• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2007.tde-11102007-160122
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Romero
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Villar, Betzabeth Slater (Presidente)
Latorre, Maria do Rosario Dias de Oliveira
Sousa, Cláudia Cezar de
Título em português
Fatores determinantes do índice de massa corporal em adolescentes de escolas públicas de Piracicaba, São Paulo
Palavras-chave em português
Adolescentes
Atividade física
Consumo alimentar
Índice de massa corporal
Saúde pública
Resumo em português
Introdução - O conhecimento dos fatores que contribuem para o desenvolvimento de distúrbios nutricionais como obesidade e desnutrição, na adolescência, é fundamental para a elaboração de programas que visam prevenir e combater esses problemas. O índice de massa corporal (IMC) tem sido o meio mais utilizado para diagnosticar obesidade e desnutrição em estudos populacionais. Objetivo - Verificar os fatores determinantes do índice de massa corporal de adolescentes matriculados nas escolas públicas de Piracicaba, São Paulo. Métodos - Os participantes foram entrevistados por meio de questionário, o qual possibilitou a coleta de informações demográficas e socioeconômicas, além das variáveis: atividade física e consumo alimentar. A amostra foi constituída por 328 adolescentes de ambos os sexos, matriculados entre a 4ª e a 7ª série de escolas públicas de Piracicaba, com idade mínima de 10 anos. Foi usado um modelo de regressão linear múltipla para verificar a associação entre as variáveis independentes e o IMC. Resultados - Dos 328 adolescentes, 54,3% eram meninas e 21,3% eram pré-púberes. Não foi observada diferença estatisticamente significativa entre as médias de IMC de meninos e meninas (p = 0,41). Enquanto as meninas consideradas fisicamente ativas apresentaram maior média de IMC do que as insuficientemente ativas (p = 0,03), os meninos não apresentaram diferença estatística entre as médias de IMC de ativos e insuficientemente ativos (p = 0,17). Para as meninas, apenas as variáveis idade e maturação sexual estiveram relacionadas ao IMC (p = 0,01 para ambas as variáveis). Já para os meninos, a maturação sexual foi a única variável estatisticamente relacionada ao IMC (p = 0,05). Conclusões - A maturação sexual foi determinante do IMC, para ambos os sexos, reforçando a idéia de que é fundamental levar em consideração essa variável em estudos que avaliam o estado nutricional em adolescentes. Acredita-se que estudos transversais, como o presente estudo, apresentem importantes limitações para avaliar a influência das variáveis socioeconômicas, nível de atividade física e consumo alimentar sobre o IMC dos adolescentes.
Título em inglês
Determining factors of body mass index in adolescents from public School in Piracicaba, São Paulo
Palavras-chave em inglês
Adolescents
Body mass index
Food intake
Physical activity
Public health
Resumo em inglês
Introduction - Being aware of the factors that contribute to develop nutritional disorders such as obesity and undernourishment in adolescence is essential to create programs aiming at fighting these problems. Body mass index (BMI) has been the most commonly used method to diagnose obesity and undernourishment in population studies. Objective ? To assess determining factors of body mass index in adolescents enrolled in public schools in Piracicaba, São Paulo. Methods - Participants were interviewed through a questionnaire which enabled collecting demographic and social economical information together with the variables: physical activity and food intake. The sample had 328 adolescents from both genders enrolled from the 4th to 7th grade in public schools in Piracicaba, minimum age was 10 years old. A multiple linear regression model was used to assess the association between independent variables and BMI. Results - Of the 328 adolescents enrolled, 54.3% were girls, and 21.3% were pre-adolescents. Statistically significant difference was not observed between the mean BMI among girls and boys (p = 0.41). Whereas the girls considered physically active presented greater mean BMI that those not active enough (p = 0.03), boys did not present statistical difference between the mean BMI in active people and those not active enough (p = 0.17). For the girls, only the variables age and sexual maturity were related to BMI (p = 0.01 for both variables). As for boys, sexual maturity was the only variable statistically related to BMI (p = 0.05). Conclusions - Sexual maturity was determinant for BMI, for both genders, reinforcing the idea that it is essential to take into account this variable in studies that assess the nutritional situation in adolescents. Cross-sectional studies such as the present one, present important limitations to assess the influence of social and economical variables, level of physical activity and food intake on the BMI of adolescents.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
alexandre.pdf (13.54 Mbytes)
Data de Publicação
2007-10-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.