• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2008.tde-08082008-104826
Documento
Autor
Nome completo
Marina Morettin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Cardoso, Maria Regina Alves (Presidente)
Bevilacqua, Maria Cecilia
Lebrao, Maria Lucia
Título em português
Avaliação dos benefícios e satisfação dos usuários de aparelho de amplificação sonora individual nos serviços de audiologia do SUS
Palavras-chave em português
Auxiliares de audição
Perda Auditiva
Questionários
Reabilitação de deficientes auditivos
Resumo em português
A instituição de uma Política Nacional de Atenção à Saúde Auditiva foi necessária para que fossem englobadas diferentes ações na assistência à saúde auditiva dos indivíduos deficientes auditivos - não mais somente o fornecimento do AASI envolvendo um trabalho de acompanhamento do uso desses equipamentos (avaliação do benefício e satisfação) e, quando necessário, a terapia fonoaudiológica. A monitoração dos resultados da adaptação dos AASI deve ser feita durante todo o processo de reabilitação auditiva, garantindo melhores resultados, além de demonstrar que o tratamento é eficaz para os usuários do Sistema único de Saúde (SUS). Objetivo: Descrever o benefício obtido e a satisfação dos usuários de Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI), adaptados por uma instituição credenciada pelo SUS. Método: Para avaliar o beneficio do AASI e a satisfação do usuário em relação à amplificação, foram aplicados, respectivamente, os questionários de auto-avaliação Abbreviated Profile of Hearing Aid Benefit (APHAB) e International Outcome Inventory for Hearing Aids (IOI-HA), em conjunto com a rotina de acompanhamento clínico dos pacientes após 4 meses de adaptação dos AASIs. Resultados: Cinqüenta e três (53) pacientes retornaram para completar a avaliação após 4 meses de adaptação, sendo que 43 faziam uso efetivo do AASI. Destes indivíduos, 38 (88%) tiveram benefício com o AASI e a grande maioria estava satisfeita com a amplificação. Dos 47 indivíduos que não retornaram para acompanhamento, 12 não estavam fazendo uso do dispositivo, principalmente devido ao desconforto auditivo. Conclusão: Os indivíduos atendidos pelo SUS podem ter benefício e satisfação com os AASIs adaptados, mas o acompanhamento deve ser feito, para que sejam definidas as necessidades dos pacientes, garantindo a adesão ao tratamento completo.
Título em inglês
Evaluation of benefits and satisfaction of users of hearing aids adapted by audiology services in the SUS.
Palavras-chave em inglês
Hearing aids
Hearing loss
Questionnaires
Rehabilitation of hearing impaired
Resumo em inglês
Instituting a National Policy of Hearing Care was necessary to encompass different actions related to the hearing health of hearing impaired individuals - not anymore just supplying Hearing Aids (HAs) - involving a follow-up work of the use of those equipments (benefit and satisfaction evaluation) and, when necessary, speech therapy. Monitoring the results of adaptation to HAs must be performed during all the aural rehabilitation process, ensuring better results and showing that the treatment is effective for users of the Brazilian Unified Health System - SUS. Objective: To describe the benefit obtained and the satisfaction of users of HAs adapted by an institution accredited to SUS. Method: The Abbreviated Profile of Hearing Aid Benefit (APHAB) questionnaire and the International Outcome Inventory for Hearing Aids (IOI-HA) were used, respectively, to evaluate the HAs benefits and the user satisfaction towards the amplification, together with the routine clinical followup of patients after 4 months of adaptation to the HAs. Results: Fifty three (53) patients returned to complete the evaluation after a 4-month adaptation period, 43 of whom had effectively used HAs. Of these individuals, 38 (88%) had got benefits from the HAs, and most of them was satisfied with the amplification. Of the 47 individuals who did not return for follow-up, 12 were not using the device, mostly due to hearing discomfort. Conclusion: The individuals treated at SUS can be benefited from and be satisfied with the adapted HAs, but the follow-up must be performed to define the patients' needs, ensuring the adhesion to the complete treatment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-08-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.