• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2008.tde-02072008-164527
Documento
Autor
Nome completo
Vanessa Luiza Tuono
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Jorge, Maria Helena Prado de Mello (Presidente)
Faro, Ana Cristina Mancussi e
Koizumi, Maria Sumie
Título em português
Traumas de coluna no Brasil: análise das internações hospitalares
Palavras-chave em português
Epidemiologia
Trauma medular
Traumas de coluna
Resumo em português
Resumo Acidentes e violências são responsáveis por elevadas taxas de mortalidade e morbidade causadas pelas lesões deles decorrentes. Entre essas lesões, os traumas da coluna vertebral, especificamente, e aquelas com comprometimento da medula espinal apresentam-se como um grande problema de Saúde Pública, uma vez que a maior parte dos lesados é composta de jovens e no auge da sua produtividade, tanto profissional quanto pessoalmente, além de as lesões serem responsáveis por seqüelas, geralmente, irreversíveis. Raros foram os estudos encontrados, que demonstrem a distribuição epidemiológica dessas lesões no Brasil. O trabalho objetiva conhecer o perfil das internações por traumas de coluna segundo características dos pacientes, lesões, causas externas que as produziram, bem como aspectos relativos às suas internações. O material de trabalho refere-se às internações SUS (dados do Banco do SIH/SUS) para traumas de coluna (S12, S14, S17, S19, S22, S24, S28, S29, S32, S34, S38, S39, T02.0, T02.1, T04.1, T04.2, T09.3 e T09.4 da CID-10*) As internações por traumas de coluna correspondem a cerca de 0,2% do total de internações no país e cerca de 2,7% do total de internações por lesões decorrentes de causas externas. Essa proporção, bem como a taxa de internação por traumas de coluna, foi crescente no período analisado na pesquisa. O grupo do sexo masculino, na faixa de 20 a 29 anos, é o mais comumente afetado, embora, em casos específicos, como o das internações decorrentes de quedas, observe-se aumento da proporção de idosos e também da população feminina. O nível lombo-sacral agrega cerca de 60% do total de internações por trauma de coluna, seguido pelo nível cervical (cerca de 28%). Os traumas de nível cervical apresentam a maior proporção de traumas com comprometimento medular, com cerca de 45,8% do total de traumas no ano de 2005. Segundo o tipo de causa externa que ocasionou a lesão, cerca de 40% das internações são decorrentes de lesões causadas por quedas. Os acidentes de trânsito correspondem a cerca de 30% e as tentativas de homicídio, 7% do total de internações por traumas de coluna. O tempo médio de permanência dos pacientes vítimas de traumas de coluna variou de 8,2 a 9,2 dias nos anos analisados, com significativas diferenças segundo o nível da lesão e comprometimento medular. Quando comparados aos custos das internações por causas externas, de modo geral, as internações por trauma de coluna apresentaram valores maiores, variando também segundo o grau de comprometimento medular e nível da lesão. A análise epidemiológica das internações por traumas de coluna esclareceu aspectos interessantes referentes às principais causas externas envolvidas, qualidade das informações disponíveis, custos e gastos para o sistema de saúde, bem como um panorama do perfil das vítimas, permitindo o planejamento de ações específicas para promoção da saúde e cuidados dessa população. * Classificação Internacional de doenças 10ª Revisão, 1995
Título em inglês
Traumas of column in the Brazil: analysis of hospital admissions
Palavras-chave em inglês
Column injuries
Epidemiology
Spinal injury
Resumo em inglês
Abstract Accidents and violence are responsible for high taxes of mortality and morbidity by the consequences of trauma. In this injuries the vertebral column traumas, specifically and with spinal injury are an important problem for Public Health, because the most of the victims are young persons in the top of her productive life. The most of injuries are responsible for irreversible consequences. Just a little number of epidemiologycals studies where found in Brazil. This research objective is describe the traumas´s hospitalizations by victims characteristics and external causes what was the basic cause for the hospitalization. The material reference are SUS hospitalizations (SIH/SUS) for column traumas (S12, S14, S17, S19, S22, S24, S28, S29, S32, S34, S38, S39, T02.0, T02.1, T04.1, T04.2, T09.3 e T09.4 da CID-10*). The column traumas are almost 0,2% by the total of Brazil´s hospitalizations and 2,7% by the injuries hospitalizations by external causes. This number was in elevation between the years f this research. The male group by 20-29 years old was most commun affected. The hospitalizations by consequence off falls show an elevation in elders group and female group. In the sacral level there is 60% by the total of hospitalizations follow by cervical level (28%). In the cervical level we can see the most causes of spinal injury with almost 45,8% by the total. Studying the external causes almost 40% by the hospitalizations in all years, are by traumas in consequence by falls. The traffic accidents are 30% and violence 7% by the total of hospitalizations. The middle time by the hospitalizations was between 8,2 to 9,2 days with important differences when analized in the level of injury. About costs, when compare with external causes general, the column traumas show higher values. This epidemiological analize could show interesting aspects about external causes with column traumas as consequence, information quality, costs, and victims by this kind of trauma, with important dates for actions for health promotion and care of this population. * CID 10ª Review, 1995
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
VanessaTuono.pdf (1.23 Mbytes)
Data de Publicação
2008-08-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.