• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2018.tde-28062018-084534
Documento
Autor
Nome completo
Max Moura de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Latorre, Maria do Rosario Dias de Oliveira (Presidente)
Curado, Maria Paula
Rossi, Benedito Mauro
Toporcov, Tatiana Natasha
Título em português
Desigualdades na incidência e mortalidade do câncer colorretal no Município de São Paulo e Brasil
Palavras-chave em português
Efeito de Coortes
Efeito Idade
Efeito Período
Estudos de Séries Temporais
Incidência
Mortalidade
Neoplasias Colorretais
Resumo em português
INTRODUÇÃO: O câncer colorretal é um dos cânceres mais incidentes no mundo. As maiores incidências são descritas em homens e aumentam com a idade. Porém, estudos recentes reportaram aumento da incidência entre os mais jovens. Apesar das maiores incidências serem descritas em países desenvolvidos, estes apresentam tendência de estabilidade ou declínio. Em países com tendência de aumento, a mudança no padrão alimentar é a principal hipótese para este aumento. A mortalidade apresenta tendência de queda, principalmente em países que investiram em diagnóstico precoce e tratamento oportunos. OBJETIVO: Estudar as desigualdades na incidência e mortalidade do câncer colorretal no Município de São Paulo e Brasil. MÉTODOS: Esta tese está dividida em três manuscritos. MANUSCRITO 1: Simulação e comparação de técnicas de correção de dados incompletos de idade para o cálculo de taxas de incidência. A partir de seis bases com diferentes proporções de dados incompletos para idade (5 até 50%), foram comparados dois métodos de correção. Verificou-se que bases com 5% ou mais de dados incompletos para idade apresentaram taxas de incidência subestimadas. O fator de correção retificou as subestimativas das taxas padronizadas, entretanto, esta técnica não permitiu corrigir taxas específicas por idade. A imputação múltipla foi útil na correção das taxas padronizadas e específicas em bancos com até 30% de dados incompletos. Bases com 5% ou mais de dados incompletos necessitam de aplicação de correção. A imputação múltipla mostrou-se superior ao fator de correção, pois permitiu corrigir as taxas de incidência específicas. MANUSCRITO 2: Descrição e análise das taxas de mortalidade por câncer de colorretal no Brasil, segundo sexo e Unidades da Federação e indicadores socioeconômicos. As tendências das taxas de mortalidade foram estimadas por modelo de regressão linear. No Brasil,ocorreu aumento da tendência da taxa de mortalidade em todos os estados para o sexo masculino e em 21 estados para o sexo feminino. Ao ajustar por taxa de mortalidade por causas mal definidas, Produto Interno Bruto e Coeficiente de Gini, a tendência de aumento manteve-se significativa (p<0,05) no Brasil e em sete estados em homens e em nove estados em mulheres. O aumento da taxa de mortalidade por câncer colorretal em algumas Unidades Federativas e no Brasil pode estar relacionada ao aumento da incidência, ao atraso no diagnóstico e no tratamento. MANUSCRITO 3: descrição e análise das taxas de incidência e mortalidade por câncer colorretal no município de São Paulo, segundo sexo e faixa etária. Foram calculadas as razões das taxas padronizadas de incidência e mortalidade, estimada a mudança percentual anual média (AAPC) e o efeito idade-período-coorte. As razões das taxas de incidência e mortalidade foram superiores a 1 em homens a partir dos 50 anos e para o total da população. Ao comparar com indivíduos de 30 a 39 anos, em ambos os sexos, as razões das taxas foram maiores que 1 após 40 anos. Verificou-se tendência de aumento da incidência em mulheres (AAPC 0,9%) e da mortalidade em homens (AAPC 1,0%) e em mulheres (AAPC 0,2%). O modelo idade-período-coorte apresentou melhor ajuste para a incidência, em ambos os sexos (p<0,001). A mortalidade em homens foi explicada pelo modelo idade-drift (p<0,001). No Munícipio de São Paulo, a tendência crescente da incidência pode estar relacionada à alimentação inadequada e ao aumento do diagnóstico e a da mortalidade por diagnóstico e tratamento inoportunos.
Título em inglês
Inequalities in the incidence and mortality of colorectal cancer in the city of São Paulo and Brazil
Palavras-chave em inglês
Age Effect Period Effect
Cohort Effect
Colorectal Neoplasms
Incidence
Mortality
Time Series Studies
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Colorectal cancer is one of the most common cancers worldwide. The highest incidence rates are described in men and with increasing age. However, recent studies have reported an increase in incidence among younger people. Although the highest incidence are described in developed countries, they show a tendency of stability or decline. In countries with increasing trends, the change in dietary pattern is the main hypothesis for this increase. Mortality is declining, especially in countries that have invested in diagnosis and treatment. OBJECTIVE: To study the inequalities in the incidence and mortality from colorectal cancer in the city of São Paulo and Brazil. METHODS: This thesis is divided into three manuscripts. MANUSCRIPT 1: Simulation and comparison of incomplete data correction techniques for the calculation of incidence rates. From six databases with different proportions of incomplete data for age (5 to 50%), two correction methods were compared. Databases with 5% or more of incomplete data for age were found to have underestimated rates. The correction factor mitigated the underestimation of the standardized rates; however, this technique did not allow the correction of age-specific rates. Multiple imputation was useful in correcting standardized and age-specific rates in datasets with up to 30% incomplete data. Databases with 5% or more of incomplete data need to be corrected. Multiple imputation technique was a superior method in comparison to the correction factor. MANUSCRIPT 2: description and analysis of mortality rates from colorectal cancer in Brazil, according to sex and States, according to socioeconomic indicators. For the trend analysis, the linear regression models were chosen through linear regression In Brazil, there was an increase in the mortality rate in all states for males and in 21 states for females. When the mortality rate was controlled for ill-defined causes, Gross Domestic Product and Gini Index, the increasing trend of mortality remained significant (p-value <0.05) in Brazil and in seven states in men and in nine states in women. The increase in the colorectal cancer mortality rate in some States and in Brazil may be related to the possible increase in incidence delayed diagnosis and treatment. MANUSCRIPT 3: description and analysis of incidence and mortality rates for colorectal cancer in the city of São Paulo, according to sex and age group. The incidence and mortality rate ratios were estimated. Joinpoint regression was performed to obtain average annual percent change (AAPC) and age-period-cohort analysis was used to examine the incidence trends. The incidence and mortality rates ratio were higher than 1 in men aged 50 and over. When comparing individuals aged 30 to 39 in both sexes, the rates ratios were higher than 1 after 40 years. There was an upward trend in incidence in women only (AAPC 0.9%) and mortality in men (AAPC 1.0%) and women (AAPC 0.2%). The age-period-cohort model provided the best fit to incidence in both sexes (p <0.001). Mortality in men was explained by the age-drift model (p <0.001). In the city of São Paulo, the increasing trend in incidence may be related to inadequate diet and increased diagnosis and mortality due to untimely diagnosis and treatment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.