• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2006.tde-12072010-171311
Documento
Autor
Nome completo
Karina Pavão Patricio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Ribeiro, Helena (Presidente)
Bosi, Eclea
Hoshino, Katsumasa
Lebrao, Maria Lucia
Reigota, Marcos Antonio dos Santos
Título em português
Percorrendo os trilhos da ferrovia rumo às associações entre longevidade humana e fatores ambientais
Palavras-chave em português
Empoderament
Ferrovia
Grounded theory
Longevidade
Meio ambiente
Teorias do envelhecimento
Resumo em português
Preocupações com o envelhecimento populacional, que cresce rapidamente nos países em desenvolvimento, aliado à intensa degradação do meio ambiente, levaram ao delineamento desta pesquisa. Inicialmente, procurou-se discutir e compreender o processo de envelhecimento individual e populacional, estudando suas teorias: por que e como envelhecemos e alcançamos a longevidade. Destaca-se os fatores associados positivamente à longevidade: restrição alimentar, genética e hereditariedade, hábitos de vida, engajamento social, entre outros. E condicionantes negativos, situações de exposição opostas a estas, dentre as quais a poluição merece destaque pela morbimortalidade a ela associada, podendo encurtar o tempo de vida. Destaca-se a complexidade dos problemas ambientais e a necessidade de romper com o reducionismo, avançando na Saúde Ambiental e seus indicadores. O objetivo do presente estudo foi compreender as possíveis associações entre fatores ambientais e aumento da longevidade humana, segundo a perspectiva de um grupo de longevos ferroviários. Questionário semi-estruturado foi aplicado a uma população mais homogênea de longevos (30 ex-ferroviários aposentados da Estrada de Ferro Sorocabana de Botucatu). Caracterizou-se a vida desses indivíduos e se resgatou a importante história da ferrovia, buscando evidências de associações entre meio ambiente, saúde e longevidade, por intermédio de metodologia qualitativa (Grounded Theory) e quantitativa. Utilizando a Grounded Theory, emergiram três fenômenos, retratados a partir da experiência dos entrevistados: ANIQUILANDO A VIDA, GERANDO VIDA e FALTANDO CONTROLE SOCIAL E DO ESTADO. Esses longevos percebem o aniquilamento atual do meio ambiente, da ferrovia e até da própria vida, desencadeado pela falta de controle social e do Estado, aliado à falta de consciência coletiva, empreendido pelo movimento da ideologia capitalista do lucro a qualquer custo. Percebem que vários fatores influenciam a longevidade, como: conviver em um ambiente harmônico e sem poluição; adotar estilo de vida saudável e sociável; envolver-se com o trabalho e ter renda para se sustentar; ser e estar tranqüilo e feliz; fatores biológicos e genéticos favoráveis. Por meio desta pesquisa, levantam-se três premissas: a complexidade dos fatores associados ao binômio meio-ambiente-longevidade, suas inter-relações, e a necessidade de internalização do meio ambiente no processo de saúde-doença-envelhecimento. Propõem-se nova hipótese nas teorias da longevidade: valorização das funções desempenhadas(VFD). A partir da experiência dos longevos, destacando o papel da memória, denota-se a importância em subsidiar a população idosa a empoderar-se para que possa exigir dos governantes ações mais efetivas no sentido de garantir melhor qualidade de vida. Também é importante empoderá-los para que possam lutar contra a degradação ambiental e da própria vida, contra esta cultura do imediatismo e da etnodesvalorização, em um processo dialético histórico que faz o passado representar a vida (ganhos = trabalho, tempo áureo da ferrovia) e o presente a morte (perdas = degradação ambiental, aniquilamento da ferrovia e ferroviários, doenças).
Título em inglês
Traversing the raiwail route to association between human longevity and environmental factors
Palavras-chave em inglês
Empowerment
Environment
Gronded theory
Longevity
Railroald
Theories on aging
Resumo em inglês
Concerns with population aging, which grows fast in developing countries, associated with the intense environmental degradation, have led to delineation this research. Initially tried to discuss, and understand individual and population aging process, studying their theories: how and why we age, and reach longevity. Emphasize the factors positively associated to longevity: food restriction, genetics, and heredity, life habits, social engagement, among others. And negative conditioners, situation of exposure opposite to these, especially highlighting pollution because of the morbimortality associated with it, can shorten the life-span. Complexity of environmental problems, and necessity to break up reductionism are outstanding, moving forward in Environmental Health and its indicators. The objective of the current study aim to comprehend the possibility of associating environmental factors with an increase in human longevity, through the perspective of a group of longevity railroaders. A semi-structured questionnaire was applied to a homogeneous longevity group (30 retired ex-railroaders from Estrada de Ferro Sorocabana in Botucatu, State of São Paulo). It characterized the lives of these individuals and recovered the importance of railroad history, seeking evidences of associations among environment, health, and longevity through qualitative methodology (Grounded Theory) and quantitative one. Through Grounded Theory, three phenomena emerged, depicted from the experience of the interviewed people: ANNIHILATING LIFE, GENERATING LIFE, and LACKING SOCIAL, AND STATE CONTROL. These longevity individuals detect the current annihilation of the environment, of the railroad, and even of life itself, descending from the lack of social, and State control, allied with lack of a collective conscience, undertaken by the movement of capitalist ideology of profit at any cost. They perceive that various factors have an influence on longevity, such as living in a harmonious environment without pollution, adopting a healthful and sociable lifestyle, involving oneself in work that earns a sustainable income, becoming and staying tranquil and happy; having favorable biological and genetic factors. This research raises three premises: the complexity of factors associated to the binomial environment longevity; their interrelations; and the need to internalize environment in the health-disease-aging process. Suggest a new hypothesis of theory of longevity: Valorization of the Develop Functions (VDF). From the experience of longevity workers, emphasizing memorys role, it denotes the importance of providing the elderly population and empowering them for what they may demand from more effective governmental actions in the sense of guaranteeing a better quality of life. Also it is important to empower them for their struggle against degradation of the environment and own lives, against this culture of immediatism, and ethno devaluation, in a historic dialetic process which makes the past represent life (profits=work, golden age of the railroads) and the present signify death (losses=environmental degradation, annihilation of the railroad and railroaders, diseases).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-07-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.