• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2018.tde-23052018-163518
Documento
Autor
Nome completo
Dirce Maria Lobo Marchioni
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1999
Orientador
Banca examinadora
Souza, Sonia Buongermino de (Presidente)
Fisberg, Regina Mara
Latorre, Maria do Rosario Dias de Oliveira
Título em português
Alimentação no primeiro ano de vida: prevalência de consumo de alimentos em dois centros de saúde do município de São Paulo
Palavras-chave em português
Aleitamento Materno
Alimentação do Lactente
Desmame
Leite
Suplementação Alimentar
Resumo em português
Objetivos. A alimentação da criança no primeiro ano de vida é fundamental para o seu crescimento e desenvolvimento. Este estudo foi delineado com o objetivo de verificar a prevalência de consumo de alimentos no primeiro ano de vida. Metodologia. Participaram do estudo 175 crianças com até um ano de idade, atendidas em dois Centros de Saúde do município de São Paulo. A prática alimentar, obtida pelo método status quo, foi analisada por regressão logística por meio da elaboração de curvas de prevalência para as práticas de aleitamento e para o consumo de alimentos complementares. Resultados. A estimativa da prevalência de aleitamento materno exclusivo aos 120 dias foi baixa: 16% em mães com baixa escolaridade e 27% em mães com maior escolaridade. No entanto, para o aleitamento materno estimou-se a prevalência de 51% ao final do primeiro ano, para crianças com mães de escolaridade não baixa. Verificou-se associação positiva somente entre prática de aleitamento materno e escolaridade materna As frutas foram o primeiro alimento complementar sólido na dieta, seguindo-se as hortaliças e cereais. As carnes e feijão foram consumidos por 100% das crianças somente ao final do primeiro ano de vida. Conclusões. O aleitamento materno exclusivo é pouco praticado. A introdução dos alimentos complementares é precoce e feita com alimentos de baixa densidade calórica. A escolaridade materna é importante fator no tipo de aleitamento, mas pouco influenciou o consumo de alimentos complementares.
Título em inglês
Feeding in the first year of life: food consumption prevalence in two health centers in the Municipality of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Breastfeeding
Infant Nutrition
Milk
Supplementary Feeding
Weaning
Resumo em inglês
Objectives. The child's feeding in its first year of life is fundamental for its growth and development. This study was designed to examine food consumption prevalence in the first year of life. Methodology. One hundred and seventy-five (175) children up to one year old, attending two health centers in the municipality of São Paulo, took part in the study. Feeding practices, obtained by the status quo method, vvere analyzed by logistical regression through prevalence curves for breastfeeding and the consumption of supplementary foods. Results. Estimated prevalence of exclusiva maternal breastfeeding up to 120 days was low: 16% in mothers with low levets of educatton, anct 27% in better-educated mothers. However, for maternal breastfeeding a prevalence of 51% for children of mothers with nontow education was estimated. There was a positiva association between the practice of breastfeeding and the mothers' education leveis. Fruit was the first solid supplementary food in the diet, follovved by vegetables and cereais. Meat and beans vvere consumed by ali children only at the end of the first year of life. Conclusions. Exctusive maternal breastfeeding is rarely practiced. lntroduction of supplementary foods is early, and uses products of tow catoric density. The maternal education levei is an important factor in the type of breastfeeding, but had little influence on the supplementary foods.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-05-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.