• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Ribeiro Barros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Fisberg, Regina Mara (Presidente)
Machado, Flávia Mori Sarti
Marchioni, Dirce Maria Lobo
Título em português
Consumo de alimentos industrializados e fatores associados em adultos e idosos residentes no município de São Paulo
Palavras-chave em português
Alimentos Industrializados
Consumo de Alimentos
Dieta
Nutrição
Resumo em português
Introdução: A transição nutricional, caracterizada por mudanças no estilo de vida e no hábito alimentar, tais como maior consumo de alimentos industrializados, alimentação fora de casa e substituição de refeições por lanches, tem sido observada tanto no âmbito nacional como mundial. Em paralelo, a incidência de doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT) associada ao alto consumo de alimentos com elevado teor de energia, açúcares, gorduras e sódio tem se elevado tanto em países desenvolvidos quanto nos países em desenvolvimento. Objetivos: Avaliar a freqüência e os fatores associados ao consumo de alimentos industrializados por adultos e idosos residentes no Município de São Paulo, bem como sua contribuição nutricional. Metodologia: Estudo transversal de base populacional de uma amostra de 1.530 indivíduos de ambos os sexos, sendo 728 adultos e 802 idosos, realizado em 2003. Foram tomadas amostras probabilísticas em dois estágios, setor censitário e domicílio, do Município de São Paulo. As características da população de estudo foram obtidas através de questionário e o consumo alimentar pelo método Recordatório de 24 horas. Os alimentos industrializados selecionados foram os consumidos por, no mínimo, 5% da população de estudo e classificados em oito grupos (1 - Manteiga e margarina / 2 - Embutidos, hambúrguer e nuggets / 3 - Refrigerantes e refrescos / 4 - Queijos gordos e creme de leite / 5 - Doces diversos / 6 - Biscoitos doces e salgados sem recheio / 7 - Biscoitos e pães recheados / 8 - Molhos à base de maionese). Foram feitas análises de regressão logística, levando em consideração o desenho amostral, para avaliar as associações entre o consumo de industrializados e variáveis demográficas, socioeconômicas e de estilo de vida. Resultados: Dos grupos de alimentos industrializados estudados, os que apresentaram maior consumo foram os das Manteigas e margarinas (62%), dos Refrigerantes e refrescos (48%) e dos Embutidos, hambúrguer e nuggets (41%). Os produtos apresentaram ainda contribuição elevada para a ingestão diária total de açúcares adicionados (66%), gorduras totais (33%), saturadas (37%) e trans (56%), colesterol (25%) e sódio (24%). Dos fatores que se associaram ao consumo de alimentos industrializados, destaca-se associação direta com o nível socioeconômico e inversa com a faixa etária. Conclusão: O conhecimento desses fatores é importante para implementação de políticas públicas e redução dos riscos para o desenvolvimento de DCNT.
Título em inglês
Consumption of processed foods and factors associated among adults and elderly living in the City of Sao Paulo
Palavras-chave em inglês
Diet
Food Consumption
Nutrition
Processed Foods
Resumo em inglês
Introduction: The nutritional transition, characterized by changes in lifestyle and eating habits, such as increased consumption of processed foods, food away of home and replacement of meals for snacks has been observed in Brazil and in the world. In parallel, the incidence of chronic noncommunicable diseases associated with high consumption of foods with high levels of energy, sugars, fats and sodium has been high both in developed countries as in developing countries. Objectives: To assess frequency and factors associated with the intake of processed foods among adults and elderly residents in the City of Sao Paulo, as well as its nutritional contribution. Methodology: Cross-sectional population-based study in a sample of 1.530 individuals of both genders, with 728 adults and 802 elderly people, performed in 2003. Probabilistic samples were obtained from multi-stage cluster sampling in the city of Sao Paulo. The characteristics of the population of study were obtained from interviews in the subjects' homes and the dietary intake was measured by 24-hour recall method. Processed foods selected were consumed by at least 5% of the sample and classified into eight groups (1 - Butter and margarine / 2 - Cold meats, hamburguer, sausages and nuggets / 3 - Soft drinks and other artificial drinks / 4 - Fatty cheese and cream / 5 - Sweets, cakes and chocolates / 6 - Cookies without filling / 7 - Filled cookies and breads / 8 - Mayonnaise-based sauces). Logistic regression analyses were performed to evaluate the relations among consumption of processed foods and demographic, socioeconomic and lifestyle variables; considering the sampling design. Results: The groups of processed foods that presented higher consumption were Butters and margarines (62%), Soft drinks and other artificial drinks (48%) and Cold meats, hamburguer, sausages and nuggets (41%). The products also showed high contribution to total daily intake of added sugar (66%), total fat (33%), saturated fat (37%) and trans fat (56%), cholesterol (25%) and sodium (24%). Among the factors associated with the consumption of processed foods it was identified a positive association with socioeconomic level and negative association with age. Conclusion: Knowledge of these factors is important for implementation of public policies in health and reducing risks for developing non-communicable chronic diseases.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RodrigoBarros.pdf (2.42 Mbytes)
Data de Publicação
2008-09-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.