• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2007.tde-21092007-145239
Documento
Autor
Nome completo
Paula Carolina Barboni Dantas Nascimento
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Sebastiao de Sousa (Presidente)
Almeida, Graziela Aparecida Nogueira de
Costa, Telma Maria Braga
Pereira, Carlos de Brito
Petean, Eucia Beatriz Lopes
Título em português
A influência da televisão nos hábitos alimentares de crianças e adolescentes
Palavras-chave em português
obesidade
propagandas de alimentos
televisão
Resumo em português
Entre os fatores ambientais associados à obesidade encontra-se a intensa veiculação de propagandas de alimentos pela televisão que, na maioria, possuem alto valor calórico e baixo valor nutricional. O hábito de assistir televisão pode aumentar o consumo desses alimentos, além de promover o sedentarismo. Assim, os objetivos do presente estudo foram investigar: 1) a quantidade e a qualidade dos alimentos veiculados pela televisão; 2) o conteúdo das propagandas de alimentos, incluindo os apelos emocionais e racionais e 3) os hábitos de compras das famílias e os hábitos alimentares de crianças e adolescentes. Para tanto, foram realizadas gravações das programações de redes de televisão de canal aberto, onde os produtos anunciados foram classificados em categorias previamente definidas. Posteriormente, foi aplicado o Questionário de Avaliação de Consumo, às famílias de 816 crianças e adolescentes, de ambos os sexos, matriculados em Escolas Estaduais e Municipais de Ensino Fundamental de Ribeirão Preto-SP. Os resultados indicaram que a categoria alimentos foi a mais anunciada, independente do dia e horário. A pirâmide formada a partir desses alimentos apresentou acentuada discrepância em relação à Pirâmide Alimentar Recomendada. Cerca de 82% das propagandas sugeriram o consumo imediato dos alimentos e em 78% os personagens os consumiram de forma explícita; 57% apresentavam desenho animado e/ou animação e 58% representavam alguma situação cotidiana. Satisfação, prazer e alegria foram os sentimentos mais explorados, juntamente com as idéias de diversão, identificação do consumidor e convencimento. Cerca de 24% dos alunos apresentou sobrepeso ou obesidade, não havendo diferença significativa entre meninos e meninas. Tratava-se de uma população de baixo nível sócio-econômico, uma vez que 50% dos pais e 47% das mães não haviam completado o ensino fundamental e 56,5% das famílias recebiam até 4 salários mínimos. Assistir mais de 2 horas de televisão por dia esteve associado ao aumento do IMC, somente entre os meninos. Propaganda foi um fator associado à tomada de decisão de compra de alimentos. A maioria dos alunos apresentou hábitos alimentares inadequados, com elevado consumo de gordura, açúcar e sal. Assim, ficou evidente que a televisão anuncia elevada freqüência de propagandas de alimentos, a maioria com baixo valor nutricional, associando o consumo do alimento a aspectos positivos e agradáveis. Tais fatores poderiam estar influenciando os hábitos alimentares de crianças e adolescentes, contribuindo para o aumento nos índices de obesidade.
Título em inglês
Television´s influence on children´s and adolescent´s eating habits
Palavras-chave em inglês
food advertisement
obesity
television
Resumo em inglês
Among the environmental factors associated with obesity is the intense broadcast of food advertisements on television, usually showing foods with high caloric ratio and low nutritional value. Television viewing can not only increase the consumption of such foods but also promote sedentariness. Thus the objectives of this study were to investigate: 1) the amount and quality of the food products advertised on the Brazilian television; 2) the content of food advertisements including the emotional and rational appeals and 3) the family's purchase habits, and the student's food habits. To this end, daily programmings from free networks were recorded to classify the advertised products into previously defined categories. Subsequently, the Evaluation Consumption Questionnaire was applied to the parents of 816 children and adolescents, of both genders, attending Elementary and Junior High Public Schools in the city of Ribeirão Preto-SP. The results indicated that the food category was the most announced, irrespective of the day and time. The pyramid established from these foods showed a remarkable discrepancy in relation to the Recommended Food Pyramid. About 82% of the advertisements suggested the immediate consumption of foods and in 78% of them the characters consumed the food explicitly; 57% presented cartoons and 58% of them showed everyday situations. Satisfaction, pleasure and cheerfulness were the most explored feelings, as well as ideas of fun, identification of the consumer and persuasion. About 24% of the students showed overweight or obesity, with no significant difference between boys and girls. The sample showed a low socio-economic level, as 50% of the fathers and 47% of mothers did not accomplish elementary school and 56,5% of the families earned up to four minimum wages. Television viewing for more than 2 hours a day was associated with the increase of BMI, only among the boys. Advertisement was a factor associated with food purchase decision-making. The majority of the students had inadequate food habits with high intake of fat, sugar and salt. Therefore, our results evidenced that television announces a high frequency of food advertisements, mostly of low nutritional value, associating the food consumption with positive and pleasant aspects. These factors may be influencing the eating habits of children and adolescents, contributing to the increase of the prevalence of obesity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-09-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.