análise integrada e ampliada dessa pesquisa possibilitou a verificação da fragilidade das ações voltadas ao momento do pós-alta nos municípios estudados. A abordagem das pessoas atingidas pela hanseníase mantém-se como um importante desafio para o SUS.
Título em inglês
Hansens disease after release from treatment in Ceará state: views about policy, health care networks, activity and functional limitation, and social participation in affected people.
Palavras-chave em inglês
Activities of Daily Living
Ceará
Hansens Diseases/Rehabilitation
People with Disabilities
Risk
Social Participation
Resumo em inglês
Objective: To characterize the performance of actions of the Hansens Disease Control Programs in Sobral and Fortaleza municipalities, Ceará State, regarding health policy planning, organization of health care networks, activity and functional limitation and safety awareness, and social participation in affected people after release from treatment. Methods: Descriptive and cross-sectional study performed from August 2006 to September 2007. In total, 304 affected residents of both municipalities were included a sample of 10% of cases released from treatment between 2003 and 2005. Besides the analysis of technical and political scenarios, the following data were collected: dermatological and neurological examination, simplified assessment of neural deficits, socio-demographic characterization, assessment of activity limitation and safety awareness, and characterization of social participation. Results: The majority of the population was male, coloured, of low socio-economic status and performing jobs with increased vulnerability for development of physical disabilities. The majority of patients presenting with a high degree of physical disability were multibacillary (87%, Sobral; 62.6%, Fortaleza). The access to specific health care after release from treatment was limited, especially to surgeries and psychological care. Most cases attended were due to Hansens disease reactions. About 30% of people followed up after release from treatment needed additional evaluations by other specialists. Guidelines were not used when following up patients. There was a low risk perception of study participants (score 0: 60.1%, Fortaleza; 56.5%, Sobral) and no clear relation between SALSA scale and age or EHF score. Most participants did not present any significant participation restriction; if restrictions were present, work-related aspects were most frequently involved. Considering operational and political aspects, a progress was observed in these questions after release from treatment. Conclusions: Problems were identified related to application of health care after release from treatment. The present comprehensive and integrated analysis detected the fragility of measures focusing on Hansens disease patients after release from treatment in both municipalities. The assessment of these people continues to be an important challenge for Brazils Unified Health System.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
JaquelineCaracas.pdf (2.60 Mbytes)
Data de Publicação
2009-04-30
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • BARBOSA, J. C., et al. Pós-alta em Hanseníase no Ceará : limitação da atividade funcional, consciência de risco e participação social [doi:10.1590/S0034-71672008000700012]. Rev. bras. enferm. [online], 2008, vol. 61, n. Esp., p. 727-733.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.