• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.6.2019.tde-01112018-110300
Documento
Autor
Nome completo
Cristina Sabbo da Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Natal, Delsio (Presidente)
Giatti, Leandro Luiz
Pelliccioni, Andréa Focesi
Santos, Adriano Pinter dos
Toledo, Renata Ferraz de
Título em português
Agente aprende em prosa sobre febre maculosa: uma experiência da região metropolitana de São Paulo
Palavras-chave em português
Educação em Saúde
Febre Maculosa e Agente Comunitário de Saúde
Pesquisa Participante
Pesquisa-ação
Planejamento EducativoParticipativo
Planejamento Estratégico em Saúde
Promoção da Saúde
Resumo em português
A Febre Maculosa Brasileira (FMB) é uma doença aguda, transmitida por carrapatos, com curso variável, que pode ocorrer com formas leves e atípicas, até formas graves, com alta taxa de letalidade. A dificuldade no diagnóstico oportuno por deficiência no envolvimento dos profissionais de saúde e ausência de esclarecimentos da população, em áreas de transmissão, é uma das causas desta alta letalidade. Este estudo foi desenvolvido em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) situada em área de relevância epidemiológica para FMB, com incidências recorrentes de casos e óbitos no município de São Bernardo do Campo na Região Metropolitana de São Paulo. O objetivo principal do estudo foi implantar e analisar uma proposta de intervenção educativa participativa em saúde e ambiente envolvendo a equipe de agentes comunitários de saúde com a temática de vigilância da FMB em uma área de transmissão visando a produção de novos saberes para o enfrentamento da doença na região. O método de pesquisa qualitativa utilizado seguiu a linha da pesquisa participante, a pesquisa-ação, com uso de instrumentos como entrevistas, rodas de conversa, oficinas de planejamento, mapas falantes, painéis, fotos, filmagens e observação participante. O processo saúde doença da FMB na região serviu de tema norteador além de outros como educação em saúde e ambiente, e o planejamento educativo. O processo de aprendizagem vivenciado pelos profissionais de saúde foi avaliado positivamente, demonstrando que houve sensibilização, diálogo, reflexão e decisão conjunta nos vários momentos proporcionados pelas oficinas pedagógicas. As atividades realizadas promoveram oportunidades para os agentes conduzirem e organizarem suas próprias tarefas e os momentos de planejamento das ações foram relevantes, e inovadores; além de outras demonstrações de envolvimento como a recomendação de ampliação para outros temas e para outras localidades, evidenciando satisfação e acolhimento da proposta, embora também aponte para a preocupação com a temática na região e a necessidade em ampliar as discussões. A pesquisa participante mostrou-se extremamente adequada para a interação do grupo estimulando o interesse por buscar soluções aos problemas levantados gerando nos profissionais um sentimento de empoderamento. Estes resultados indicam que estas metodologias podem ser incorporadas aos programas de vigilância de outras doenças com o objetivo de melhorar o envolvimento dos agentes comunitários de saúde nos planos de ações educativas nas localidades onde atuam.
Título em inglês
Learning in prose on spotted fever: an experience of the metropolitan region of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Action Research
Health Education, Participatory Educational Planning
Health Promotion
Participatory Research
Spotted Fever and Community Health Professional
Strategic Planning of Health
Resumo em inglês
Brazilian Spotted Fever (BSF) is an acute disease, transmitted by ticks, with a variable course, which can occur with mild and atypical forms, to severe forms, with a high lethality rate. The difficulty in the opportune diagnosis due to the deficiency in involvement of health professionals and the lack of clarification of the population in transmission areas is one of the causes of this high lethality. This study was developed in a Basic Health Unit located in an area of epidemiological relevance for FMB, with recurrent incidence of cases and deaths in the municipality of São Bernardo do Campo in the Metropolitan Region of São Paulo. The main objective of the study was to establish and analyze a proposal for participatory educational intervention in health and environment involving the team of community health professionals with the theme of FMB surveillance in a transmission area aiming at the production of new knowledge for coping with the disease in the region. The qualitative research method used was participatory research or action research, with use of planning workshops, wheels of conversation, interviews, talking maps, panels, photos, filming and participant observation. The disease health process of the BSF in the region served as a guiding theme besides others such as education in health and environment, and educational planning. The learning process experienced by health professionals was evaluated positively, demonstrating that there was awareness, dialogue, reflection and joint decision in the various moments provided by the pedagogical workshops. The activities carried out provided opportunities for the agents to conduct and organize their own tasks and the moments of action planning were relevant and innovative; as well as other demonstrations of involvement such as the recommendation for extension to other themes and other locations, showing satisfaction and acceptance of the proposal, although it also points to the concern with the theme in the region and the need to broaden the discussions. The participant research method proved to be extremely suitable for the group's interaction, stimulating interest in seeking solutions to the problems raised, generating a feeling of empowerment for these professionals. These results indicate that these methodologies can be incorporated into surveillance programs for other diseases with the aim of improving the involvement of community health professionals in educational plans in the places where they operate.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.