• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.59.2008.tde-19052009-183743
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Aguiar Jabur
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2008
Orientador
Banca examinadora
Silva, Ana Paula Soares da (Presidente)
Oliveira, Zilma de Moraes Ramos de
Pedrosa, Maria Isabel Patricio de Carvalho
Título em português
Retratando uma creche: um encontro de olhares e dizeres revelando sentidos para uma educação infantil de qualidade
Palavras-chave em português
Educação Infantil
Infância
Pesquisas com crianças
Qualidade I
Resumo em português
A infância compreende um período de vida cujas significações e valores variam de acordo com a época e a sociedade em questão. Ao longo dos anos, diversos campos do saber contribuíram no sentido de construir um olhar sobre a infância que contemple suas especificidades em relação às demais etapas do ciclo vital. Contudo, só nas últimas décadas, surgem pesquisas que creditam à criança uma maior participação no processo de transmissão e produção da cultura. A creche, como uma das práticas de educação/ cuidado de crianças na nossa sociedade, tem sido chamada a se alinhar às novas concepções de infância, abrindo espaço para a participação das crianças na organização do cotidiano e para o reconhecimento de suas avaliações sobre o serviço que lhes é oferecido. Do ponto de vista das discussões sobre a qualidade do atendimento, ainda são poucos os estudos que contemplam a participação da criança em seu processo. O presente trabalho teve como objetivo investigar quais atividades, rotinas e espaços as crianças mais e menos gostam na instituição que freqüentam e compreender as possibilidades dessa avaliação como instrumento na promoção da qualidade do atendimento. A coleta foi realizada em uma creche de Ribeirão Preto/SP, com 22 crianças de seis anos, subdivididas em três grupos. O material empírico foi produzido através de: roda de conversa (grupo 1) e entrevistas individuais (grupos 2 e 3) sobre o tema minha creche; produção individual de fotos do que mais e menos gostam (grupos 1, 2 e 3); roda de conversa sobre as imagens produzidas (grupos 1, 2 e 3). Também foram feitas observações das atividades e dos espaços fotografados, a fim de se obter elementos adicionais para a compreensão do porquê das escolhas. Alem disso, foram realizadas entrevistas com 9 adultos da instituição, utilizando-se as fotos como disparadores para a obtenção de informações auxiliares sobre suas práticas junto às crianças. Os resultados apontam para a preferência de atividades orientadas pela brincadeira livre, com pouca intervenção dos educadores e compartilhadas por grupos de amigos. As atividades e rotinas das quais não gostam aparecem vinculadas a momentos de controle e disciplina exercidos pelos adultos da instituição, além de atividades relacionadas à preparação para o ensino escolarizante. O trabalho aponta para a valorização das significações que emergem quando crianças são chamadas a avaliar a instituição que freqüentam
Título em inglês
Retratando uma creche: um encontro de olhares e dizeres revelando sentidos para uma Educação Infantil de qualidade
Palavras-chave em inglês
childhood
Early childhood education
researches with children quality
Resumo em inglês
Childhood is a period of life with changing meanings and values according to different time and social groups. Several branches of knowledge have contributed throughout the years searching the building-up of a special view over childhood, considering its specificities in relation to the other stages of life cycles. However, only in the last decades, researches were made crediting to children a greater participation in the transmission process and in the production of culture. The daycare, as one of the educational and children care practices in our society, has been called to be part of the new conceptions of childhood, opening space for the participation of children in the everyday life organization and in the evaluation of the services offered to them. From the point of view of the debates about the service quality received, there are few studies that bring the participation of children in the process. This present study had the target of investigating which activities, routines and spaces children like the most or the least in the institution they attend and of understanding the possibilities of this evaluation as a tool to promote better attendance quality. The survey to collect data was made in a daycare in Ribeirão Preto, São Paulo State, with 22 six-year-old children, divided into three groups. The empiric material was brought up through: chat circles (group 1) and individual interviews (groups 2 and 3) about the topic my daycare; individual production of photos of what they liked the most and liked the least (groups 1, 2 and 3); chat circles about the images produced (groups 1, 2 and 3). In order to obtain additional elements to the understanding of the reasons of the choices made by the children, several observations of the activities and of the spaces photographed were made. Besides that, 9 adults were interviewed with the purpose of getting auxiliary information about their practice with the children, having the photos as motivational starters. The results point to the preference of activities oriented by free playing, with little interference of educators and shared by groups of friends. The activities and routines that they dont like are connected to control and discipline actions by the adults of the institution, and the formal activities related to the preparation for the future school life. This present study might help in the understanding of the possibilities of the listening to children, bringing a special value to the meanings which emerge when children are asked to evaluate the institutions they attend
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-05-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.