• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2015.tde-27072015-183725
Documento
Autor
Nome completo
Carimi Cortez Ribeiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Groppo Junior, Milton (Presidente)
Koch, Ingrid
Miranda, Vitor Fernandes Oliveira de
Título em português
As Galipeinae (Galipeeae, Rutaceae) no estado da Bahia, Brasil
Palavras-chave em português
Flora da Bahia
Galipeinae
Levantamento Florístico
Morfologia
Rutaceae
Resumo em português
A família Rutaceae tem sido objeto de vários estudos na região neotropical. Entretanto, há ainda áreas que necessitam de estudos mais aprofundados de sua flora. A Bahia possui uma grande diversidade de espécies vegetais, incluindo plantas da família Rutaceae, notadamente da subtribo Galipeinae. Áreas pouco exploradas botanicamente e de elevada biodiversidade e endemismo, como o sul da Bahia, tem revelado espécies novas para a ciência, sendo mais uma evidência da necessidade de estudos florísticos. O presente trabalho integra o projeto Flora da Bahia, desenvolvido por instituições baianas em colaboração com universidades e centros de pesquisa de outros estados, que tem como um dos objetivos levantar a flora de angiospermas do estado da Bahia, além de formar recursos humanos na área de taxonomia vegetal. Neste projeto, os tratamentos taxonômicos dos grupos de angiospermas estão sendo realizados em nível de famílias, tribos ou ainda gêneros. O presente trabalho complementa o projeto através de estudos taxonômicos da subtribo Galipeinae (Galipeeae, Rutaceae) para a Bahia. Na Bahia há um grande número de espécies de Galipeinae, principalmente nas áreas de Mata Atlântica da porção sul. A subtribo Galipeinae é o grupo de Rutaceae mais diverso dos neotrópicos e o maior grupo intrafamiliar, com ca. 26 gêneros e ca. 120 espécies. As Galipeinae diferem da maioria das Rutaceae devido as flores com tendência à zigomorfia, redução do número de estames férteis de 5 para 2 (variavelmente), transformação dos estames em estaminódios, presença de anteras apendiculadas, cotilédones frequentemente plicados e ausência de endosperma na semente; o fruto é sempre deiscente, do tipo cápsula ou folículo. O projeto foi executado com a utilização de métodos usuais em taxonomia vegetal, tais como consulta à literatura especializada, visita a herbários, empréstimo de materiais, análise de exsicatas e trabalho de campo. Os resultados obtidos contam com descrições da subtribo, gêneros, espécies, chaves de identificação para espécies, comentários acerca da distribuição, ocorrência, fenologia e nomes populares das espécies relatados somente para o estado da Bahia, além de ilustrações em nanquim e fotografias. Foram levantadas 46 espécies da Subtribo Galipeinae que ocorrem no estado da Bahia, sendo que, destas, 39,1% são endêmicas deste estado evidenciando, portanto, o alto grau de endemismo desta região.
Título em inglês
The Galipeinae (Galipeeae, Rutaceae) in Bahia State, Brazil
Palavras-chave em inglês
Flora of Bahia
Floristic Survey
Galipeinae
Morphology
Rutaceae.
Resumo em inglês
The Rutaceae family has been the subject of several studies in the Neotropics. However, there are areas that need further more studies of its flora. Bahia has a great diversity of plant species, including plants of the Rutaceae family, especially the subtribe Galipeinae. Botanically unexplored areas, high biodiversity and endemism, like southern Bahia, has revealed new species to science, suggesting the need of floristic studies. The present work is part of the project "Flora da Bahia", developed by Bahian institutions in collaboration with universities and research centers from other states, which aims to raise the angiosperm flora of Bahia, and train new taxonomists. In this project, the taxonomic treatments of angiosperm groups are being performed at the level of families, tribes or genera. This work complements the project contributing to taxonomic studies of Galipeinae subtribe (Galipeeae, Rutaceae) of Bahia. In Bahia there is a large number of species of Galipeinae, mainly in the Atlantic Forest of south side. The subtribe Galipeinae is the most diverse group of Rutaceae of the Neotropics and the largest intra-family group, with ca. 26 genera and ca. 120 species. The Galipeinae differs from most Rutaceae due its tendency to zygomorphy flowers, transformation of fertile stamens into staminodes, these strucutures 2 to 5 (variously), anthers appendage, often plicate cotyledons and endosperm absence; the fruit is always dehiscent, capsule or follicle. The project was conducted following the usual methods in plant taxonomy, such as consulting the literature, visit the herbaria, loan materials, exsiccates analysis and field work. The results contain descriptions of the subtribe, genera, species, identification keys, comments of distribution, occurrence, phenology and common names of species reported only for the Bahia state, and illustrations in ink and photographs. In Bahia were raised 46 species of Subtribe Galipeinae, which 39.1% are endemic showing high degree of endemism in this region.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TDE.pdf (8.15 Mbytes)
Data de Publicação
2015-10-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.