• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2013.tde-01112013-083827
Documento
Autor
Nome completo
Edvanda Andrade Souza de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2013
Orientador
Banca examinadora
Mantelatto, Fernando Luis Medina (Presidente)
Almeida, Alexandre Oliveira de
Magalhães Filho, Célio Ubirajara
Título em português
Variabilidade genética e morfológica em populações de Trichodactylus fluviatilis Latreille, 1828 (Brachyura, Trichodactylidae) no Brasil
Palavras-chave em português
caranguejo de água doce
complexo de espécies
divergência genética
variabilidade
Resumo em português
O caranguejo de água doce Trichodactylus fluviatilis Latreille, 1828 apresenta uma considerável variabilidade morfológica, aliada a uma ampla distribuição geográfica e ocupação de ambientes costeiros e continentais. Tal variabilidade tem gerado, em alguns casos, dúvidas quanto à delimitação da espécie. O presente trabalho tem como objetivo averiguar se as populações de T. fluviatilis apresentam divergências morfológicas e genéticas compatíveis com o nível intraespecífico avaliando-se a hipótese de validade deste táxon. Para isto, foi realizada a análise da variabilidade genética entre as populações e uma revisão taxonômica. O material analisado foi obtido por meio de coletas, visitas e empréstimos de coleções carcinológicas do Brasil. Foram analisados caracteres descritos na literatura e obtidas sequências parciais dos genes mitocondriais 16S rRNA e citocromo c oxidase subunidade I (COI). Dentre os caracteres morfológicos analisados alguns tiveram muita variação, enquanto outros se mostraram bem informativos para alguns grupos. O resultado da análise molecular mostrou a formação de clados internos com altas divergências genéticas entre eles, tanto para o gene 16S quanto para o COI. Além disso, a espécie T. petropolitanus foi alocada entre os clados reconhecidos morfologicamente como T. fluviatilis. Tais estruturações genéticas, aliada ao polimorfismo morfológico, mostraram claramente que a espécie reconhecida morfologicamente como T. fluviatilis não forma um grupo monofilético, podendo ser considerada um complexo de espécies, que precisa de ajustes taxonômicos consideráveis.
Título em inglês
Genetic and morphological variability in populations of Trichodactylus fluviatilis Latreille, 1828 (Brachyura, Trichodactylidae) at Brazil.
Palavras-chave em inglês
freshwater crab
genetic divergence
species complex
variability
Resumo em inglês
The freshwater crab Trichodactylus fluviatilis Latreille, 1828 presents a considerable morphological variability, as well as a wide geographical distribution and occupancy of coastal and continental environments. Such variability has generated, in some cases, doubts concerning the species delimitation. The present work aims to investigate whether the populations of T. fluviatilis exhibit morphological and genetic divergence compatible with the intraspecific level, assessing the hypothesis of validity of this taxon. Therefore, we have performed the analysis of genetic variability among populations and a taxonomic revision. The material analyzed was obtained from field expeditions, visits and loans from carcinological collections. We analyzed morphological characters described in the literature as well as obtained partial sequences of the 16S rRNA and cytochrome c oxidase subunit I (COI) mitochondrial genes. Some morphological characters analyzed had a wide variation, while others were well informative for some groups. The results of molecular analysis showed the formation of internal clades with high genetic divergence among them, both for 16S and COI. Moreover, the species T. petropolitanus was allocated among clades recognized morphologically as T. fluviatilis. Such genetic structuration and morphological polymorphism clearly indicate that the species morphologically recognized as T. fluviatilis does not form a monophyletic group. Therefore, it must be considered as a species complex, which claims for huge taxonomic adjustments.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Edvandacorrigida.pdf (7.96 Mbytes)
Data de Publicação
2014-02-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.