• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2019.tde-04012019-133708
Documento
Autor
Nome completo
Márcia Viana Amaral
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Elias, Luciana Carla dos Santos (Presidente)
Carvalho, Fabíola Dantas Andrez Nobre Arantes de
Leme, Vanessa Barbosa Romera
Marturano, Edna Maria
Título em português
Habilidades sociais de meninas e meninos no ensino fundamental I: associação com problemas de comportamento e desempenho escolar
Palavras-chave em português
Competência acadêmica
Desempenho escolar
Ensino fundamental
Habilidades sociais
Problemas de comportamento
Resumo em português
As habilidades sociais (HS) dizem respeito a comportamentos necessários para a manutenção de uma relação interpessoal bem-sucedida, conforme parâmetros típicos dentro de um contexto culturalmente determinado. As HS são sistematicamente reconhecidas como recursos indispensáveis para o desenvolvimento infantil, além de serem consideradas importantes para o ajustamento social e sucesso no ambiente escolar, constituindo-se, portanto, em um fator de proteção e adaptação psicossocial. O objetivo geral deste estudo foi caracterizar as HS, problemas de comportamento e desempenho escolar de meninas e meninos de escolas públicas municipais no Ensino Fundamental (EF) I e verificar relações previamente sugeridas em pesquisas empíricas. Participaram 833 crianças, sendo 390 meninas e 443 meninos, com média de idade de 8 anos e 5 meses, alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental de 17 escolas públicas municipais pertencentes à rede municipal de ensino de duas cidades de pequeno e médio porte do interior paulista. Foram selecionadas randomicamente salas do 1° ao 5° ano de cada município, totalizando 418 participantes do Município A e 415 participantes do Município B. Também participaram, como informantes, 46 professoras. As crianças foram avaliadas quanto às HS, problemas de comportamento e competência acadêmica por meio do Social Skills Rating System (SSRS-BR), versão para professores; quanto ao desempenho escolar, utilizou-se o Teste de Desempenho Escolar (TDE), a Provinha Brasil e a Prova Brasil. Também foram levantados o IDEB e a localização das escolas, os quais foram classificados em categorias. Para a análise de dados, foram utilizadas estatísticas descritivas, comparações, correlações e regressão linear múltipla. Os resultados apontaram que as meninas obtiveram maior escore em HS do que os meninos, bem como apresentaram menos problemas de comportamento, conforme indicado pelo teste t. Não foram verificadas diferenças significativas entre os sexos quanto ao desempenho escolar. Nas comparações entre os anos escolares, as análises de variância apontaram que houve diferença significativa entre os anos escolares em relação às variáveis asserção positiva, cooperação com pares, comportamentos problemáticos totais, externalizantes e internalizantes. Também foram encontradas diferenças entre os anos em relação ao desempenho escolar, sugerindo aumento progressivo no decorrer dos anos do EF. A análise da localização das escolas sugeriu desempenho superior das escolas não periféricas em relação às periféricas. Correlações p de Pearson apontaram associação moderada entre a maioria das variáveis. Foram identificadas correlações negativas entre HS e problemas de comportamento e entre competência acadêmica e problemas de comportamento, além de correlação positiva entre HS e competência acadêmica. O modelo de regressão testado indicou que o desempenho escolar avaliado pelo TDE foi predito, de forma positiva e com significância estatística, pelas HS. Em relação ao desempenho escolar avaliado pela Prova Brasil, a localização da escola e os comportamentos externalizantes foram as variáveis preditoras significativas e apresentaram uma associação negativa com o desempenho. Os resultados encontrados podem contribuir para instrumentalizar o planejamento de programas voltados ao desenvolvimento de competências socioemocionais em crianças no processo de escolarização e, sobretudo, favorecer estratégias de intervenção e prevenção das dificuldades na aprendizagem e dos problemas de comportamento
Título em inglês
Social skills of girls and boys in elementary school I: association with behavior problems and school performance
Palavras-chave em inglês
Academic competence
Behavior problems
Elementary school
School performance
Social skills
Resumo em inglês
Social skills (SS) relate to necessary behaviors for the maintenance of a successful interpersonal relationship, according to typical parameters within a culturally determined context. SS are systematically recognized as indispensable resources for children's development, besides being considered important for the social adjustment and success in the school environment, thus constituting a factor of protection and psychosocial adaptation. The general objective of this study was to characterize SS, behavioral problems and school performance of girls and boys from municipal public schools in Elementary School and to verify different associations among the variables previously suggested in empirical research. A total of 833 children participated of this research, being 390 girls and 443 boys, with an average age of 8 years and 5 months, students from the 1st to 5th grade of elementary school from 17 municipal public schools belonging to the municipal school network of two small and medium-sized country town of state of São Paulo. The classes were randomly selected from the 1st to the 5th grade of each municipality, totalizing 418 participants from Municipality A and 415 participants from Municipality B. As well, 46 teachers participated as informants. The children were evaluated for SS, behavioral problems and academic competence through the Social Skills Rating System (SSRS-BR), version for teachers; Regarding school performance, the School Performance Test (TDE), Provinha Brasil and Prova Brasil were used. The IDEB and the location of the schools were also collected, which were classified into categories. For the data analysis, descriptive statistics, comparisons, correlations and multiple linear regression were used. The results showed that the girls had a higher HS score than the boys, as well as girls showed fewer behavior problems, as indicated by the t test. There were no significant differences between the genders in school performance. In the comparisons between school grades, the analysis of variance showed that there was a significant difference between the school grades in relation to the variables positive assertion, cooperation with peers, total problematic behaviors, externalizing and internalizing. Differences were also found between the grades in relation to school performance, suggesting a progressive increase during the grade of the Elementary School. The analysis of the location of schools suggested superior performance of non-peripheral schools in relation to peripheral schools. Pearson's correlations indicated a moderate association between most of the variables. Negative correlations between SS and behavior problems and between academic competence and behavior problems were identified, besides a positive correlation between SS and academic competence. The regression model tested indicated that the school performance assessed by the TDE was predicted, in a positive way and with statistical significance, by the SS. In relation to the school performance evaluated by Prova Brasil, the school location and the externalizing behaviors were the significant predictors variables and presented a negative association with the performance. The results found can contribute to instrumentalize the planning of programs aimed to the development of socioemotional skills in children in the schooling process and, above all, to favor intervention strategies and prevention of learning difficulties and behavior problems
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-03-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.