• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2003.tde-29042004-130918
Documento
Autor
Nome completo
Olga Kotchetkoff Henriques
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2003
Orientador
Banca examinadora
Joly, Carlos Alfredo (Presidente)
Bernacci, Luis Carlos
Metzger, Jean Paul Walter
Oliveira, Alexandre Adalardo de
Rodrigues, Ricardo Ribeiro
Título em português
"Caracterização da vegetação natural em Ribeirão Preto, SP: bases para conservação".
Palavras-chave em português
conservação
fragmentos florestais
Ribeirão Preto
Resumo em português
Buscando o estabelecimento de base concreta para conservação dos fragmentos florestais em Ribeirão Preto, SP, foi efetuado o diagnóstico da vegetação natural no município. Existem 102 remanescentes florestais, e em 99 deles foi efetuado levantamento florístico expedito. Foram encontradas 494 espécies arbóreas, pertencentes a 74 famílias botânicas, além de 31 espécies exóticas. Baseada na composição de espécies de cada fragmento, foi efetuada análise de correspondência retificada (DCA), utilizando a classe de solo onde situa-se o fragmento como variável categórica. Esta análise indica a existência de quatro grupos de vegetação: Mata Mesófila, Mata Decídua, Mata Paludícola e Cerrado, que ocorrem, respectivamente, em Latossolo Roxo, Litossolo, Solo Hidromórfico e Latossolo Vermelho Escuro ou Latossolo Vermelho Amarelo. Cada grupo apresenta composição florística própria e fisionomia típica. A riqueza de espécies encontrada em cada fragmento variou de 13 a 134 espécies. Há um grande número de espécies com ocorrência rara – 275 espécies (52,38%) ocorrem em menos de 5% dos fragmentos, e nove espécies (1,71%) ocorrem em mais de 50% dos remanescentes. Há espécies com ocorrência rara em todos os fragmentos, mas elas tendem a ocorrer em maior número nos fragmentos maiores. Cada fragmento apresenta uma pequena porcentagem do total de espécies da formação, o que indica que, para conservar a diversidade de espécies, todos os fragmentos são importantes. Em geral, predominam nos fragmentos as espécies secundárias iniciais e zoocóricas, com uma tendência de aumentar a proporção de espécies pioneiras e anemocóricas com o aumento das perturbações antrópicas. A maioria dos fragmentos são pequenos e isolados. A análise do componente principal (PCA) mostrou que a área e a área core, fator de forma e dimensão fractal, e os índices de proximidade e similaridade são, respectivamente, os principais fatores atuantes nos três primeiros eixos. A área e a área core apresentaram correlação significativa e positiva com a riqueza de espécies nas Matas Mesófilas e Decíduas. A forma e o isolamento não apresentaram correlação com a riqueza de espécies. Considerando fatores biológicos (riqueza de espécies e proporção de espécies com ocorrência rara) e abióticos (área do fragmento, proporção de área core e índice de similaridade), foi construído o Valor de Conservação (VC), que permite hierarquizar os fragmentos de acordo com sua importância para conservação. A análise conjunta do resultado deste índice e a distribuição espacial dos fragmentos indica que há duas situações que merecem atenção: 1) muitos fragmentos com elevado valor de conservação situam-se em área de expansão urbana e, portanto, expostos a maior pressão antrópica; 2) há uma concentração de fragmentos grandes e próximos entre si, que apresentam elevado VC, na região sul do município, ao longo do ribeirão da Onça, que incluem matas mesófilas, matas paludícolas e cerrado. Em ambos os casos, é sugerida a criação de Áreas de Proteção Ambiental (APA), para potencializar as ações de conservação destas áreas.
Título em inglês
Characterization of the natural vegetation in Ribeirão Preto, SP: Bases for conservation.
Palavras-chave em inglês
conservation
forest fragments
Ribeirão Preto
Resumo em inglês
In a search to establish a solid base for conservation of forest fragments in Ribeirão Preto, SP, a diagnosis of the natural vegetation of the municipality was done. There are 102 forest remnants and in 99 of them an expeditious floristic survey was carried out. In this survey, 494 tree species were found belonging to 74 botanic families along with 31 exotic species. Based on the species composition of each fragment, a Detrended Correspondence Analysis (DCA) was conducted using the soil class where the fragment is found as categorical variable. This analysis indicates the existence of four vegetation groups: mesophytic forests, deciduous forests, swampy forests and cerrado, that occur respectively in purple latosol, lithosol, hydromorphic soil and dark red latossol or yellow red latossol. Each group presents its own floristic composition and typical vegetation physiognomy. The richness of species found in each fragment was from 13 to 134 species. There is a very large number of species that are very difficult to find - 275 species (52,38%) that occur in less than 5% of the fragments and 9 species (1,71%) occur in more than 50% of the remnants. There are species with rare occurrences in all fragments, but they tend to occur in larger number in the bigger ones. Each fragment presents a small percentage of the total of species, which indicates that to preserve the species diversity all the fragments are important. Generally, the initial secondary and animal dispersed species predominate in the fragments with the tendency to increase the proportion of the pioneer and wind dispersed species with the increase of the human disturbance. The majority of the fragments are small and isolated. The Principal Component Analysis (PCA) shows that the area and the core area, shape factor and fractal dimension, and the proximity index and similarity are, respectively, the main factors acting on the first three axes. The area and the core area showed significant and positively correlated with the species richness in the mesophytic and deciduous forests. The shape and the isolation did not show correlation with the species richness. Considering the biological factors (richness and proportion of species with rare occurrence) and spatial patterns (fragment area, core area proportion and similarity index), the conservation value (VC) was built, which allows us to set a hierarchy of the fragments according to their importance to conservation. The joint analysis of the result of this index and the fragments spatial distribution indicates that there are two situations that deserve attention: 1) many fragments with high conservation value are located in the urban expansion area and therefore exposed to a bigger human disturbance; 2) There is a concentration of large fragments, which are close to each other, that show a high VC in the southern region of the municipality, along the Onça creek, that includes mesophytic forests,swampy forests and cerrado. In both cases the creation of Environmental Protection Areas (APA) are suggested in order to enhance the conservation actions in these areas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
caract_veg.pdf (7.23 Mbytes)
Data de Publicação
2004-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.