• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Hilda Paulina Pino Zuniga
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1989
Orientador
Banca examinadora
Monteiro, Carlos Augusto (Presidente)
Castilho, Euclides Ayres de
Santos, Jair Licio Ferreira
Unglert, Carmen Vieira de Sousa
Westphal, Marcia Faria
Título em português
Evolução da mortalidade infantil na cidade de São Paulo: uma abordagem epidemiológica
Palavras-chave em português
Epidemiologia
Mortalidade Infantil
Resumo em português
Utilizando-se como estratégia geral o estudo das mudanças na estrutura da mortalidade infantil (MI), o presente trabalho visa aproximar-se dos determinantes da evolução deste indicador na cidade de São Paulo. O estudo centra-se no periodo de 1973 a 1983, caracterizado pela queda acelerada e ininterrupta da variável. Compararou-se o nível e a estrutura (por idade e por causas) da MI, no município, no início da década de 70, com valores hipotéticos, calculados para essa realidade, constatando-se excesso de mortalidade por diarréia em crianças de 7 dias a 6 meses. Relacionou-se esta situação com os baixos índices de amamentação existentes na época. Estes antecedentes e a elaboração de um marco teórico da determinação da mortalidade por diarréia em crianças menores de 6 meses forneceram a base para hipóteses referentes à evolução da MI e de seus determinantes no período de 1973 a 1983. A partir de informações de registros oficiais e de pesquisas conduzidas no municipio, avaliou-se a coerência entre a evolução das variáveis (dependente e independentes) e as hipóteses propostas. Observou-se que 40 por cento da queda da MI se deveu ao declínio das causas diarréicas e que a intensidade da redução destas aumentou em razão inversa à idade. Entre os determinantes, o abastecimento de água mostrou a maior variação e a mais clara concomitência com a evolução da mortalidade por diarréia. Menos evidenter o aleitamento materno e o atendimento à sadde também mostraram particularmente após 1980. Descarta-se a possibilidade de serem as variáveis sócio-econômicas e demográficas, determinantes fundamentais da queda da MI no período. Argumenta-se a favor de uma compensação dos efeitos negativos do desmame sobre a diarréia em crianças menores através do acesso à água. Como decorrência, discute-se: a) a possibilidade de que a generalização do desmame precoce - em situação de baixa cobertura da água - tenha sido importante deteminante da elevação da MI na década de 60 em São Paulo e em outras áreas subdesenvolvidas, e b) a possibilidade de que o acesso à água tenha seus efeitos auffientados sobre a diarréia infantil em populações onde o desmame precoce é prática muito frequente.
Título em inglês
Evolution of infant mortality in the city of São Paulo: an epidemiological approach
Palavras-chave em inglês
Epidemiology
Infant Mortality
Resumo em inglês
This study seeks to create an approach to the identification of the causal factors behind the recent trend in infant mortality (IM) in the city of São Paulo by an analysis of the structure of and changes in the age and causes of infant deaths. The levels and structure (by age and causes of death) of IM in São Paulo at the beginning of the period are compared with the values "expected" for this context. An excess of diarrhoeal mortality in infants aged from 7 days to 6 months was verified and is understood to be related to the fact that the practice of breast-feeding was extremely uncommon in the city. These antecedents, together with an analytical framework proposed for diarrhoeal mortality in children under 6 months of age, have provided a basis for hypothesis relating to changes in IM and its determinant factors during the period 1973-1983. The basic information for the study was drawn from official registration records and surveys. It was found that 40 per cent of the decline in IM was due to the reduction in diarrhoeal causes, which is inversely related to age. Among the determinants, water supply showed the greatest variation and it was clearly concomitant to infant diarrhoeal mortality. Though less evidently, the practice of breast-feeding and the action of the health services seem to have made a positive contribution, particularly after 1980. Socioeconomic and demographic variables are shown not to be main determinants of the decline in IM in the period under study. It is argued that the accessibility of watersupply may have counterbalanced the negative effects of early weaning on diarrhoeal mortality in younger infants. The following corollaries are discussed: a) where the water supply is uncertain wide-spread early weaning may haye been an important cause of the increase in IM in São Paulo, in the sixties, as also in other underdeveloped areas; b) access to water supply may have had increased beneficial effect on infat diarrhoeal mortality in those populations where early weaning is widespread.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-12-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.