• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2016.tde-29072016-172636
Documento
Autor
Nome completo
Maria Stella Ferreira Levy
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1975
Orientador
Banca examinadora
Machado, Eduardo Marcondes
Patarra, Neide Lopes
Qualifik, Paul
Souza, Jose Maria Pacheco de
Título em português
Condicionantes sociais e medidas antropométricas: estudo de uma amostra de população infantil do município de Santo André
Palavras-chave em português
Antropologia Biológica
Antropometria
Crescimento Infantil
Resumo em português
Com base em algumas variáveis sócio-antropológicas e três medidas antropométricas - altura, peso e índice de Kaup - de um Estudo realizado no Município de Santo André, elaboramos o presente trabalho. Para este trabalho excluímos crianças púberes, incluindo treze idades: O, 3, 6 e 9 meses, 1 ano, 1a e meio, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 8 anos, de ambos os sexos. As variáveis independentes utilizadas foram: ISSE - índice de situação sócio-econômica, construído com base na média de gasto mensal familiar per capita e segundo as 14 categorias de ocupação do pai e as de instrução. Considerou-se para tal, as interrelações das variáveis com o gasto, que foram tomadas como desvios em relação à média de gasto familiar per capita mensal da amostra e a média para cada casela, medidas como múl tiplos de T. CATANCES - construída a partir da informação sobre a nacionalidade dos ascendentes das crianças até a 3ª geração. Constitui-se de 2 categorias: "todos ascendentes brasileiros" e "pelo menos um estrangeiro". Grupo Residencial - dividido em três categorias: "poucos", "médio" e "grande", dependendo de quantas pessoas residissem na casa. Dado que já se conhecia a existência de uma relação positiva entre melhores condições de vida e desenvolvimento físico queríamos observar se isso se dava igualmente nos dois sexos e nas várias idades, e assim poder apreender diferenças entre esses grupos uma vez que só havia sido possível estratificar a amostra por idade e sexo. Essas interrelações ajudariam a melhor caracterizar a população estudada. Como esperado, encontramos uma associação positiva entre melhores condições sócio-econômicas, menor tamanho do grupo residencial e as médias das medidas. Porém, também verificamos a existência de relações entre as variáveis independentes: a) que a categoria de ISSE "alto" associava-se com a categoria "pelo menos um estrangeiro" da variável Catances, o inverso sendo verdadeiro quando a categoria era "todos brasileiros"; b) que, medido pelo tamanho médio do grupo residencial, há indicações de uma fecundidade diferencial, sendo esta maior para o grupo "todos nacionais" da variável Catances. Nesse sentido chamamos a atenção à grande concentração de migrantes de Minas e Nordeste nessa categoria. As médias das medidas foram testadas pelo método de ordenação de médias de DUNCAN, e também pela técnica de ajuste por mínimos quadrados para análises de variâncias. Verificamos ao analisar as tabelas das medidas, segundo os vários controles, que o índice de Kaup não se apresentava diferente de uma idade para outra, enquanto tal acontecia com altura e peso. Uma série de outros resultados somados a esse, evidenciou que o índice não media, ao menos para crianças em crescimento, aquilo que se propunha medir, ou seja, diferenças de estados nutricionais. Sugere-se então um ajuste de curva a fim de que, baseados nos dados empíricos, se encontre uma dada função para cada idade. Também constatou-se que embora as médias das medidas diferissem segundo as variáveis independentes, isso não acontecia igualmente nas mesmas idades e nos 2 sexos. Ainda, através dos resultados das análises de variância, observou-se que apesar das diferenças estatísticas significantes, as variáveis selecionadas explicavam muito pouco da variação das medidas nas várias idades e sexos. Esses resultados nos levaram a concluir que a amostra estudada, segundo as variáveis independentes deste estudo, difere entre idades em ambos os sexos. Isso levanta uma série de questões sobre quais as variáveis mais adequadas a um estudo desse gênero e sobre a utilização desses dados para construção de curvas de velocidade. Permitimo-nos sugerir que as tabelas por nós apresentadas no anexo 1, se consideradas as duas categorias de Catances, fossem consideradas como dois padrões: Leste-Nordeste e Sul, utilizando a idéia das tábuas de vida padrão.
Título em inglês
Social conditions and anthropometric measures: study of a child population sample of Santo André
Palavras-chave em inglês
Anthropometry
Biological Anthropology
Child Growth
Resumo em inglês
The present dissertation was based in some of the data collected during the first semester of 1969, in the Município de Santo André, State of São Paulo, Brasil. The original data was partly constituted of several anthropometric measurements in 17 different ages of children from zero month onto twelve years. Some socio-economic information of their families and data concerning the country of birth (or the State of birth, if Brazilian) was also collected for three generations of the children's ancestors. The sample was based in the population of these ages living at the Município mentioned. The total sample was of 9,258 children, stratified by age and sex, so that one could estimate the degree of confidence of the actual sample. It is worthwhile to call attention to the criterium adopted to asses age, which was very strict, and not common in studies as such. Zero month children were measured on 2d or 3d day of life. From three to eighteen months, ± 7 days from the day of birth and from two to twelve years old, ± 14 days from the day of birth. For this study we choose only three of the measurements: height, weight and Kaup index and related them by age and sex, with three independent variables as follows: ISSE - index of socio-economic conditions, which was built considering the joint distribution of occupation and education of the father and the amount of the family expenses per capita, per month. CATANCES - meaning "categories of ancestors", divided into two categories: "all ancestors were Brazilians" and "at least one was foreigner". Residencial Group - (household). Depending of the size or the household, there were three different categories: "small", "medium" and "large". Our objectives were to study the relations between the socio-anthropological variables and the measurements selected. At the same time to have a better knowledge of the variability of the population, sampled by age and sex only. for our purposes we dealt only with 13 ages, from zero months to eight years old, excluding in this manner children entering puberty, after the definition of puberty adopted in the study. Amongst the main findings concerning the relationship between the socio-anthropo1ogical variables and the anthropometric ones, was the fact that many combinations of the independent variables showed differences in measurements, as expected. At the same time, we found interrelationships among the independent variables: a) that better conditions of ISSE were related to few people in the household and with the category "at least one foreigner" of the variable Catances; the opposite was also true in relation to the category "all Brazilians"; b) we found indications of different fertility between the two categories of Catances. The higher were "all Brazilians". This category included a high percentage of Brazilians migrants from other States. We did not have sufficient information (if this is possible anyway), to state that the differences in the means of height and weight were due to socio-anthropological conditions, since they could be due to the tendency of more endogamous marriages between the migrants, that generally got into Santo André already married. We also found that the Kaup index did not measured what it is supposed to, at least in growing children, because of the relative variability of weight and height. Thus, it was suggested that a curve should be fitted having per base our empirical data, so that it could have meaning by each age. The means were tested by DUNCAN multiple range tests, and least aquares technique of analysis of variance. By this last test we get to know that despite of significant statistic influences of the independent variables (measured by weight and height) these influences varied depending on age, sex, eatances and the anthropometric variables, showing that the sample varied differently depending on age, sex and the controls used. But however important were the selected variables, there was still 2/3 of variability to be explained by other variables. For this matter, velocity curves based in this data should be taken carefully, once one cannot say children that are 2 year old in the sample, will be one year latter, exactly as the ones that are 3 years in the sample, or that theirs velocity of growth will be the same.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DR_87_Levy_1975.pdf (4.66 Mbytes)
Data de Publicação
2016-07-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.