• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Lúcia Duarte
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Giatti, Leandro Luiz (Presidente)
Ambrizzi, Tercio
Assunção, João Vicente de
Barcellos Neto, Christovam de Castro
Quijano, Fredi Alexander Diaz
Título em português
Influência da variabilidade climática e das alterações ambientais na ocorrência de doenças sensíveis ao clima em uma capital da Amazônia Ocidental brasileira
Palavras-chave em português
Alterações Ambientais
Amazônia Ocidental
Doenças Sensíveis ao Clima
Variabilidade Climática
Vulnerabilidade Socioambiental
Resumo em português
Introdução: As doenças sensíveis ao clima são as que podem ser afetadas, direta ou indiretamente, temporalmente ou geograficamente pelo clima. Diversas variáveis climáticas têm sido fortemente relacionadas à magnitude e à sazonalidade da transmissão dessas doenças no país. Mas o Brasil possui uma grande diversidade climática em suas regiões e, portanto, maneiras diferentes de influenciar no comportamento dessas doenças. No município de Rio Branco, anualmente as oscilações climáticas são intensificadas pelas queimadas e pela ocorrência de enchentes e inundações. Com a perspectiva das mudanças climáticas globais, a tendência é o aumento da frequência desses eventos. Dessa forma, são necessários estudos mais detalhados que possam contribuir para as políticas de promoção à saúde nesta região. Objetivo: Estudar o comportamento da ocorrência das principais doenças sensíveis ao clima da região frente à variabilidade climática, no município de Rio Branco, entre os anos de 2000 e 2013. Métodos: Foram estudadas as doenças sensíveis ao clima de maior importância para a região: doenças diarreicas infecciosas, leptospirose, dengue e as doenças respiratórias (influenza, asma e pneumonia). A coleta dos dados foi feita por meio dos Sistemas de Informações Hospitalares e de Agravos de Notificação do Sistema Único de Saúde. Os dados referentes às variáveis climáticas (temperatura, umidade relativa, precipitação, nível do Rio Acre e aerossóis) foram obtidos do Instituto Nacional de Meteorologia, da Agência Nacional das Águas e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Para as análises de associação, foram considerados os modelos lineares generalizados clássicos, os autorregressivos e médias móveis e os mistos, com distribuição binomial negativa. Resultados: Neste município, existe associação positiva entre as médias mensais do nível do Rio Acre e as taxas mensais de internações por doenças diarreicas infecciosas e as incidências mensais de dengue e leptospirose. Isto indica que a população fica mais exposta a essas doenças durante as cheias e inundações do Rio Acre. A precipitação esteve positivamente relacionada às taxas de internações por dengue e leptospirose. No entanto, as chuvas parecem exercer efeito protetor para as doenças respiratórias, característica contrária das demais regiões do país. As temperaturas mais altas parecem favorecer a ocorrência de dengue na região, mas exercem efeito protetor para internações por pneumonia para crianças com menos de 5 anos de idade e idosos com mais de 70. Por fim, os aerossóis estiveram diretamente relacionados ao aumento das taxas de internações por pneumonia e asma, tanto para idosos quanto crianças, especialmente as com menos de 1 ano de idade. Conclusões: Ao considerar também os aerossóis, a influência do clima foi medida, neste estudo, em sinergia com as mudanças ambientais produzidas pelos humanos na saúde da população. Com as mudanças climáticas globais, os padrões climáticos estão sofrendo mudanças em diversos lugares do mundo. Dessa forma, a ampliação deste conhecimento em nível regional é fundamental para que se possa implementar ações de prevenção e mitigação dos impactos, principalmente para a população mais exposta
Título em inglês
Effects of climatic variability and environmental changes on the occurrence of climatesensitive diseases in a capital of the Brazilian Western Amazon
Palavras-chave em inglês
Climate-sensitive Diseases
Climatic Variability
Environmental Changes
Socioenvironmental Vulnerability
Western Amazon
Resumo em inglês
Introduction: Climate-sensitive diseases are those that can directly, indirectly, temporally, or geographically be affected by climate. Several climatic variables have been strongly related to the magnitude and seasonality of transmission of these diseases in the country. Brazil, however, has a great climatic diversity in its regions; therefore, different factors influence the nature of these diseases. In the municipality of Rio Branco, climatic oscillations increase by fires and floods. With the perspective of global climatic changes, the tendency is for these events to occur more often. More detailed studies are, thus, required that can contribute to health promotion policies in this region. Objective: To study the effect of climatic variability on the frequency of occurrence of the main climate-sensitive diseases in the municipality of Rio Branco, between 2000 and 2013. Methods: The climate-sensitive diseases of greatest importance to the region were studied, including infectious diarrheic diseases, leptospirosis, dengue fever, and respiratory diseases (influenza, asthma, and pneumonia). Data were collected through the Hospital Information and Case Registry Databases of the Unified Health System. Data on the climatic variables (temperature, relative humidity, rainfall, Acre River level, and aerosols) were obtained from the National Institute of Meteorology, National Water Agency, and National Institute of Space Research. For analyses of associations, the classical generalized linear, autoregressive, mobile, and mixed mean models, with negative binomial distribution were considered. Results: Positive associations were found among the monthly means of the Acre River level, hospitalization rates due to infectious diarrheic diseases, and incidences of dengue fever and leptospirosis. This indicates that the population is more exposed to these diseases during high tides and floods in the Acre River. Rainfall was positively related to the hospitalization rates due to dengue fever and leptospirosis. However, the rains seemed to have a protective effect against respiratory diseases, contrary to the characteristic of the other regions of the country. High temperatures seemed to favor the occurrence of dengue fever in the region; however, had a protective effect against hospitalizations due to pneumonia (for individuals <5 years and >70 years). Lastly, aerosol concentrations were directly related to hospitalization rates caused by pneumonia and asthma, both in elderly individuals and children, especially those aged <1 year. Conclusions: In this study, the synergistic effect of natural and anthropogenic (considering aerosols) climate/environmental variations on population health was assessed. With global climatic changes, climatic standards are changing in many parts of the world. Thus, increasing this knowledge at a regional level is essential to implement preventive actions and reduce the impacts, mainly on the more exposed population
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2017-07-12
Data de Publicação
2017-07-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.