• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2005.tde-15042008-102623
Documento
Autor
Nome completo
Daniela Saes Sartorelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Cardoso, Marly Augusto (Presidente)
Duncan, Bruce Baartholow
Franco, Laercio Joel
Lotufo, Paulo Andrade
Monteiro, Carlos Augusto
Título em português
Índice glicêmico da dieta habitual e alteração da homeostase glicêmica em nipo-brasileiros de Bauru
Palavras-chave em português
Diabetes tipo 2 Epidemiologia nutricional. Imigrantes
Dieta habitual
Homeostase glicêmica
Índice glicêmico da dieta
Resumo em português
Objetivos. Investigar a associação entre consumo alimentar, índice glicêmico (IG) da dieta habitual com glicemia e insulinemia de jejum, resistência à insulina (HOMA R) e alteração da homeostase glicêmica (AHG: glicemia de jejum alterada - GJA, tolerância à glicose diminuída - TGD e diabetes mellitus tipo 2). Indivíduos e métodos. 1.054 nipo-brasileiros residentes em Bauru, ambos os sexos, 30 a 90 anos, primeira e segunda gerações, que participaram de inquérito transversal conduzido em 2000, sem diagnóstico prévio de AHG e/ou uso de hipoglicemiantes orais/insulina. Para avaliação da dieta habitual, utilizou-se questionário quantitativo de freqüência alimentar, previamente validado, com o auxílio do programa Dietsys versão 4.0. Os fatores dietéticos foram ajustados pelas calorias totais pelo método residual, após transformação logarítmica. As variáveis independentes foram inicialmente selecionadas segundo correlação de Pearson com glicemia e insulinemia de jejum ou HOMA R (variáveis dependentes contínuas) com valor de p<0,20. A associação entre nutrientes/ alimentos com as variáveis dependentes contínuas foi avaliada em modelos de regressão linear múltiplos. Modelos de regressão logística múltiplos foram utilizados para investigar a relação entre fatores dietéticos (tercis) com AHG, ajustados por fatores de confusão. Resultados. Após ajuste múltiplo, houve associações inversas entre o consumo dos grupos de laticínios integrais (g/dia), doces (g/dia), IG da dieta e glicemia de jejum (mg/dl). Relação inversa entre o consumo de IG da dieta e HOMA R também foi observada. Verificou-se razão de chances - RC (IC 95%) - para GJA de 1,70 (1,06 - 2,74) no último tercil de consumo de fibras totais em que as principais fontes alimentares foram o arroz polido, pão branco e frutas/sucos de frutas. Efeito protetor entre o tercil intermediário do consumo de vegetais [0,61 (0,38 - 0,98)] foi observado para TGD. Conclusão. Em nossa população de estudo, a fibra dietética proveniente do consumo excessivo de arroz polido, pão branco, frutas e sucos representou risco para AHG. Por outro lado, observou-se efeito protetor do maior consumo de vegetais para TGD.
Título em inglês
Dietary glycemic index in relation to impaired glucose homeostasis disturbances in Japanese-Brazilians living in Bauru.
Palavras-chave em inglês
Diabetes type 2 Nutritional ep
Dietary glycemic index
Habitual diet
Impaired glucose disturbance
Resumo em inglês
Objective. To investigate the effects of food intake and dietary glycemic index (GI) on fasting plasma levels of glucose and insulin, homeostasis model assessment of insulin resistance (HOMA R) and impaired glucose disturbance - IGD (impaired fasting glucose - IFG, impaired glucose tolerance - IGT and diabetes mellitus type 2). Subjects and methods. 1,054 Japanese-Brazilians living in Bauru, of both genders, 30 to 90 years-old, first- and second-generation, who completed all the information for the cross-sectional survey in 2000, without previous diagnosis of IGD and/or use of oral hipoglycemic medication/insulin. Food consumption was assessed using a validated food frequency questionnaire, with the aid of the software Dietsys 4.0. All dietary factors were log-transformed and adjusted for total energy intake by residual method. The dependent variables were first selected using Pearson correlation with fasting plasma levels of glucose and insulin or HOMA R (continuous independent variables), with p<0.20. The associations between selected nutrients/foods and the continuous independent variables were assessed using multiple linear regression models. Logistic regression models were used to investigate the relationship between dietary factors (tercile) and IGD, while adjusting for confounding factors. Results. After multiple adjustments, intakes of whole dairy products and sweets (g/day) and dietary GI were inversely correlated with fasting glucose levels (mg/dl). Dietary GI was also inversely correlated with HOMA R. The odds ratio (95% confidence interval) for IFG was 1.70 (1.06 - 2.74) in the highest tercile of total dietary fiber (main food sources: white rice and bread, fruits/fruit juices). The second tercile of vegetable intake was associated with a risk reduction of IGT [0.61 (0.38 - 0.98)]. Conclusion. In our study population, the intake of total dietary fiber, largely attributable to high intakes of white rice, white bread, fruits/fruit juices, was positively associated with risk of IGD. On the other hand, a protective effect was observed for higher intake levels of vegetables
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DanielaSartorelli.pdf (1.98 Mbytes)
Data de Publicação
2008-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.