• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2014.tde-02042014-112156
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Antonio Cesario de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Pelicioni, Maria Cecilia Focesi (Presidente)
Natal, Delsio
Philippi Junior, Arlindo
Toledo, Renata Ferraz de
Zombini, Edson Vanderlei
Título em português
Universalidade, urbe e universidade: a temática ambiental transversal
Palavras-chave em português
Ciências Sociais
Educação Ambiental
Formação de Recursos Humanos
Universidades
Urbanização
Resumo em português
Introdução- A universalidade complexa dos problemas ambientais exige uma educação ativa e transformadora. As presentes e as futuras gerações precisam ter a oportunidade de ter acesso a um conhecimento integral e atualizado que possibilite criar as bases necessárias para construção de uma nova cidadania universal que ao mesmo tempo valorize as características e capacidades regionais. A presente pesquisa desenvolveu-se a partir da disciplina Ciências Sociais numa Instituição privada de ensino superior da cidade de São Paulo envolvendo sete professores e oitenta e quatro alunos. Objetivos- Investigar como a temática ambiental tem sido tratada no currículo da disciplina de Ciências Sociais de uma Universidade privada de São Paulo e, com relação a isso, realizar observações sobre a práxis das aulas do pesquisador e propor alternativas para o ensino das conexões socioambientais, bem como identificar e analisar conhecimentos, opiniões, percepções e as práticas dos referidos alunos sobre a temática ambiental e verificar se os professores têm trabalho o conteúdo ambiental na disciplina de Ciências Sociais. Métodos- Os participantes responderam questionários que geraram dados submetidos à análise de conteúdo de BARDIN. Verificados os aspectos metodológicos e didáticos das práticas docentes, como a transversalidade, a interdisciplinaridade e o grau de assimilação dos conteúdos pelos alunos depois de ministrado o conteúdo, ainda que as questões socioambientais não constassem do conteúdo programático e da bibliografia da referida disciplina até o segundo semestre de 2012. Resultados- Todos os professores afirmaram abordar o tema ambiental, no entanto, a maioria achava que não tratava a questão como deveria, embora considerassem que poderia ser inserido transversalmente em todas as disciplinas devido à universalidade da temática. Tanto a complexidade do mundo contemporâneo como suas imposições econômicas e a devastação ambiental também justificariam a sua inclusão nas diferentes disciplinas e cursos. Esse fato foi atribuído um panorama histórico internacional e tradicionalista, muitas vezes inflexível, que exclui o ambiente da realidade social, em prol do antropocentrismo. Nos alunos, inicialmente foi constatada a falta de visão que considerava o ser humano como integrante de relações interdependentes entre os sistemas de vida e os recursos naturais. Situação modificada para a maior parte depois do conteúdo ambiental oferecido. Foi verificado nos alunos que tiveram o conteúdo ambiental com o pesquisador, o incremento no entendimento da relação entre ambiente e sociedade (de 42 por cento para 76 por cento ) e na compreensão da relação entre ambiente e cidade, bem como entre ambiente e qualidade de vida. Quanto à contribuição do conteúdo socioambiental estudado na disciplina Ciências Sociais, a maioria considerou entre boa e excelente. Quanto ao grau de mudança nos conhecimentos sobre o assunto, 49 por cento consideraram que houve grande mudança, 26 por cento que houve média mudança. Conclusões- Existe a premente necessidade de investimento em uma educação ambiental transversal que seja estimulante e enriquecedora para os alunos, bem como a preparação e melhoria continuada dos recursos humanos docentes para que se tornem atuantes e aptos a oferecer ampla formação integral sobre a temática socioambiental independente de estar formalmente incluída nos programas ou planos de ensino, conforme proposições sugeridas como recomendações do pesquisador, alternativas para o ensino das conexões socioambientais.
Título em inglês
Universality, urbe and university: the thematic environmental transversal.
Palavras-chave em inglês
Environmental Education Resources
Training of Human
University
Urbe
Resumo em inglês
Introduction - The complexity of environmental problems requires an active and transformative education. The Current and future generations need to have the opportunity and access to a comprehensive and updated knowledge that enables to create the necessary construction of a new universal citizenship that simultaneously enhances the features and capabilities regional bases. This research was developed from the Social Science discipline at a private institution of higher education in the city of São Paulo and involving 84 students and seven professors. Objectives - Investigate how environmental issues have been addressed in the curriculum of the discipline of Social Science from a private University of São Paulo and, in this regard, make observations about the practice in class researcher and propose alternatives to the teaching of social and environmental connections as well as identify and analyze knowledge, opinions, perceptions and practices of those students about environmental issues and verify that teachers are working the environmental content in the discipline of Social Sciences. Methods - Participants completed questionnaires that generated data submitted to content analysis of BARDIN. Checked the methodological and didactic aspects of teaching practices, such as transversal, interdisciplinary studies and the degree of assimilation of the contents by the students after given content, although the environmental issues not included on the syllabus or the literature of the discipline until the second half of 2012. Results - All professors said addressing the topic, however, most felt that the issue was not as it should, although they considered to be inserted transversely in all subjects due to the universality of the theme. Both the complexity of the contemporary world as their economic constraints and environmental devastation also justify their inclusion in different disciplines and courses. This was attributed an international and historical overview traditionalist, often inflexible, which excludes the environment of social reality, in support of anthropocentrism. The students initially was indicated lack of vision that saw the human being as part of interdependent relationships between living systems and natural resources . Modified for the majority of content provided after the environmental situation. Increasing the understanding of the relationship between environment and society (42 per cent to 76 per cent ) and in understanding the relationship between environment and city was found in students as well as between the environment and quality of life. Regarding the contribution of environmental content studied in Social Science discipline, most considered between good and excellent. The degree of change in knowledge on the subject, 49 per cent thought that there was a great change, there was an average 26 per cent change. Conclusion - There is urgent need for investment in a transverse environmental education that will be stimulating and enriching for the students as well as the preparation and continuing improvement of human resources faculty to become active and able to offer wide extensive education, independently of environmental issues to be included in the formal programs of disciplines or educations plans, as propositions suggested as recommendations of the researcher, alternative for teaching social and environmental connections.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-06-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.