• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Luana Paula de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Zerbini, Thaís (Presidente)
Martins, Lara Barros
Noce, Mariana Araujo
Sticca, Marina Greghi
Título em português
Relações entre estratégias de aprendizagem e traços de personalidade em treinamentos corporativos presenciais
Palavras-chave em português
Big five
Estratégias de aprendizagem
Traços de personalidade
Treinamento corporativo
Resumo em português
As rápidas transformações e a competitividade do mercado de trabalho têm exigido das organizações e das pessoas um constante processo de aperfeiçoamento. Assim, uma prática comum nas organizações é avaliar as lacunas nas competências dos funcionários e desenvolvê-las por meio de ações de Treinamento, Desenvolvimento e Educação (TD&E) sistemáticas e estruturadas. Todavia, se a aprendizagem ocorre ou não, depende de características individuais e também contextuais. Estudos têm mostrado que o reconhecimento dos aspectos individuais neste processo contribui para desenvolvimento profissional bem-sucedido dos funcionários, bem como para os resultados de treinamentos esperados pela organização. Nesta perspectiva, a presente pesquisa pretende contribuir com a área de avaliação de sistemas instrucionais ao investigar as relações entre as variáveis estratégias de aprendizagem e traços de personalidade - segundo a teoria dos Cinco Grandes Fatores (Big Five) - em treinamentos corporativos presenciais. A coleta de dados foi realizada numa população composta por 115 funcionários de uma empresa do segmento de Telecomunicações, situada em Minas Gerais, que participou de um treinamento intitulado Gestão à Vista. Foram utilizados, em formato online, o inventário de personalidade Neuroticism, Extraversion, Openness Personality Inventary Revised (NEO-FFI-R) e a Escala de Estratégias de Aprendizagem. A taxa de retorno obtida se apresenta como um diferencial entre os estudos da área, com participação de 74,78% da população estudada. Foram realizadas análises estatísticas descritivas das variáveis e Testes de Coeficiente de Correlação de Pearson. Os resultados evidenciaram que as estratégias mais utilizadas pela amostra foram as Autorregulatórias e que o traço de personalidade mais presente foi o da Conscienciosidade. As correlações mostraram que as estratégias de aprendizagem intituladas Elaboração e Aplicação Prática e Controle da Motivação se relacionam positivamente com os traços da personalidade Extroversão, Abertura, Amabilidade e Conscienciosidade, e negativamente com o Neuroticismo. Já as Estratégias Cognitivas e Busca de Ajuda mostraram relação positiva apenas com a Amabilidade, enquanto Controle da Emoção se relacionou negativamente com o Neuroticismo. Esta pesquisa oferece contribuições para o subsistema de avaliação na medida em que suscita a possibilidade da inserção da variável traços de personalidade, até então não utilizada em pesquisas nacionais, mas que tem sido correlata estável, robusta, previsível e determinante de outras variáveis envolvidas no processo de TD&E
Título em inglês
Relationship between learning strategies and personality traits in face-to-face corporate training
Palavras-chave em inglês
Big five
Corporate training
Learning strategies
Personality traits
Resumo em inglês
The rapid changes and the competitiveness of the labor market have demanded the organizations and individuals a constant process of improvement. Thus, a common practice in organizations is to evaluate the gaps in employee competencies and to develop them through systematic and structured Training, Development and Education (TD&E) actions. However, whether learning occurs or not depends on individual and contextual characteristics. Studies have shown that recognition of individual aspects in this process contributes to the successful professional development of employees as well as to the results of training expected by the organization. In this perspective, the present research intends to contribute with the area of instructional evaluation systems when investigating the relations between the variables learning strategies and personality traits - according to the theory of the Big Five - in face-to-face corporate training. Data collection was carried out in a population of 115 employees of a telecommunications company located in Minas Gerais, Brazil, which participated in a training titled "Gestão à Vista". Neuroticism, Extraversion, Openness Personality Inventary Revised (NEO-FFI-R) and the Learning Strategies Scale were used in online format. The rate of return obtained is a differential among the studies of the area, with participation of 74.78% of the studied population. Descriptive statistical analyzes of the variables and Pearson Correlation Coefficient Tests were performed. The results evidenced that the strategies most used by the sample were the self-regulatory ones and that the most present personality trait was the Conscientiousness. The correlations show that the learning strategies entitled Practical Elaboration and Application and Motivation Control are positively related to personality traits Extroversion, Openness, Kindness and Conscientiousness, and negatively with Neuroticism. Already the Cognitive Strategies and Search for Help showed a positive relationship only with Kindness, while Emotion Control was negatively related to Neuroticism. This research offers contributions to the evaluation subsystem insofar as it raises the possibility of the insertion of variable personality traits, hitherto unused in national surveys, but which has been stable, robust, predictable and determinant correlation of other variables involved in the process of TD&E
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-04-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.