• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2006.tde-20102006-153336
Documento
Autor
Nome completo
Helena Maria Medeiros Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Nogueira, Pericles Alves (Presidente)
Almeida, Margarida Maria Mattos Brito de
Buchalla, Cassia Maria
Nemes, Maria Ines Baptistella
Silva, Rosalina Carvalho da
Título em português
Adesão ao tratamento de HIV/AIDS por pacientes com AIDS, tuberculose e usuários de drogas de São Paulo
Palavras-chave em português
Adesão
Aids
Drogas
Saúde pública
Tratamento
Tuberculose
Resumo em português
Objetivo. Subsidiar profissionais de saúde para melhoria das estratégias de adesão e base para Política Nacional de Adesão, definida como o conjunto de atitudes do paciente para melhor aproveitamento do tratamento. Pacientes com aids, tuberculose e usuários de drogas têm dificuldades para aderir. Métodos. Estudo descritivo, metodologia qualitativa - Rapid Assessment, Response and Evaluation (RARE) em quatro serviços públicos de Doenças Sexualmente Transmissíveis/ Aids de São Paulo, 37 profissionais de saúde (mulheres, casadas, 45 anos) que atendem à população estudada e 27 pacientes (maiores de idade, com aids, tuberculose e usuários de drogas/ 35 anos, sexo masculino, escolaridade baixa, solteiros/ sozinhos, desempregados, diagnóstico de HIV e início de tratamento de aids há mais de cinco anos). Resultados. Profissionais de saúde sem experiência prévia e capacitações específicas em tuberculose e dependência de psicoativos. Conhecimentos técnicos desatualizados sobre interações, genotipagem, sub-tipos HIV, resistência, falência, tuberculose multidrogarresistente, exceto infectologistas. Sem padronização de conduta para troca de esquema terapêutico de ARV. Exigência de abstinência. Pacientes: ingestão de todas as doses de uma só vez/dia; falhas por esquecimento, uso de drogas (álcool), evitar efeitos colaterais, não-revelação de diagnóstico usuários de crack compartilham cachimbo; trocam médico e/ou serviço para mudar esquema de anti-retrovirais. Serviços de DST/Aids sem interação com Programa de Tuberculose e Saúde Mental. Conclusões e recomendações. Profissionais de saúde necessitam de capacitações tuberculose e drogas para melhoria da adesão destes pacientes, elaboração de Planos Individuais de Adesão e introdução da Redução de Danos como estratégia; construção da Política Nacional de Adesão. Descritores: Adesão, Saúde Pública, Tuberculose, Aids, Drogas.
Título em inglês
Adherence to HIV/Aids treatment among aids/ tuberculosis and drug users patients in Sao Paulo, Brazil. Sao Paulo (BR); 2006. [PhD Thesis – Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo - Brazil].
Palavras-chave em inglês
Adherence
Aids
Drugs
Public Health
Treatment
Tuberculosis
Resumo em inglês
Objective. Give subsidies for improve strategies and build a National Policy of Adherence, understanding as patient behavior related to best use of treatment. Patients with aids, tuberculosis and drug user have difficulties with adherence. Methods. Study descriptive, qualitative methodology - Rapid Assessment, Response and Evaluation (RARE) on four STD/ Aids public services in Sao Paulo. Health professionals who attend target-population (37 women, married, and between 40 - 45 years old) and patients (27, 18 years old or more, aids, tuberculosis and drug users, male, low level of education, single/ lonely, unemployed, with HIV diagnosed and aids treatment began more than 5 years ago). Results. Health professionals without previous experience in tuberculosis and psychoactive dependence. Fail technical knowledge about: interaction, genotyping, HIV sub-types, resistance, failure, multidrugresistant, tuberculosis. Requesting information from infectologist doctors. There is no standard policy for orientation about the side effects, tuberculosis prophylaxis, adherence and drugs (abstinence request). Patients ingesting all the day dose in one shot; failures to forgetting, to avoid side effects, drug use (alcohol) or non-revelation of the diagnosis; without communication. Switch doctor and/or services to change the antiretroviral scheme; crack users share pipes. Researched STD/Aids services do not have interaction with the Tuberculosis and Mental Health Program. Epidemiological and treatment documents are loosed and have no flow. Conclusions and recommendations. Health professionals could be benefit with capacity in tuberculosis and drugs to develop strategies to improve adherence, as Individual Adherence Plan and introduction of Harm Reduction Strategy. Recommendation to National Program of STD/Aids: develop a National Adherence Policy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
HelenaLimaEpidemio06.pdf (649.13 Kbytes)
Data de Publicação
2006-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.