• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Claudia Roberta de Castro Moreno
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1993
Orientador
Banca examinadora
Fischer, Frida Marina (Presidente)
Marques, Nelson
Rodrigues, Arakcy Martins
Título em português
Critérios cronobiológicos na adaptação ao trabalho em turnos alternantes: validação de um instrumento de medida
Palavras-chave em português
Adaptação
Cronobiologia
Questionários
Saúde Ocupacional
Saúde Pública
Trabalho em Turnos
Resumo em português
A adaptação de trabalhadores aos esquemas de turnos alternantes tem sido considerada de fundamental importância no estudo da organização do trabalho, e em particular, na organização temporal do trabalho. O objetivo deste estudo foi construir um questionário para avaliar a adaptação ao trabalho em turnos alternantes. Os resultados desse questionário foram confrontados com um indicador cronobiológico que avalia a estabilidade de relações temporais de variáveis fisiológicas. Um grupo de 21 trabalhadores relatou espontaneamente fatores que poderiam influenciar sua adaptação ao trabalho em turnos. Com base nestas informações, o questionário foi construído. A partir daí, outro grupo de trabalhadores (n=11) respondeu o questionário e participou de um estudo autorritmométrico. Dados de sono e vigília foram coletados diariamente e a temperatura oral foi medida em intervalos de 3 horas durante 25 dias consecutivos. Os valores do meio período de sono e da acrofase do ritmo de temperatura foram calculados para cada dia da série temporal, assim como a diferença entre estes valores. O desvio padrão destas diferenças foi utilizado como indicador das relações de fase entre o ciclo vigília-sono e o ritmo de temperatura oral. Para verificar se a avaliação do questionário equivalia à do índice cronobiológico foi calculado o coeficiente de correlação de Spearman (r) e o resultado foi significante r=0.81 (p menor que 0.01 ). Este resultado demonstra que existe correlação entre os depoimentos dos trabalhadores e a análise cronobiológica.
Título em inglês
Not available
Palavras-chave em inglês
Not available
Resumo em inglês
The adaptation to shiftwork has been considered of vital importance in the organization of work, particularly in its temporal organization. The aim of this research was to build up a questionnaire to evaluate adaptation of workers to shift systems. The results of this questionnaire were compared to a chronobiological index that reflects the disruption of biological rhythms. Twenty-one male subjects spontaneously mentioned in an interview, the factors that might be influencing their adaptation to shiftwork. A questionnaire was built taking these factors into account. After that, another group of eleven male subjects, answered the questionnaire and participated of an autorhythmometric study. A sleep log form was filled in daily and oral temperatura measurements were made every 3 hours during 25 consecutive days. The values of the mid-sleep positions in time and the temperature acrophases were calculated as well as the differences between these values along the 25 days. The standard deviations of each individual were chosen as a chronobiological index to evaluate the temporal relationships between the sleep/wake and the temperature cycles. To evaluate the association between the questionnaire scores and the chronobiological index, the Spearman's correlation coefficient (r) was calculated providing a significant result r=0.81 (p lower 0.01 ). This result shows a correlation between the workers' replies and the evaluation of the relationships of their biological rhythms.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-05-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.