• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Ana Maria Marassa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Gomes, Almerio de Castro (Presidente)
Laurenti, Marcia Dalastra
Lieber, Nicolina Silvana Romano
Marrelli, Mauro Toledo
Perini, Adenir
Título em português
Identificação de fonte sanguínea em dípteros da Família Culicidae, em áreas de epizootia da febre amarela silvestre
Palavras-chave em português
Culicidae
Hábito Alimentar
IgG
Isotipos
Técnica Imunoenzimática ELISA de Captura
Resumo em português
A importância em conhecer o padrão alimentar em mosquitos da Família Culicidae permite esclarecer alguns aspectos relacionados à transmissão de zoonoses e estimar o grau de contato humano-vetor que é fator relevante em estudos epidemiológicos. Com o objetivo de explorar o comportamento alimentar dessa Família, em área epizoótica de febre amarela silvestre, foram coletados exemplares nos municípios de Santo Antônio das Missões e Garruchos, Estado do Rio Grande do Sul. Fêmeas ingurgitadas foram obtidas por aspiração em ambiente de mata, no período de setembro de 2005 a abril de 2007 e identificadas segundo fonte de sangue ingerido através da técnica imunoenzimática ELISA de captura no sistema avidinabiotina. Foram testadas seis fontes de alimento: ave, bovino, eqüino, humano, macaco e rato. Os resultados obtidos mediante a padronização de anticorpos monoclonais possibilitaram demonstrar pela primeira vez o reconhecimento de sangue humano ingerido nesses mosquitos pelo emprego da subclasse IgG1 e comprovar a sensibilidade e especificidade da técnica ELISA de captura. No município de Santo Antônio das Missões, de um total de 190 amostras, 60,9% reagiram para sangue de boi, 23,6% para humano, 9,9% para ave, 1,9% para macaco e 3,7% para combinações de dois hospedeiros. Quanto às amostras referentes ao município de Garruchos, das 158 fêmeas capturadas na área Cachoeirinha pode-se observar reatividade para ave (16%), boi (29,6%), humano (36,8%), cavalo (4%), macaco (0,8%) e combinações de hospedeiros (12,8%), enquanto que para as 149 fêmeas pertencentes à área de São José, detectou-se sangue ingerido de boi em (51,5%), ave e humano (11,5%), macaco (6,2%), cavalo (0,8%) e mistos (18,5%). Aedes scapularis, Aedes crinifer, Culex (Culex) spp., Haemagogus leucocelaenus apresentaram maior número de fêmeas ingurgitadas nos dois municípios. Os resultados obtidos com Aedes scapularis sugerem ecletismo, conforme combinações detectadas em amostras de sangue de diferentes fontes. Haemagogus leucocelaenus apresentou a maior proporção de amostras contendo sangue humano em relação às demais fontes e essa característica traz implicações, por ser espécie incriminada na transmissão e por se tratar de área de ocorrência de epizootias de febre amarela.
Título em inglês
Identification of blood source in the family Culicidae flies, in areas of outbreak of jungle yellow fever
Palavras-chave em inglês
Culicidae
Feeding Habits
IgG
Isotypes
Sandwich Enzyme-Linked Immunosorbent Assay
Resumo em inglês
The knowledge of mosquitoes Culicidae host feeding patterns permits to clarify some aspects related to zoonosis transmission and to estimate the degree of human-vector contact which is relevant in epidemiological studies. Aiming to explore the feeding behavior of these mosquitoes, specimens were collected in the municipalities of Santo Antônio das Missões and Garruchos, Rio Grande do Sul, an epizootic area of sylvatic yellow fever. Engorged females were collected by aspiration from forested areas from September 2005-April 2007 and their blood meals were identified using the avidin-biotin system of immunoenzymatic ELISA capture. Six blood meal sources were tested: bird, cattle, horse, human, monkey and rat. The result achieved with the species-specific IgG1 mAb was unprecedented for mosquito blood meal identification and reinforced the sensibility and specificity of the immunoenzymatic ELISA capture. Of the 190 samples from Santo Antônio das Missões, 60.9% reacted to cattle, 23.6% to human, 9.9% to bird, 1.9% to monkey and 3.7% to mixed blood meals. In Garruchos, of the 158 females collected in Cachoeirinha, 16.0% reacted to bird, 29.6% to cattle, 36.8% to human, 4.0% to horse, 0.8% to monkey and 12.8% to mixed blood, while of the 149 engorged females from São José, blood from cattle accounted for 51.5%, of blood identified, bird and human 11.5%, monkey 6.2%, horse 0.8% and mixed blood 18.5%. Blood engorged females of Aedes scapularis, Aedes crinifer, Culex (Culex) spp., Haemagogus leucocelaenus predominated in the two municipalities. The results obtained with Aedes scapularis suggests its eclecticism, according to the combinations of blood which were detected from different sources. Haemagogus leucocelaenus was found to have the highest proportion of samples containing human blood in comparison with other sources, which has implications, on account of being incriminated in the transmission and also for taking into consideration the outbreaks reported that underline the risk of yellow fever.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AnaMarassa.pdf (2.50 Mbytes)
Data de Publicação
2009-07-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.