• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2018.tde-05012018-095623
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Coimbra de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Bousquat, Aylene Emilia Moraes (Presidente)
Cherchiglia, Mariangela Leal
Coviello, Denise Martin
Lieber, Nicolina Silvana Romano
Título em português
Itinerário terapêutico de pacientes com artrite reumatoide em uso de medicamentos modificadores do curso da doença biológicos
Palavras-chave em português
Artrite Reumatoide
Itinerário Terapêutico
Medicamento Biológico
Medicamento Modificador do Curso da Doença
Resumo em português
Introdução A artrite reumatoide (AR) é uma doença crônica autoimune degenerativa, de alta prevalência e alta morbimortalidade, com difícil diagnóstico em todo o mundo. O seu pronto diagnóstico e o rápido início com medicamentos modificadores do curso da doença (MMCD) impactam de forma relevante o prognóstico do paciente. Para alguns pacientes os MMCDs sintéticos não serão eficazes e este paciente deverá receber então um MMCD biológico, medicamento este de alto custo para o paciente e o sistema de saúde. Objetivo - Explorar as trajetórias percorridas na busca por cuidado por pacientes com AR em uso de MMCD biológico no município de São Paulo. Métodos - Pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, com orientação analítico-descritiva, mediante entrevistas semiestruturadas com questões abertas, iniciada após prévia aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa e consentimento esclarecido dos entrevistados. Os sujeitos são pacientes em uso de MMCD biológico para tratamento de AR dispensados pelo SUS. Foi utilizada a ferramenta do itinerário terapêutico (IT) para entendimento do caminho escolhido por estes pacientes na busca por cuidado em saúde. Resultados e Discussão Entre os entrevistados, a busca de cuidado ocorreu tardiamente, normalmente sem a suspeita de que se tratasse de doença reumática degenerativa. Os primeiros profissionais acessados foram o médico clínico geral ou o ortopedista, que raras vezes investigaram com atenção os sintomas relatados para em seguida proceder o encaminhamento adequado e rápido do paciente para o reumatologista. Nos ITs descritos, os tratamentos na sua maioria são constituídos apenas pelos medicamentos, e sem a participação de outros profissionais no acompanhamento além do reumatologista. Os pacientes entrevistados chegaram até o MMCD biológico após tentativa de controle da doença com os MMCDs sintéticos, conforme descreve o protocolo de tratamento do Ministério da Saúde. Há nos ITs descritos diversos atores representantes da iniciativa privada, que apoiam e influenciam estes pacientes na escolha dos seus caminhos por cuidado de saúde, que devem ser melhor compreendidos em estudos futuros
Título em inglês
Therapeutic itinerary of patients with rheumatoid arthritis using biologic disease-modifying antirheumatic drugs
Palavras-chave em inglês
Biological Drugs
Disease-Modifying Antirheumatic Drugs
Rheumatoid Arthritis
Therapeutic Itinerary
Resumo em inglês
Introduction Rheumatoid arthritis (RA) is a chronic degenerative autoimmune disease of high prevalence and with high morbidity and mortality, worldwide difficult to diagnose. Its prompt diagnosis and rapid onset with disease modifying drugs (DMARD) have a relevant impact on the patient's prognosis. For some patients, the synthetic DMARDs will not be effective so these patients should receive a biological DMARD - a high cost medication both to the patient and the health system. Objective - To explore the trajectories performed by patients with RA using biological DMARD in the search for care in the city of São Paulo. Methods - Qualitative research, with an exploratory character, with analytical-descriptive orientation, through semi-structured interviews with open questions, initiated after prior approval of the Committee on Ethics in Research and informed consent of the interviewees. The subjects are patients using biological DMARD to treat RA that were dispensed by SUS. The therapeutic itinerary tool (TI) was used to understand the path chosen by these patients in the search for health care. Results and Discussion Among those interviewees, the search for care occurred late, usually without the suspicion that there was a degenerative rheumatic disease. The first accessed professionals were the general practitioner or the orthopedist, who rarely ever investigated the reported symptoms with attention to direct the patient to the rheumatologist quickly. In the described TIs, the treatments are mostly composed only by the medicines, and without the participation of other professionals in the follow-up besides the rheumatologist. The patients interviewed reached the biological DMARDs after an attempt to control the disease with synthetic DMARD, as described in the Ministry of Health recommendations. There are several actors representing the private sector described in the TI's, who support and influence the patients in the choice of their care pathways, which should be better understood in future studies
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-02-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.