• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Carlos Morrone
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1997
Orientador
Banca examinadora
Nogueira, Diogo Pupo (Presidente)
Barata, Rita de Cassia Barradas
Gomes, Jorge da Rocha
Paulino, Oswaldo
Santos, Jair Licio Ferreira
Título em português
Atividades dos Serviços de Medicina do Trabalho nas Empresas dos Municípios da Grande São Paulo
Palavras-chave em português
Prática Profissional
Serviços de Medicina do Trabalho
Resumo em português
O objetivo do trabalho foi avaliar o funcionamento dos Serviços de Medicina do Trabalho das empresas localizadas nos Municípios da Grande São Paulo. Para tanto foi preparado um questionário contendo questões pontuadas estruturadas com base, principalmente, no recomendado pela Convenção 161 da Organização Internacional do Trabalho. Foi sorteada uma amostra estratificada de 109 empresas de uma relação que continha 1.918. Esta relação, o Universo foi construída a partir de dois cadastros. O primeiro fornecido pela Delegacia Regional do Trabalho de São Paulo DRT -SP e o segundo a partir dos dados registrados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE no Censo de 1985. O Serviço de Medicina do Trabalho de cada empresa foi avaliado em relação a 5 itens: funções, organização, condições de funcionamento, exame médico e local onde está instalado. Estes foram subdivididos sendo que ao final cada empresa foi avaliada segundo 64 sub-itens. Cada subitem recebeu uma pontuação que variou entre O e 4,75. A empresa que realizasse todas as atividades previstas no questionário, da forma como se esperava ao construi-lo poderia atingir o valor máximo de 104,5 pontos. As 109 empresas da amostra empregavam cerca de 145.000 trabalhadores. A pontuação média atribuída ao conjunto das empresas foi 71,08. Por representar este valor 67,70% do valor máximo que seria possível, foi considerado baixo. Foram comparadas as empresas por meio das pontuações atribuídas em relação aos vários estratos representados, isto é número de empregados, município onde se localizavam e ramo de atividade. Duas terças partes das empresas da amostra pertenceram ao ramo de atividade industrial, e uma terça parte a outros ramos de atividade. As empresas industriais atingiram valor mais elevado do que as empresas ligadas a outros ramos de atividade. Não foi observada diferença entre os valores atribuídos a empresas sediadas na Capital e as localizadas em outros Municípios. Também não foi observada diferença entre os valores atribuídos a empresas e número de empregados de forma isolada. Todavia quando houve associação entre número de empregados e ramo de atividade verificou-se que as empresas ligadas a ramos de atividades diferente do industrial, e de mais de 1000 empregados, foram aquelas que receberam pontuação mais baixa. O item que se refere a exames médicos recebeu em média uma pontuação mais próxima do máximo possível para o item e o que se refere a funções a mais distante. Em relação aos sub-itens do item funções foi observado que a pontuação mais elevada foi verificada em relação a análise dos acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, à identificação dos riscos, a readaptação de trabalhadores em outras funções e nas atividades de vigilância dos locais de trabalho. As pontuações mais baixas foram atribuídas às atividades educativas dirigidas para os trabalhadores, ao registro de acidentes de trabalho e doenças profissionais, e na prestação de assessoria técnica pelo Médico do Trabalho à empresa e ao Sindicato de Trabalhadores. As informações levantadas em relação ao item organização mostraram que os sindicatos de trabalhadores ligados às indústrias têm obtido com frequência, nos dissídios coletivos das respectivas categorias, cláusulas que facilitam a ação sindical nas empresas quando ocorrem acidentes de trabalho e doenças profissionais. Quanto às condições de funcionamento, ficou bem caracterizada a deficiente comunicação entre os sindicatos de trabalhadores e os Serviços de Medicina do Trabalho das empresas o que significa que freqüentemente os trabalhadores deixam de receber informações sobre os riscos da ocupação. Também ficou bem caracterizado que os Serviços de Medicina do trabalho das empresas não estão sendo informados pelo empregador ou encarregados, sobre fatores que possam afetar a saúde dos trabalhadores. Em relação ao item Exames Médicos, o conjunto das empresas obteve pontuação elevada, porque a maior parte delas está realizando os exames exigidos pela legislação como estabelecido. Em relação a instalações e facilidades para transporte de pacientes em situações de emergência a pontuação foi baixa porque uma parte das empresas tinha área física menor que 1O metros quadrados para cada 100 empregados por turno e também porque grande parte delas não tinha viatura ou outro meio apropriado para transportar, de forma adequada, paciente em estado grave. Houve melhora dos Serviços Médicos de Empresas Industriais em relação à estudo realizado por Nogueira em 1967. Assim, em relação às industrias, melhoraram as instalações, os exames pré-admissionais e periódicos são realizados em maior número de empresas, as atividades educativas são mais freqüentes e há contratação de mais pessoal auxiliar como por exemplo os auxiliares de enfermagem do trabalho. As empresas ligadas a outros ramos de atividade estão pior estruturadas. Estas têm atualmente uma qualificação semelhante aquela que foi observada por Nogueira nas indústrias em 1967.
Título em inglês
Activities of the occupational medicine services in the companies of the municipalities of greater São Paulo
Palavras-chave em inglês
Occupational Medicine Services
Professional Practice
Resumo em inglês
The present study was done with the objective of evaluating the operation of medical services in enterprises located in cities belonging to Greater Sao Paulo. A questionnaire composed of items based mainly in the International Labour Organisation Convention 161 was applied. A certain number of points was attributed to each question. A stratified sample composed of 109 enterprises was drawn by choice from a list of 1918 units. This list represented the universe, derived from two rosters. One had been provided by the Regional Delegation of Labour in the State of Sao Paulo, and the other contained data registered by the Brazilian Institute of Geography and Statistics - IBGE - according to the 1985 census. The medical service in each plant or undertaking was evaluated according to tive items: functions, organization, operating conditions, medical examinations and local where the service is situated. These items were divided so that the evaluation for each enterprise ended with 64 sub-items. Each sub-item received a number of points varying from O until 4.75. An enterprise accomplishing all the activities contemplated in the questionnaire, the way it was expected when it was devised, could reach 104.5 points as a maximum value. Approximately 145000 workers were employed by all 109 enterprises. The average number of points attributed to all enterprises as an overall evaluation was 71.08. This was considered as a low figure, since it represents 67.07% of the maximum possible value. The number of points was used to compare the enterprises stratified according to number of workers, city where the enterprise is located and branch of activity. Two thirds of enterprises in the sample belong to industrial branches of activity, and one third to other branches. Industrial plants reached values higher than other branches of activity. No difference was observed between values assigned to enterprises situated in São Paulo proper, the Capital of the State, and those located in other cities. Neither was there a difference between values assigned to enterprises and the number of workers "per se". However, when number of workers and branches of activity were associated, it was observed that enterprises belonging to branches other industries, hiring over 1000 workers had a smaller number of points. The average number of points closest to the maximum possible refers to medical examinations, and the farthest corresponds to functions. Examination of sub-items in the function item indicates the highest number of points for the analysis of occupational accidents and diseases, risk identification, rehabilitation of workers in different
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.