• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2011.tde-21102013-164115
Documento
Autor
Nome completo
Daniela Giorgenon
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Romão, Lucília Maria Sousa (Presidente)
Baldini, Lauro José Siqueira
Pacifico, Soraya Maria Romano
Título em português
Sentidos de inclusão e exclusão na voz de sujeitos escolares: o deslocamento do déficit pela via da falta
Palavras-chave em português
Déficit
Discurso pedagógico
Inclusão escolar
Sujeito
Resumo em português
A escuta empreendida nesta pesquisa ancora-se na Análise de Discurso (AD) de matriz francesa, inaugurada por Michel Pêcheux em sua leitura, atravessada por contribuições psicanalíticas, do materialismo histórico, da linguística e da teoria discursiva. O sujeito, ao avesso do indivíduo empírico, é tomado como uma posição que, diante do real da falta, ou seja, do impossível de tudo dizer, enuncia certos sentidos e não outros em determinado contexto sócio-histórico. Partindo da incompletude, o analista de discurso lança sua escuta à labuta do sujeito na produção de sentidos, os quais estão sujeitos ao equívoco já que a linguagem é opaca. Para compor nosso corpus teórico(analítico), nos debruçamos sobre as condições de produção da AD e especialmente sobre o conceito de sujeito fa(l)tante e sobre a concepção de discurso pedagógico advinda da tipologia discursiva de Orlandi - navegando entre paráfrase e polissemia -, além de apresentarmos nossa noção metodológica que não separa teoria e análise. Também lançamos uma escuta à historicidade dos sentidos sobre o déficit, onde sinalizamos a repetitória caracterização do indivíduo considerado com deficiência mental, pelo positivismo, atrelada à falha, à limitação, bem como o rompimento destes sentidos por meio das contribuições da psicanálise lacaniana. A coleta dos fatos discursivos foi constituída por entrevistas realizadas com sujeitos coordenadores e professores de três escolas, sendo estas da rede regular municipal, estadual e particular de Ribeirão Preto, os quais enunciaram sobre o processo de inclusão escolar de crianças e adolescentes, caracterizados com a partícula "com deficiência mental", no Ensino Fundamental. O nosso corpus de análise é constituído por recortes dessas entrevistas transcritas, agrupados em quatro entradas discursivas que abordam a formação discursiva da "falta" tomada na vertente da "falha", ora como provocadora de estagnação ora como provocadora de movimentos para seu tamponamento. Assim, escutamos como se dá o embate com o (im)possível de dizer e de fazer sobre/com a inclusão escolar e sobre/com a criança e o adolescente categorizados pelo discurso científico positivista sob o traço da "deficiência mental". Apontamos que tal processo tem operado um furo no discurso pedagógico de tipo autoritário e provocado remelexos no que havia se estabilizado com o (impossível) tamponamento da falta: os dentro da norma e as salas homogêneas. Marcamos que a instalação de um discurso mais polissêmico possa propiciar uma posição mais desejante para se lidar com o saber/não saber de qualquer sujeito.
Título em inglês
não fornecido
Palavras-chave em inglês
Deficit
Pedagogical discourse
School inclusion
Subject
Resumo em inglês
The listening which we undertook in this research is anchored in the french Discourse Analysis that It was inaugurated by Michel Pêcheux in his reading, crossed by contributions of psychoanalysis, historical materialism, linguistics and of the discourse theory. The subject, unlike the empiric individual, is considered a position that, in front of the real of lack, in other words, of the impossible to say everything, he enunciates some senses and not others in a socio-historical context. From the incompleteness, the discourse analyst dedicates himself to listen the work of the subject in the production of senses, which are subject to the ambiguity since the language is opaque. To compose our theoretical (analytical) corpus, we investigated the production conditions of the Discourse Analysis and especially the concept of incomplete subject and the conception of pedagogical discourse originated from the Orlandi's discursive typology - between paraphrase and polysemy-, besides we present our methodological concept that doesn't separate theory and analysis. We also research the historicity of the senses on the deficit and mark the repeated characterization of the individual considered as mental disabled, by the positivism, linked to the failure, the limitation, like the rupture of these senses by the contributions of the lacanian psychoanalysis. The collect of the discursive facts was constituted of interviews with subjects-coordinators and teachers of three schools of the municipal, state and private regular system in Ribeirão Preto, which have enunciated on the school inclusion process of children and adolescents characterized by the particle "with mental disabilities", in Elementary School. Our corpus of analysis is constituted by excerpts of these transcribed interviews, grouped into four discursive entries that discuss the discursive formation of "lack" considered as "failure", sometimes as cause of stagnation, sometimes as cause of movements to block it. Thus, we investigate how happen the confrontation with the (im)possible to say and to make on/with the school inclusion and on/with the child and the adolescent who is categorized by the positivist scientific discourse as carrier of "mental disabilities". We observe that this process has been operating a "hole" in pedagogical discourse of authoritarian type and It has been causing movements in which was stabilized with the (impossible) blockade of the lack: inside of the rules and the homogeneous classrooms. We stress that the installation of a discourse more polysemous can provide a position more desiring to deal with the knowledge /ignorance of any subject.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.