• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2007.tde-29052009-104707
Documento
Autor
Nome completo
Josiane da Silva Delvan da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Maria Clotilde Therezinha Rossetti (Presidente)
Gomes, Marineide de Oliveira
Nogueira, Ana Lúcia Horta
Pedrosa, Maria Isabel Patricio de Carvalho
Zanella, Andréa Vieira
Título em português
Um estudo sobre os processos interativos de crianças de 2 a 4 anos em situação de brincadeira a partir da noção de Rede de Significações – RedSig
Palavras-chave em português
brincadeira
construção de significados
crianças
desenvolvimento humano
Resumo em português
O presente trabalho teve como objetivo analisar, a partir de um estudo empírico, como ocorrem os processos de construção e negociação de significados de modo a se compreender a ocorrência da repetição e a emergência da novidade presentes nas interações de crianças em brincadeira. A pesquisa é orientada pela proposta teórico-metodológica da Rede de Significações (CINDEDI-FFCLRP USP) para a qual o desenvolvimento humano é compreendido como um processo complexo e imerso em uma malha de elementos de natureza semiótica em contínua transformação. Sustentada por esta orientação teórica, a metodologia deste trabalho teve como participantes um grupo composto por seis crianças com idade entre dois e quatro anos (três meninos e três meninas, um de cada idade). O contexto da pesquisa define-se por uma instituição pública de Educação Infantil do município de Itajaí - SC. A observação com auxílio da vídeo-gravação foi o instrumento utilizado. Os procedimentos de coleta de dados foram realizados em fases distintas e complementares: 1ª fase: observação das crianças com 2 a 4 anos de idade em brincadeira espontânea na instituição para a identificação dos participantes que comporiam o grupo para a observação vídeo-gravada. Juntamente com estas observações, foram realizados contatos com as professoras para que elas confirmassem quais as crianças de cada turma que mais interagiam durante as situações de brincadeira. A partir destas informações, de cada turma foram escolhidas 5 ou 6 crianças; as que aceitaram participar das filmagens. 2ª fase: realização das sessões de vídeo-gravação com o grupo de seis crianças, no momento de brincadeira livre numa das salas de aula da instituição gravadas entre os meses de julho a dezembro de 2003, compondo 13 sessões de videogravação, cada uma com 30 minutos de duração, perfazendo um total de 6 horas e 30 minutos de filmagens. Foram seguidos os seguintes procedimentos para a organização dos registros feitos: a. Para cada uma das sessões filmadas, foram transcritos de forma molar os comportamentos observados nos 10 primeiros minutos; b. Após a transcrição das sessões filmadas, o material foi assistido várias vezes para aperfeiçoar a descrição das ações, das falas e a formação dos grupos das crianças; c. O critério inicial utilizado para a seleção do material para a análise foi escolher as sessões em que participaram o mesmo grupo de crianças, ou sua maioria; d. As sessões selecionadas foram organizadas em quatro blocos, os quais compõem o corpus da presente pesquisa. A análise do corpus da pesquisa buscou descrever as interações das crianças quanto ao conteúdo e qualidade pela definição de cinco unidades de análise: a formação das parcerias; os brinquedos como mediadores; o espaço como canalizador das interações; a cultura de grupo e as brincadeiras como contexto para a repetição e a novidade. Os resultados encontrados indicam que as interações demarcam ações que se repetem e outras que se transformam na dinâmica da brincadeira. A criança pode dominar o jogo simbólico por meio do que já aprendeu transformando-o em uma ocasião especial na qual ela é a dona do tempo, do espaço e da cultura, revolucionando continuamente o que faz. As ações são reproduzidas, construídas, acomodadas, manipuladas e resistidas ativamente pelas crianças, que criam momentos de negociação os quais abrem possibilidades para a emergência de novidades.
Título em inglês
Um study on the processes interativos of children of 2 the one 4 years in the play situations from the "Net of Meanings
Palavras-chave em inglês
building of meanings
children
human development. .
Play
Resumo em inglês
The current work had as aim to analyze from an empirical study how the processes of building and negotiating the meanings occur in a way to understand the ocurrence of repetition and the emergency of novelty presents in the interactions of children in their plays. The research is orientated by the theoretical methodology proposed by Net of Meanings (CINDEDI-FFCLRP USP) to which the human development is understood as a complex process and immersed in a net of elements which semiotic nature has been in continuing transformation. It is sustained by this theoretical orientation, the methodology of this work had as participants a group of six children who are between two or four years old ( three boys and three girls, one of each age). The context of the research is a public institution of children Education of the city of Itajaí Santa Catarina. The instrument used to record the observation was a video recorder. The procedures to collect the data were done in different phases and complements. First phase: The observation of children between 2 and 4 years old in spontaneous child´s play in the institution in order to identify the group of participants who will take place in the observation that will be video- recorded. With these observations, the contacts with the teachers were done in order to confirm which children of each group had more interaction during the child´s play situations. From this information, five or six children were chosen from each group who accepted to be recorded. Second phase : The videotape sessions were recorded with a group of six children, when they were in free child´s play in one of the classrooms of the institution recorded between July and December of 2003, which was made up of 13 videotape sessions, each one lasted 30 minutes, making a score of six hours and 30 minutes of recordings. The following procedures were made in order to organize the registers done: a. For each session which was recorded, it was written out in a general way the observed behaviors in ten first minutes; b. After the transcription of the recorded sessions, the material was watched several times to improve the description of the actions, speech and the formation of the groups of children; c. The initial criterion used to select the material to analyze was to choose the session in which the same group of children took place, or the majority of them; d. The selected sessions were organized in four blocks, which make up the corpus of the current research. The analysis of the corpus of the research tried to describe the interactions of the children related to the content and quality of defining the five units of the analysis: the formation of partners: the toys which were the mediators, the space as a way to canalize the interactions; the culture of group and the child´s play as a context of the repetition and the novelty. The found results indicate that the interactions show actions which repeat and others which transform the dynamic of the child´s play. The child can control de symbolic game through what he or she has already learned transforming it in a special occasion in which he or she is the owner of the time, space and of the culture, revolutionizing continually what he or she does. The actions are reproduced, constituted, settled in , manipulated and actively resisted by the children, who make moments of negotiation which open possibilities to the emergency of novelties.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese.pdf (549.67 Kbytes)
Data de Publicação
2009-07-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.