• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2018.tde-16072018-144040
Documento
Autor
Nome completo
Claudia Helena Araujo Baldo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Assolini, Filomena Elaine Paiva (Presidente)
Chiaretti, Paula
Dias, Cristiane Pereira
Pacifico, Soraya Maria Romano
Título em português
A influência do letramento digital no processo de alfabetização: contribuições para a aquisição da escrita
Palavras-chave em português
Alfabetização ; Análise de discurso francesa ; Letramento digital
Resumo em português
Apresentamos resultados de pesquisa de mestrado, por meio da qual investigamos as contribuições do letramento digital para o processo de aquisição da escrita de sujeitos-estudantes do 1º ano do Ensino Fundamental I. As TDIC (Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação), produziram mudanças na discursividade do mundo, nas relações históricas, sociais e ideológicas, na constituição dos sujeitos e das redes de sentidos, na forma dos relacionamentos, do trabalho, da mobilidade e do fazer científico. Em razão dessas modificações, recebemos hoje, nas escolas, sujeitos-estudantes considerados nativos digitais, que não veem significado nas aprendizagens escolares empreendidas por sujeitos-professores que se inscrevem no interdiscurso dos imigrantes digitais, mas se identificam com os games, que produzem sentidos a esses sujeitos-estudantes, por meio de sua arquitetura lúdica. O mal-estar da escola, causado pela desconexão entre ensino e aprendizagem, no entanto, não é somente resultado da divergência de época, mas se inscreve também na perda de sua eficácia enquanto instituição que dociliza corpos pela arquitetura disciplinar servindo como produtora de mentes obedientes para que a máquina continue funcionando. Seu instrumental analógico, no entanto, não faz sentido em uma sociedade que tem como instituição-modelo, a empresa, que cultua o desempenho individual, imputando aos sujeitos a responsabilidade pelo sucesso e pelo insucesso de suas vidas. Este estudo divide-se em cinco seções que abordam os fundamentos teóricos da AD; as especificidades da alfabetização e dos letramentos; um breve percurso histórico sobre linguagens e tecnologias; os aspectos analíticos na perspectiva discursiva e, por fim, os gestos de interpretação das análises discursivas sobre o corpus. O aparato teórico-analítico mobilizado para esta investigação é constituído pela Análise de Discurso de matriz francesa (pecheuxtiana) e pela Teoria Sócio-Histórica do Letramento. O material que constitui o corpus de análise, resulta de entrevistas realizadas com professores-alfabetizadores, produções linguísticas escritas, questionário semiestruturado e entrevistas realizadas com sujeitos-estudantes-alfabetizandos de uma escola privada do município de Ribeirão Preto/SP, com o intuito de verificar como o letramento digital afeta o processo de aquisição da escrita pelo sujeito-alfabetizando. Para isso, buscamos corroboração nos estudos de Pêcheux, Foucault, Orlandi, Tfouni, Assolini, Kleiman, Dias, Castells, Lévy, Prensky, entre outros. Os gestos de interpretação empreendidos permitem-nos considerar que há relação entre a utilização frequente das TDIC, principalmente os games, por sujeitos-alfabetizandos com a construção de textos com indícios de autoria, coerentes e inscritos no interdiscurso digital. Constatamos também que, para que haja influência do letramento digital na alfabetização, é necessário considerar que os jogos digitais utilizados por aqueles que possuem escrita convencional, são games que mobilizam a escrita durante o jogo. Propomos um caminho que considere olhar para o sujeito-estudante da contemporaneidade de forma diferenciada do que a escola vem fazendo, ao ignorar as mudanças sócio-históricas ocorridas desde a última metade do Século XX, com o aparecimento e rápida difusão das TDIC e todas as suas materialidades digitais, além de desprezar as qualidades multimídias de seus alunos. Consideramos fulcral que a escola se descole da formação discursiva onde se diverte, não se aprende e considere o uso de games e/ou sua arquitetura, como recursos de aprendizagem escolar, mas, consideramos também, que se utilize os recursos digitais de forma crítica, sem se deixar capturar pela ideologia que ofusca a realidade de uma escola que continua servindo como Aparelho ideológico de Estado, sendo orquestrada por organizações internacionais que determinam quem tem acesso à escola e à tecnologia e como esse acesso acontece. Aos professores e aos estudantes é essencial que se oportunize o letramento digital, como forma de resistência à reprodução das condições de produção na sociedade capitalista neoliberal.
Título em inglês
The influence of digital literacy in the alphabetization process: inputs to the acquisition of writing
Palavras-chave em inglês
Alphabetization ; Digital literacy ; French discourse analysis
Resumo em inglês
In this study, we present the results of a masters research that investigates the inputs of the digital literacy to the writing acquisition process of students-subjects from the 1st degree of Elementary School initial degrees. The Digital Information and Communication Technologies (DICTs) are responsible to provoke changes in the discursivity in the world, in the historical, social and ideological relations, in the realms of work, mobility and in the scientific investigation. Due to these transformations, there are, in the current schools, students-subjects considered digital natives, which does not take as meaningful the learning practices carried by teacher-subjects circumscribed in the digital migrants interdiscourse. In the opposite way, these students conform themselves to different types of virtual games, that produce meanings to these students-subjects by its ludic architecture. The unrest school, provoked by the existent gap between the teaching and the learning processes, it is not just a phenomenon of generation conflict. This situation also mirrors the loss of the school efficacy as institution that docilize bodies through the disciplinary architecture, such as a mechanism that produces obedient minds in order to keep the machine working well. Its analogical instrument, however, does not make sense in a society whose the model-institution is the corporation, that emphasizes the individual performance, attributing to the subjects the responsibility for the success or the failures in their lives. This study is divided in five chapters. First, we present and discuss the theoretical basis of the Discourse Analysis (DA); then, there are considerations about the specificities related to the alphabetization and the literacy processes. Next, we present a brief historical path about languages and technologies and the analytical aspects involved in the discursive perspective. Finally, we comment and discuss about gestures of interpretation of discursive analysis on the corpus. The analytic-theoretical bases taken in this research are the French approach of Discourse Analysis (pecheuxtian) and the Sociohistorical Theory of Literacy. The corpus analyzed is result of interviews produced with literacy teachers, students linguistic writings, semi-structured polls and interviews with students-subjects in process of literacy in a private school of Ribeirão Preto State of São Paulo, Brazil, in order to verify how the digital literacy affects the writing acquisition process by the subject in literacy process. Considering these goals, this research is underpinned in the studies of authors like Pêcheux, Foucault, Orlandi, Tfouni, Assolini, Kleiman, Dias, Castells, Lévy, Prensky and others. The interpretation gestures noticed make possible to consider that exists relation among the frequent utilization of the DICTs, namely the virtual games, by subjects in literacy process and the composition of texts that indicate authorship, presenting coherency and circumscribed in the digital interdiscourse. We also verified that is necessary to consider the virtual games utilized by subjects, which can write conventionally, stimulates the writing process during the game, a necessary condition to occur influence of the digital literacy on the alphabetization process. We propose, therefore, a path that considers a different way to comprehend the contemporary subject-student. An way that is quite different in relation to that in what the school is currently based, that ignores the sociohistorical changes occurred since the second half of the XX century, the quick advent and diffusion of the DICTs and the digital platforms, and that does not consider the multimedia capabilities of the students. Thus, we defend that is focal that the school moves out of the discursive formation where have fun, there is no learning and consider the virtual games utilization and its architecture as important school learning resources. Nevertheless, we also consider that these digital instruments have to be used in a critical perspective. It is important, we point out, that the subjects do not be captured by the ideology that overshadows the school reality that continues working as an Ideological State Apparatus, concerted by international organizations that determine who can have access to school and to technology, and how this access occurs. Therefore, it is fundamental that the digital literacy be available to teachers and students as a manner of resistance to the reproduction of the production conditions in the neoliberal capitalist society.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-10-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.