• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Larissa Schutte Vidotti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Andrade, Antonio dos Santos (Presidente)
Ribeiro, Daniela de Figueiredo
Stoque, Fabiana Maris Versuti
Título em português
Percepções dos professores sobre a relação com as famílias dos alunos
Palavras-chave em português
Educação
Família
Relação família-escola
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi compreender a maneira como professores e gestores percebem a relação entre escola e família e identificar possíveis estratégias já existentes na prática desses profissionais no sentido de uma aproximação maior entre as duas instituições. A literatura científica da área indica que tal interação pode contribuir com o processo de ensino e aprendizagem, porém também mostra que a escola exerce uma postura superior frente às famílias, aumentando a distância entre uma e outra e dificultando sua interação. Entretanto, algumas ações desenvolvidas se revelaram positivas na promoção desta relação, o que indica a necessidade de que a escola desenvolva estratégias para estabelecer uma gestão democrática, na qual pais e educadores possam se relacionar de maneira igualitária. Participaram deste estudo 30 professores e três gestores atuantes nas três escolas municipais de Ensino Fundamental de uma cidade do interior paulista. Através do emprego da abordagem qualitativa, do tipo etnográfica, foram feitas duas sessões de entrevistas semiestruturadas com cada professor e uma com cada gestor, além de observações participantes dos eventos escolares que contavam com a presença da família e da análise documental do Projeto Político-Pedagógico destas instituições. As entrevistas foram audiogravadas e transcritas na íntegra; as observações foram anotadas nos diários de campo; e os documentos coletados junto aos gestores. A Análise de Dados foi feita de acordo com a Análise Temática de Conteúdo. Os resultados apontaram para diversas dificuldades que permeiam a relação escola-família, contribuindo para a criação de pré-julgamentos e generalizações frente aos problemas enfrentados no cotidiano escolar. As observações mostraram que, na maioria dos casos, a família não é acolhida pelos educadores, revelando certa distância entre eles, na qual os pais assumem uma posição de espectador enquanto os educadores conduzem seus encontros. Entretanto, destacou-se a criação de estratégias por parte dos professores e gestores para reverter este quadro, além do desenvolvimento de atitudes positivas na forma como eles se relacionam com as famílias, criando um ambiente amistoso e colaborativo que beneficia o processo de ensino e aprendizagem de crianças e adolescentes, sendo que as características pessoais da equipe escolar podem influenciar esta relação, ou seja, aqueles mais pacientes, amorosos e compreensivos relataram nunca ter vivenciado problemas com familiares, que se sentem à vontade quando comparecem à escola, pois avaliam o relacionamento como igualitário e se voluntariam a participar e colaborar no que for preciso. Estes profissionais demonstraram estar disponíveis para a família não apenas em horários pré-estabelecidos, mas de acordo com a necessidade de cada um. Percebeu-se também que elogiar os alunos pode aumentar o elo do professor com a família, pois professores que utilizam este recurso, ao invés de se queixarem dos alunos, conseguiam maior apoio dos pais ou responsáveis. Isso não significa deixar de abordar os problemas, mas rever a forma como eles são transmitidos, ressaltando os aspectos positivos das crianças a fim de fortalecer também sua autoestima. Desta forma, pode-se dizer que a relação escola-família é possível, desde que haja mudança na postura da escola capaz de empoderar pais e responsáveis
Título em inglês
Teachers' perception of the relationship with students' families
Palavras-chave em inglês
Education
Family
Family-school relationship
Resumo em inglês
The objective of this study was to understand how teachers and managers perceive the relationship between school and family and to identify possible strategies already existing in the practice of these professionals in order to approaching both institutions. Scientific literature in the field indicates that this interaction might contribute to the teaching and learning process, however it also shows that school assumes a superior posture towards families, stretching the distance between them and hindering their interaction. However, some actions developed revealed to be positive for promoting this relationship, what indicated the need for school to develop strategies to establish a democratic management, where parents and educators are able to relate in equal ways. Thirty teachers and three managers, who act in three municipal elementary schools in the countryside of the State of São Paulo, took part in this study. By applying an ethnographic qualitative approach, two sessions of semi-structured interviews were conducted with every teacher and one session with every manager, in addition to participant observations emerged from school events that had the presence of the family, and the documentary analysis of the political pedagogical project of these institutions. Interviews were voice-recorded and transcribed in full; participant observations were written in field diaries; and documents were collected with the managers. The data analysis was done according to the Thematic Content Analysis. The results pointed to several difficulties which are posed in the school-family relationship, contributing to prejudgment and generalization upon the problems faced in school routine. Participant observations showed that mostly educators do not welcome family, disclosing a certain distance between them, where parents take a position of spectators, while educators conduct their meetings. Meanwhile, we noticed the creation of strategies by teachers and managers to reverse this situation, in addition to the development of a positive attitude in the way they relate with families, promoting a friendly and collaborative environment that benefits the teaching and learning process for children and teenagers; once the personal features of the school team may influence this relation, it means, those who are more patient, caring and comprehensive reported that they have never experienced problems with family members, and that they feel comfort when they come to school, because they evaluate their relationship as egalitarian and volunteer to participate and collaborate with what it is needed. These professionals show to be available to family not only in pre-established time, but also according to everyones need. We also noted that praising the students might increase the bound of the teacher with the family, because teachers that use this resource, instead of complaining about their students, received more support from parents or legal guardian. It does not mean to not approach problems, but reverse the way they are conveyed, highlighting childrens positive aspects with the aim of also strengthening their self-esteem. Thus, it is possible to say that an effective school-family relationship is achievable, since there is a change in the schools attitude capable of empowering parents and legal guardians
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.