• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.59.2007.tde-21052009-085050
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Pessolo Rocha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Machado, Alcyone Artioli (Presidente)
Figueiredo, Marco Antonio de Castro
Saldanha, Ana Alayde Werba
Santos, Manoel Antonio dos
Zanetti, Maria Lucia
Título em português
Qualidade de vida: estudo longitudinal após trinta meses da realização do teste sorológico para o HIV
Palavras-chave em português
Estudo longitudinal
HIV
Qualidade de vida
Teste sorológico
Resumo em português
Indivíduos que se submetem ao teste sorológico para dosagem de anticorpos contra o Vírus da Imunodeficiência Humana (anti-HIV ) podem ficar expostos a grande dose de estresse, nem sempre suportada pela estrutura psíquica, com o risco de ocorrer suicídio ou ato desordenado. Isto demonstra as implicações psíquicas pelas quais o indivíduo passa ao realizar exame, independente do resultado. A realização do exame exige uma série de diferentes cuidados e atenção para com esses indivíduos. É importante avaliar-se quanto esses indivíduos gostariam de saber, qual a possível reação frente a um resultado positivo. Por outro lado um resultado negativo também traz grande ansiedade havendo ainda os que não acreditam que o resultado seja negativo e com isso estão sendo poupados pela equipe de saúde. A proposta deste trabalho foi compreender melhor os aspectos da realização do teste após 30 meses, verificando mudanças na qualidade de vida da população estudada. A casuística foi composta por 24 sujeitos, sendo 15 soronegativos e 9 soropositivos, que realizaram o exame anti-HIV no serviço do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), de agosto de 2000 a setembro de 2001. Utilizou-se o instrumento de avaliação de qualidade de vida WHOQOL-100 da Organização Mundial de Saúde, o qual é composto de 100 questões e desenvolvido com 24 categorias e características psicométricas para a avaliação dos resultados. Para tratamento dos dados as respostas obtidas no instrumento de avaliação de qualidade de vida WHOQOL-100 foram submetidas as etapas frente as Facetas e Domínios, realizando a análise estatística dos dados pelo teste não- paramétrico Wilcoxon, adotando o nível de significância de p=0.05. Os escores médios de cada indivíduo foram analisados de forma pareada nos períodos estabelecidos: agosto de 2000 a setembro de 2001 e fevereiro de 2003 a abril de 2004. Paralelamente aplicou-se uma entrevista individual, composta por duas questões abertas. As entrevistas foram analisadas pela metodologia qualitativa de pesquisa de acordo com o pressuposto teórico de Bardin, seguindo três pólos cronológicos: pré- análise, exploração do material e interpretação final. A análise feita individualmente para cada um dos grupos soronegativos e soropositvos, revelou aspectos importantes que interferiram na qualidade de vida. Este estudo propiciou algumas reflexões que podem contribuir para minimizar o sofrimento desses indivíduos (soronegativos e soropositivos) e melhorar a qualidade de vida, são elas: as reações emocionais provocadas pela realização do teste interferem na qualidade de vida dos soronegativos e soropositivos; após a devolutiva, oferecer psicoterapia de apoio individual a todos os indivíduos que realizaram o teste; a elaboração de novas estratégias de prevenção na atuação dos profissionais da saúde junto aos soronegativos, na tentativa de provocar mudanças no comportamento e conseqüente melhora na qualidade de vida; os profissionais de saúde necessitam estar mais preparados para revelar o resultado de sorologia positiva para o HIV; o teste sorológico para o HIV e a informação oferecida em alguns serviços parecem não ser suficientes para minorar o sofrimento provocado pela realização do teste e o resultado positivo.
Título em inglês
Life quality: longitudinal study for 30 months after receiving the serologic test result for HIV
Palavras-chave em inglês
Quality of life
test- HIV
Resumo em inglês
Individuals submitted to the serologic test for the determination of antibodies against human immunodeficiency virus (anti-HIV) may be exposed to a great deal of stress not always tolerated by their psychic structure, with the risk of suicide or of a disordered act. This demonstrates the psychic implications faced by an individual when taking the test, regardless of the result. The individuals who take this test require a series of different acts of care and attention. It is important to evaluate how much these individuals would like to know and what their possible reaction would be to a positive result. On the other hand, a negative result also brings a lot of anxiety, with some individuals not believing that the result is negative but thinking that the health team is just sparing them. The proposal of the present study was to better understand the aspects involved in having taken the test, 30 months after its execution, and to determine possible changes in the quality of life of the population studied. The series consisted of 24 subjects, 15 of them seronegative and 9 seropositive, who took the anti-HIV test in the service of the Testing and Counseling Center (CTA) from August 2000 to September 2001. The instrument used for the evaluation of quality of life was the WHOQOL-100 of the World Health Organization, which comprises 100 questions and is developed with 24 psychometric categories and characteristics for the evaluation of the results. For data treatment, the replies to the WHOQOL-100 were submitted to Facets and Domains stages and the data were analyzed statistically by the non-parametric Wilcoxon test, with the level of significance set at p=0.05. The mean scores for each individual were analyzed in a paired manner during the periods established, i.e., August 2000 to September 2001 and February 2003 to April 2004. An individual interview consisting of two open questions was held in parallel. The interviews were analyzed by the qualitative research methodology according to the theoretical assumption of Bardin, involving three chronological phases: pre-analysis, exploration of the material and final interpretation. The analysis, carried out individually for the seronegative and seropositive groups, revealed important aspects that interfered with the quality of life. The present study permitted some reflections that can contribute to minimizing the suffering of these individuals (seronegative and seropositive) and to improving their quality of life, as follows: the emotional reactions provoked by taking the test interfere with the quality of life of both seronegative and seropositive subjects; after revealing the result of the test, individual support psychotherapy should be offered to all subjects who took it; new prevention strategies should be elaborated by the health professionals for seronegative subjects in an attempt to induce changes of behavior and a consequent improvement of quality of life; the health professionals should be better prepared to reveal a positive serology result for HIV; the serologic HIV test and the information offered in some services appear not to be sufficient to reduce the suffering provoked by taking the test and receiving a positive result.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tesefer.pdf (510.60 Kbytes)
Data de Publicação
2009-07-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.