• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2008.tde-28072009-200702
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre da Silva de Paula
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Kodato, Sergio (Presidente)
Carvalho, Paulo Roberto de
Santos, Manoel Antonio dos
Título em português
História de vida e representações sociais de violência em professores de uma escola pública
Palavras-chave em português
Fatalismo
História de vida
Professores
Representações sociais
Violência escolar
Resumo em português
A violência escolar é um fenômeno complexo e preocupante. Os professores, muitas vezes, sentem-se incapazes de mediar os conflitos diários, as agressões ou episódios de indisciplina, o que afeta o processo pedagógico. Este estudo versa sobre as representações sociais de violência por professores de uma escola pública, de ensino fundamental e médio. Os dados foram coletados através da observação participante e entrevistas semi-estruturadas com oito sujeitos. A análise das entrevistas foi realizada através do método de associação de idéias. Os resultados demonstraram distintas interpretações sobre a gênese da violência nas escolas, porém a retórica dos participantes não se ancora no conhecimento científico. Emergiram representações polissêmicas, com destaque para a significação psicologizante, educativo-familiar e um sentido fatalista. De modo geral, destacaram-se discursos formatados que reforçam o distanciamento, centralizam a culpa da problemática na crise familiar, no Estado, na progressão continuada e no aluno carente de afeto e de sentido de escola.
Título em inglês
Life histories and social representations of violence by teachers of public schools
Palavras-chave em inglês
Fatalism
History of life
School violence
Social representations
Teachers
Resumo em inglês
The school violence is a complex and worrying phenomenon. Teachers often feel unable to mediate daily conflicts, the attacks or indiscipline incidents, affecting the pedagogic process. This study deals with the social representations of violence by teachers in public schools, at elementary and high school levels. Data were collected through participant observation and semi-structured interviews with eight subjects. The analysis of interviews was conducted by the method of association of ideas. The results showed different interpretations on the genesis of the violence in schools, however, the rhetoric of the participants are not anchored in scientific knowledge. Polysemic interpretations emerged, with emphasis on the psychologizing meaning, family educational and a fatalistic sense. Generally, there were formatted speeches that highlight the detachment, center the fault of school violence on the family crisis, on the state, in the continued progression of teaching and the student with loose of affection and readiness.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
capa.pdf (35.94 Kbytes)
Data de Publicação
2015-04-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.