• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2016.tde-03082016-175302
Documento
Autor
Nome completo
Frida Marina Fischer
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1984
Orientador
Banca examinadora
Gomes, Jorge da Rocha (Presidente)
Goldbaum, Moises
Jorge, Maria Helena Prado de Mello
Nogueira, Diogo Pupo
Spinola, Aracy Witt de Pinho
Título em português
Absenteísmo e acidentes de trabalho entre trabalhadores em turnos de indústrias automobilísticas
Palavras-chave em português
Absenteísmo no Trabalho
Acidentes do Trabalho
Indústria Automobilística
Saúde Ocupacional
Trabalho em Turnos
Resumo em português
Foram analisadas todas as ausências e acidentes de trabalho ocorridos entre 1354 trabalhadores das seções de prensas pesadas de indústrias automobilísticas da região da Grande São Paulo. O trabalho era organizado em quatro sistemas de turnos semi-contínuos: 3 turnos fixos, 1 turno vespertino-noturno fixo, 2 turnos rodiziantes mensais e 3 turnos rodiziantes quinzenais. As análises das características dos trabalhadores envolvidos em episódios de faltas e acidentes evidenciou que o tempo de empresa é uma importante variável, e se relaciona de forma inversamente proporcional à frequência dos episódios. Quanto aos sistemas de turnos, foram observados maiores coeficientes de frequência de faltas por doença nos sistemas de 3 turnos fixos. Os períodos da manhã e da tarde apresentaram maiores valores nos coeficientes de ausências por doença que o período vespertino-noturno e noturno. Em relação às faltas injustificadas, o turno fixo vespertino-noturno teve valores mais elevados que os outros sistemas de turnos e o período vespertino-noturno apresentou maiores ausências que à tarde e à noite. Não houve diferenças quanto à frequência, gravidade e duração de acidentes e os períodos de trabalho em 3 sistemas de turnos. Somente no esquema de 3 turnos fixos, a frequência de acidentes foi maior a tarde que à noite. O sistema de 3 turnos fixos teve coeficientes de frequência, gravidade e duração dos acidentes semelhantes a dos turnos rodiziantes quinzenais. A única diferença foi observada entre os turnos rodiziantes mensais e quinzenais. Os primeiros apresentaram maior frequência de episódios. O estudo do não absentismo em trabalhadores que permaneceram 24 meses nos sistemas de turnos, mostrou que a proporção do não absentismo injustificado é inferior ao não absentismo doença, em 3 sistemas de turnos. A proporção dos não acidentados é menor que a das faltas por doença em 2 sistemas de turnos (rodiziantes mensais e fixos vespertinos-noturnos) e equivalente a dos episódios injustificados no sistema de 3 turnos fixos. As faltas injustificadas representaram um problema mais sério que as ausências por doença, nas indústrias estudadas.
Título em inglês
Absenteeism and work injuries among shift workers of automotive industries
Palavras-chave em inglês
Absenteeism at Work
Automotive Industry
Occupational Health
Shift Work
Work Accidents
Resumo em inglês
The variables associated to the occurrence of absenteeism spells sickness absence, unjustified absence and accidents at work among shift workers were studied, in four types of semicontinuous shiftwork (3 fixed shifts, 1 late afternoon shift, 2 monthly rotating shifts, 3 fortnightly rotating shifts). The research was conducted among 1,354 workers in heavy sheet metal stamping sections of automotive plants located in the Greater São Paulo area. In any type of shift-schedule the time on the job appeared as an important variable inversely proportional to the frequency of the spells. The 3 fixed shifts schedule presented the highest sickness absence ratio. The sickness absence ratios were higher during the late afternoon and night shifts and on morning and evening working hours than in late-afternoon and night periods. The unjustified absences ratios were higher during the late afternoon shifts. This work period showed a higher absences than evening and night. No significant differences were found regarding the frequency, severity and length ratios of the accidents at work during the periods (morning, evening and night) in neither of the 3 shift systems. The 3 fixed shifts showed a higher accident frequency at evening than at noon. The ratios of the frequency, severity and accident length, respectively of the 3 fixed shifts system, were of the same values as those of the fortnightly rotating shifts system. A difference was observed between the monthly and fortnightly rotating shifts. The former presented a higher frequency of the accidents. The survey of the shift workers who worked 24 months on the job showed that the unjustified non-absenteeism ratio is lower than the sickness non-absenteeism ratio, for the three shifts systems. The non-accident absenteeism ratio is lower than the sickness non-absenteeism ratios in two shifts systems (monthly rotating and fixed late afternoon) and it is equal to the ratio of unjustified absence for the 3 fixed shifts. Unjustified absences represented more serious problems than sickness absences in studied industries.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-08-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.