• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2018.tde-01032018-154012
Documento
Autor
Nome completo
Karina de Souza Elias
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2017
Orientador
Banca examinadora
Rivas, Noeli Prestes Padilha (Presidente)
Almeida, Elmir de
Pedroso, Cristina Cinto Araujo
Pinto, Umberto de Andrade
Título em português
O lugar marginal da Educação de Jovens e Adultos na formação do professor nos cursos de Pedagogia das Instituições de Ensino Superior públicas no estado de São Paulo
Palavras-chave em português
Currículo
Curso de Pedagogia
Educação de Jovens e Adultos
Formação Inicial de Professores
Resumo em português
A discussão acerca da Educação de Jovens e Adultos (EJA) tem sido ampliada na atualidade constituindo-se em um dos temas relevantes para a compreensão do papel do curso de Pedagogia na formação do professor, sendo este curso constituído por legislações e concepções históricas que ora compreendem o pedagogo como especialista que detém os conhecimentos educacionais, ora identificam o pedagogo ligado estreitamente à docência. Este trabalho de pesquisa tem como objetivo investigar como a temática de EJA tem sido considerada nas propostas curriculares dos cursos de Pedagogia oferecidos pelas universidades públicas no estado de São Paulo. Os pressupostos teóricos, inicialmente, contemplam o campo da educação superior no Brasil que trazem reflexões sobre a história, modelos e problemáticas acerca da universidade brasileira. Posteriormente de pesquisas que apresentam um panorama histórico e legislativo sobre o curso de Pedagogia e a discussão de seu campo epistemológico na problemática sobre a ampliação do que é ser pedagogo no Brasil, além de aspectos importantes referentes à formação de professores e concepções de currículo. Integram-se também aos pressupostos teóricos deste trabalho, a fim de trazer contribuições para a modalidade de EJA, a discussão sobre direito e qualidade na educação básica, assim como investigações sobre a questão da formação inicial de professores para a Educação de Jovens e Adultos, seus dilemas e perspectivas. O presente estudo trata-se de uma pesquisa qualitativa de natureza exploratória, sua fundamentação metodológica está embasada na Análise Documental para a coleta e organização dos dados e na Análise de Conteúdo que dão suporte para as análises dos dados. O corpus documental desta pesquisa constitui-se a partir das propostas curriculares dos cursos de Pedagogia das instituições públicas no estado de São Paulo (USP, UNIFESP, UFSCar, UNESP e UNICAMP). Os resultados mostram que o campo da EJA tem lugar na formação do professor por ser contemplada nos cursos de Pedagogia no estado de São Paulo, porém, apesar de estar incorporada nos cursos, ela ocupa um lugar marginal em termos de distribuição de carga horária, articulação do campo nas demais disciplinas do curso, disciplinas de EJA oferecidas de forma optativa e no último semestre do curso, inexistência de estágio, caráter instrumental ou falta de profundidade na área, dispersão na diversificação dos autores da bibliografia trabalhada nos cursos de Pedagogia. Deste modo, apesar das políticas públicas reconhecerem a EJA como direito, esta modalidade ainda é tratada com descuido pelas instituições de educação superior que oferecem formação de professores. Pensar e tomar consciência do campo da Educação de Jovens e Adultos como um campo científico que luta para ter espaço, é também pensar na formação do professor nos cursos de Pedagogia em termos de estruturação do curso, tempo de oferecimento, currículo, tempos e espaços destinados à área
Título em inglês
The Marginal Place of Education of Young and Adults in Teacher Training in Pedagogy Courses of Public Higher Education Institutions in the state of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Course of Pedagogy
Curriculum
Initial Teacher Training
Youth and Adult Education
Resumo em inglês
The discussion about the Youth and Adult Education (YAE) has now been expanded constituting a relevant theme for understanding the role of the Pedagogy course in the education of teachers. This course is constituted by legislation and historical conceptions that support the understanding of the pedagogue as a specialist who holds knowledge of education, and identifies the pedagogue closely linked to teaching. This research aims to investigate how the subject of YAE has been considered in the academic curriculum of Pedagogy courses offered by the public universities of the State of São Paulo, Brazil. The theoretical assumptions are based initially on the studies that contemplate higher education in Brazil, bringing reflections on the history, models and problems related to Brazilian universities. Subsequently, studies that present a historical and legislative panorama on the course of Pedagogy and the discussion of its epistemological field, related to the problematization of the expansion of what it is to be a pedagogue in Brazil, in addition to important aspects related to teachers training and curriculum conceptions and development. In order to bring contributions to the YAE, the theoretical assumptions of this work also contemplate the discussion about rights and quality in basic education, as well as studies that investigate the issue of teachers initial education for YAE, its dilemmas and perspectives. The present study used a qualitative exploratory design, and its methodological foundation is based on the Document Analysis approach for data collection and organization, and Content Analysis approach for data analysis. The document corpus of this research was constituted by the academic curriculum of Pedagogy courses offered by public institutions of the State of São Paulo, Brazil (USP, UNIFESP, UFSCar, UNESP and UNICAMP). The results show that the field of YAE takes place in the formation of the teacher because it is contemplated in the courses of Pedagogy in the state of São Paulo, but, despite being incorporated in the courses, it occupies a marginal place in terms of distribution of hours, articulation of the field in the other subjects of the course, YAE subjects offered in an optional way and in the last semester of the course, lack of internship, instrumental character or lack of depth in the area, dispersion in the diversification of the authors of the bibliography worked in the courses of Pedagogy. Thus, although public policies recognize the YAE as a right, this modality is still treated with neglect by institutions of higher education that offer teacher training. Thinking and becoming aware of the field of Youth and Adult Education as a scientific field that struggles to have space, is also to think about the teacher training in the courses of Pedagogy in terms of course structuring, offering time, curriculum, times and spaces intended the area
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-04-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.