• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2006.tde-14082006-153722
Documento
Autor
Nome completo
Renata Galhardo Borguini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Torres, Elizabeth Aparecida Ferraz da Silva (Presidente)
Bastos, Deborah Helena Markowicz
Farfan, Jaime Amaya
Silva, Marina Vieira da
Tadini, Carmen Cecilia
Título em português
Avaliação do potencial antioxidante e de algumas características físico-químicas do tomate (Lycopersicon esculentum) orgânico em comparação ao convencional
Palavras-chave em português
alimentos orgânicos
atividade antioxidante
resíduos de pesticidas
tomate
Resumo em português
Objetivo: O principal objetivo desta pesquisa foi comparar os efeitos dos cultivos orgânico e convencional sobre as características físico-químicas, o teor de compostos antioxidantes, a atividade antioxidante e os resíduos de pesticidas de tomates cultivar Carmem. Considerando-se que o preparo doméstico de alimentos exerce efeitos expressivos sobre o nível de nutrientes em relação ao alimento in natura, particularmente no que tange ao teor de compostos antioxidantes e, conseqüentemente, na atividade antioxidante destes compostos, verificou-se também a influência de diversas formas de preparo doméstico para o consumo de tomates. Métodos: Os tomates foram submetidos aos seguintes tratamentos: inteiro, sem pele, sem semente, molho e purê de tomate. As amostras foram avaliadas físico-quimicamente quanto à atividade de água, sólidos solúveis totais, umidade, pH, cor, teor de ácido ascórbico, de fenólicos totais e de licopeno. As amostras foram liofilizadas e, posteriormente, submetidas ao processo de extração seqüencial para frutos, dando origem aos extratos etéreo, etanólico e aquoso. Aos extratos foram aplicados o teste do 1,1-difenil-2-picrilhidrazil (DPPH) e o sistema beta-caroteno/ácido linoléico para avaliação da atividade antioxidante in vitro. As amostras foram ainda submetidas à análise multirresíduos de pesticidas. Para análise estatística dos resultados utilizou-se análise univariada e o teste de Tukey, adotando-se um nível de significância de 5%. Resultados: O tomate orgânico inteiro e o molho apresentaram teores médios de ácido ascórbico maiores que seus similares convencionais. O tomate orgânico apresentou teor médio de fenólicos maior que o tomate convencional, para todos os produtos e preparações. Não foi possível identificar diferença entre orgânicos e convencionais quanto ao teor de licopeno, para todas as preparações e produtos avaliados. Para o extrato etéreo pelo método DPPH, verificou-se que apenas para o tomate sem semente, o orgânico apresentou atividade antioxidante maior que o convencional. Para o extrato alcoólico pelo método DPPH, apenas para o tomate sem semente não foram observadas diferenças entre orgânico e convencional. Para as demais preparações e produtos, o tomate orgânico apresentou percentual maior de atividade antioxidante que o convencional. No caso do extrato aquoso, apenas o tomate inteiro e o molho orgânico e convencional não apresentaram diferenças, para os demais modos de preparo (sem pele, sem semente e purê) o tomate orgânico apresentou percentual médio de atividade antioxidante maior que o tomate convencional. Para o extrato etéreo pelo sistema beta-caroteno/ácido linoléico, quando se comparou cultivo orgânico e convencional, observou-se que a atividade antioxidante do molho convencional foi maior que do molho orgânico. No entanto, para os tomates sem pele e sem semente, o orgânico apresentou valores médios significativamente maiores que aqueles obtidos para o tomate convencional. Para o extrato alcoólico pelo sistema beta-caroteno/ácido linoléico, não foram encontradas diferenças quando se compararam as preparações e os produtos provenientes do cultivo orgânico e convencional. No caso do extrato aquoso, o tomate orgânico apresentou maior média de atividade antioxidante para todos os modos de preparo, exceto para o molho. A forma de cultivo foi um fator determinante em relação à presença de resíduos de pesticidas (permetrina, tebuconazol e ditiocarbamatos), uma vez que o tomate orgânico preparado de diversas formas não apresentou tais resíduos. Conclusões: Devido ao limitado tamanho da amostra, nenhuma generalização pode ser estabelecida em relação ao tipo de cultivo e o valor nutricional dos tomates. No entanto, a partir dos resultados dos lotes de tomate avaliados, para a maioria dos parâmetros adotados, pode-se observar superioridade para o tomate orgânico em relação ao convencional.
Título em inglês
Antioxidant potential and physical-chemical characteristics of organic tomato (Lycopersicon esculentum) in comparison with conventional tomato
Palavras-chave em inglês
antioxidant activity
organic food
pesticides residue
tomato
Resumo em inglês
Objective: The main objective of this survey was to compare the cultivation effect (organic and conventional) over the physical-chemical characteristics, the content of antioxidant compounds and the antioxidant activity of tomatoes Carmen cultivar. Considering that home preparation of the food may be a significant effect over the level of nutrients in relation to a fresh food, particularly in the content of antioxidants and, consequently, in the antioxidant activity of these compounds, the influence of many ways of home prepare of tomatoes was verified. Methods: Tomatoes underwent the following treatments: whole fresh tomatoes, fresh tomatoes without the peel, fresh tomatoes without seeds, tomato sauce and tomato puree. Samples were physical-chemically analyzed for water activity, total soluble solids, water content, pH, color, ascorbic acid, total phenolics and lycopene. Samples were freeze-dried, and then underwent the sequential extraction process for fruits, resulting in ether, alcohol and water extracts. These extracts were tested by DPPH test and the beta-carotene/linoleic acid system in order to evaluate the in vitro antioxidant activity. Samples were also submitted to pesticide multi residue analysis. For the statistical analyses, ANOVA and the Tukey test were used considering a significance level of 5%. Results: The whole organic tomato and the organic sauce presented higher acid ascorbic content than their conventional counterparts. The organic tomato exhibited higher phenolics content than the conventional for all products and preparations. It was not possible to detect differences between organic and conventional in relation to the lycopene content form all preparations and products. For the ether extracts by the DPPH method, it was verified that only the organic tomato without seeds showed higher antioxidant activity than the conventional one. For the alcohol extract by the DPPH method, only the tomato without seeds not reveal differences between organic and conventional. The remaining organic preparations and products were better than the conventional. In the case of the water extract, only the whole tomato and the sauce did not show differences between the organic and the conventional, whereas the other preparations of the organic tomato exhibited higher antioxidant activity than those of the conventional tomato. For the ether extract in the beta-carotene/linoleic acid system it was verified that the conventional sauce was better than the organic one. However, the organic tomatoes without peel and seeds exhibited higher antioxidant activity than the conventional ones. For the alcohol extract in the beta-carotene/linoleic acid system no difference was detected between the organic and conventional tomato preparations and products. In the case of the water extract, the organic tomato afforded higher antioxidant activity for all types of preparations, except for the sauce. The method of cultivation was a determinant factor in relation to the presence of pesticides residues, since the organic tomato prepared in different forms did not contain these residues (permethrin, tebuconazol and dithiocarbamate). Conclusions: Due the limited size of the sample, no general statement could be made in relation to the method of cultivation and the nutritive value of tomatoes. However, for most of the parameter studied, the organically grown tomatoes ranked higher than the conventional tomatoes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TeseRenata.pdf (543.38 Kbytes)
Data de Publicação
2006-09-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.